Brasil

Pernambuco destaca parcerias e crescimento do turismo

Posted on Updated on

Os mais de 5,6 milhões de turistas desembarcados em Pernambuco em 2017 – ano recorde de movimentação turística no Estado – foram atraídos também pelo fortalecimento da estruturação do turismo. Além das ações turísticas, em prol do lazer e dos esportes, o Governo de Pernambuco, por meio da pasta da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, investiu na infraestrutura dos destinos do Estado. Por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), do Banco Interamericano de Desenvolvimento, foram realizadas mais de 50 obras, capacitações e projetos. A parceria possibilitou investimentos em ações para o turismo de Pernambuco R$ 127 milhões, só nos últimos três anos. Os dados estão no livro Prodetur e Pernambuco: Exemplo de uma parceria de sucesso”.

A publicação destaca projetos executados pelo programa. Entre 2015 e 2018, mais de 60% do Prodetur foi executado. O percentual representa um aumento de mais de 20% do total executado entre 2010 e 2014. A partir de 2015, ações emblemáticas começaram a sair do campo dos projetos. Foram executadas a construção do módulo dois do Cais do Sertão, no Recife, o teleférico de Bonito, a Enoteca de Lagoa Grande, o Boulevard da Avenida Rio Branco, também no coração do Recife, e o Eixo Estruturador Cicloviário.

Em Fernando de Noronha foram atendidos dois pedidos antigos do trade local, sendo eles a requalificação de 18 ruas e da usina de compostagem, que contribuiu para uma melhora significativa no tratamento do lixo do arquipélago. No litoral, foram recuperados os fortes Orange, em Itamaracá, e Santo Inácio, em Tamandaré. Em Igarassu, a Casa do Artesão e o Museu da Cidade também foram equipamentos contemplados. Agora, os serviços estão sendo finalizados no Mercado Eufrásio Barbosa, em Olinda. Até o encerramento do programa, em junho de 2018, 54 obras terão sido entregues à população.

“Os sete anos de atuação do Prodetur Nacional no Estado marcaram um período de desempenho ímpar no turismo local. Pela primeira vez na história, Pernambuco é destaque internacional entre os estados do Brasil no respeito aos prazos e entregas das obras previstas pelo Programa. O reconhecimento do BID é um impulso firme para a continuação dos investimentos do Governo em infraestrutura turística”, destacou o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.

IPCA em Fortaleza (CE) e Região volta a avançar em março

Posted on Updated on

Informações do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará:

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) na Região Metropolitana de Fortaleza voltou a acelerar em março de 2018 ao registrar alta de 0,237% com relação a fevereiro. Em março de 2017, o índice havia apresentado alta de 0,667%. Já o IPCA nacional ficou em 0,097%, apresentando, portanto, desaceleração em relação a fevereiro, quando havia registrado 0,327%. De acordo com a Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), tanto a variação mensal quanto o acumulado no ano registraram o menor nível para um mês de março desde a implantação do Plano Real.

Na RMF, não obstante a aceleração em março, o acumulado do ano, de 0,57%, está abaixo do acumulado do ano com relação ao nacional (0,707%). Os números estão no Termômetro da Inflação (Volume 01) – nº 04/2018 -, publicado pelo Instituto de Pesquisa e estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado.

A variação dos preços em março de 2018 ainda manteve em todas as regiões pesquisadas pelo Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor (SNIPC) a inflação acumulada nos últimos 12 meses abaixo do teto da meta de 4,5% estabelecido pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Por sua vez, o acumulado dos últimos 12 meses do IPCA nacional segue em desaceleração atingindo 2,68% em março de 2018. Na RMF, o acumulado dos últimos 12 meses segue também em forte desaceleração tendo registrado 1,257%.

Depois de sete quedas consecutivas em 2017, o Grupo Alimentação voltou a apresentar queda novamente na RMF dois meses seguidos com o recuo de 0,527% em março. No acumulado dos últimos 12 meses, o Grupo registra deflação de 4,577%. No nacional, embora tenha acelerado neste mês, o acumulado dos últimos 12 meses registra deflação de 1,647%. Já o Grupo Educação voltou a pressionar o IPCA da RMF ao registrar alta de 1,527%. Essa pressão é novamente resultante o Item Cursos Regulares com variação de 2,027%. O Grupo Saúde e Cuidado Pessoais também pressionaram o IPCA da RMF em decorrência do Item Planos de Saúde e Higiene Pessoal com variação de 1,077% e 1,637%, respectivamente.

Em março de 2018, o INPC na RMF apresentou alta de 0,117% com relação a fevereiro. Em março de 2017 o índice havia registrado alta 0,327%. No nacional, o índice apresentou leve aceleração de 0,077% com relação a fevereiro. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor se refere às famílias com rendimento monetário de um a cinco salários mínimos. É calculado também para dez regiões metropolitanas, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande e Brasília, que são as mesmas áreas geográficas que abrange o IPCA.

Exportações brasileiras de 2017 crescem acima da média mundial

Posted on Updated on

Trecho de texto de Maiana Diniz, repórter da Agência Brasil

A Organização Mundial do Comércio (OMC) divulgou (…) o relatório “Trade and Statistics Outlook”, segundo o qual o Brasil ampliou sua participação nas exportações mundiais em 2017. No último ano, o crescimento das vendas brasileiras ao exterior foi a 6ª mais expressiva entre os 30 maiores exportadores do mundo, superando países como Estados Unidos, China e Alemanha.

O documento mostra que, em valores, as exportações brasileiras cresceram 17,5 % em 2017, acima da média mundial, após cinco anos de queda. O resultado também refletiu na ampliação da participação brasileira nas vendas mundiais, que passou de 1,16%, em 2016, para 1,23% do total, em 2017.

No informe do ministério, a safra agrícola recorde, o crescimento da produção de petróleo o desempenho favorável das exportações de bens manufaturados, como do setor automotivo, também foram apontados como os responsáveis pelo crescimento das exportações.

A matéria completa está neste endereço.

Salário mínimo de 2019 é cotado em R$ 1.002

Posted on

Trecho de matéria da Agência Câmara:

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019, que o governo encaminhará ainda nesta semana ao Congresso Nacional, propõe salário mínimo de R$ 1.002 para o próximo ano. O número foi divulgado nesta quinta-feira (12) pelos ministros do Planejamento, Esteves Colnago; e da Fazenda, Eduardo Guardia, que apresentaram os principais pontos da proposta.

Em relação ao salário mínimo atual (R$ 954), o valor do próximo ano representa um aumento nominal de 5,03%. Descontada a projeção de inflação feita pelo próprio Executivo para 2018 (INPC de 4%), o aumento real seria de 1%. O novo valor impacta o Orçamento em R$ 16,8 bilhões, pois despesas com benefícios previdenciários e assistenciais estão vinculados ao salário mínimo.

Segundo o Ministério do Planejamento, o mínimo deve subir para R$ 1.076 em 2020 e R$ 1.153 em 2021.

A íntegra está aqui.

Posted on Updated on

Pelo segundo ano consecutivo, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industria (Senai) da Bahia conquistou o 1° lugar no ranking nacional de desempenho entre as regionais da instituição no Brasil. A avaliação, denominada Regra Nacional de Desempenho, foi instituída em 2010 e contempla as melhores performances entre os Senais, com base em indicadores de custos, rendimentos, resultados, satisfação do cliente, entre outros.

A avaliação por desempenho considera a performance dos departamentos regionais em educação e tecnologia e a sua qualidade de gestão. O 1° lugar na categoria Desempenho Geral, referente ao Ciclo 2017, é um resultado significativo para o Senai Bahia. “Todo mundo quer evoluir e, para nós, a premação funciona como incentivo, além de alinhar a visão com o Departamento Nacional”, afirma o diretor do Senai Bahia, Luis Breda Mascarenhas.

Com a escolha, o Senai Bahia recebe recursos para a modernização da gestão, nas áreas de desenvolvimento de pessoas, práticas e ferramentas de melhoria da gestão.

Ceará sediará encontro de geoarqueologia da América Latina

Posted on Updated on

Estão abertas as inscrições para apresentação de trabalhos no VI Encontro de Geoarqueologia da América Latina. O tema desta edição é “Geoarqueologia e Mudanças Climáticas: Contextos, Cultura Material e Paisagem” e o evento será realizado no município de Ubajara (CE), de 23 a 27 de setembro de 2018.A submissão de trabalhos pode ser feita até 29 de junho.

Uma das razões para a escolha de Ubajara é que, em prospecções feitas por membros do projeto, foram identificados sítios arqueológicos na Serra da Ibiapaba, nos municípios de Viçosa do Ceará, Ubajara e Ibiapina. Os locais, segundo os vestígios, foram registrados como sítios de Arte Rupestre e Cerâmicos – e a programação inclui visita dos participantes a dois deles.

Participarão da abertura do Congresso os coordenadores do evento, professores Marcélia Marques (Uece) e César Ulisses Veríssimo (UFC); o superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Ceará, Herbest Lobo; o chefe do Parque Nacional de Ubajara, Gilson Mota; o secretário da Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará, Inácio Arruda; o presidente da Sociedade de Arqueologia Brasileira (SAB), Jorge Eremites de Oliveira; além de palestra com o professor Cristian Favier-Dubois, da Universidade Nacional do Centro da Província de Buenos Aires.

O Gegal foi criado em 2012 na cidade de Goiânia, na VI Reunião de Teoria Arqueológica na América do Sul (TAAS). Desde então, realiza oficinas em forma de rodízio entre os países participantes. Já foram feitos encontros nas cidades de Olavarria – Argentina (2013), Los Vilos – Chile (2014), Quito – Equador (2015), Las Palomas – Uruguai (2016) e Manizales – Colômbia (2017).

Stédile abre jornada universitária em Fortaleza

Posted on Updated on

A Universidade Estadual do Ceará (Uece) e a Universidade Federal do Ceará (UFC) realizam, nesta terça-feira (10/04), aula pública com o tema “Atualidade do Pensamento Marxista: Desafios em Tempos de Crise!”, com a presença do líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stédile. A palestra está agendada para o auditório Central da Uece, no campus do Itaperi, em Fortaleza, a partir das 18h, abrindo as atividades da V Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária no Ceará. A Jornada é realizada por dezenas de universidades em todo o País em abril.

O objetivo da jornada é levar o debate da Reforma Agrária e a luta do campo para o cotidiano das universidades e, assim, abrir um canal de diálogo e formação com os estudantes e movimentos sociais. Encontros, debates, palestras, exibições de teatro, filmes e feiras com produtos da Reforma Agrária são algumas atividades previstas na programação.

Participam ainda da construção da V Jornada, em Fortaleza, o MST, o Núcleo de Estudos sobre Memória e Conflitos Territoriais (Comter), o PET-História/UFC, a Residência Agrária/UFC, o Departamento de História e Geografia da UFC, o Grupo de Pesquisa e Articulação Educação, Geografia e História da Uece (Naterra) e o Núcleo Tramas.

Instituto Myra Eliane e Prefeitura de Caucaia constroem centro de educação infantil

Posted on Updated on

Começou a se concretizar um sonho que vai mudar a vida de centenas de famílias de Caucaia, no Ceará Está oficialmente iniciada a obra do Centro de Educação Infantil (CEI) Olga e Parsifal Barroso, no bairro Araturi. A unidade atenderá a 720 crianças. Será o maior complexo da rede municipal especializado em ensino para a Primeira Infância. Uma parceria entre a Prefeitura e o Instituto Myra Eliane.

O CEI ofertará atividades em tempo integral e será o primeiro do Ceará (e do Nordeste) a implementar a matriz curricular do Ministério da Educação junto a uma metodologia voltada à promoção de valores humanos. Isso dignifica que desde cedo as crianças serão estimuladas a praticarem o amor, a paz interior, a verdade espiritual, a ação correta e a não violência.

Na solenidade de instalação do canteiro de obras, o prefeito Naumi Amorim enalteceu o papel multiuso que o centro educacional terá. O CEI funcionará em um terreno de mais de 17 mil metros quadrados. Contará com 24 salas, teatro, areninha, refeitório, quadra poliesportiva, vila, horta, pista de corrida, playground, campo de areia, um Centro de Formação e um Centro Temático de Etnias.

“A população de Caucaia está ganhando um presente. Os pais de família e as mães de família poderão trabalhar e deixar os filhos nessa escola. As crianças que vão estudar aqui vão ter um rumo diferente do da violência. Hoje, o que está acontecendo no Brasil em relação à criminalidade muitas vezes é porque as pessoas não tiveram escolas boas. E o que de ruim a gente passa não quer que o filho da gente passe”, disse Naumi.

Toda a construção do complexo educacional e o mobiliário é responsabilidade do Instituto Myra Eliane. À Prefeitura coube doar o terreno e, quando o equipamento estiver pronto, geri-lo. A mão-de-obra construção dos prédios será prioritariamente do Araturi. “Estou emocionado de ver as máquinas começando. Eu quero que esse CEI mude pra melhor a realidade de muita gente. Que seja usado pelos pais, com as capacitações aumentando a empregabilidade e o empreendedorismo da região. Esse espaço vai trabalhar a formação do caráter da criança”, disse o presidente do Instituto, Igor Queiroz Barroso.

Ele acredita que, ao atuar na formação do caráter e do emocional, a criança vai interagir melhor. Isso teria impacto direto em dois problemas crônicos do sistema educacional brasileiro: o bullying e a evasão escolar. “Reduzindo a evasão, a gente reduz também a violência. Porque quanto maior a evasão maior a criminalidade. Pra termos uma sociedade melhor, nós temos que investir em educação. Poder público e iniciativa privada precisam dar as mãos”, acrescentou o empresário.

Articuladora de políticas públicas para crianças e adolescentes, a primeira-dama Erika Amorim comemorou o início das obras do CEI no Araturi. Para ela, a unidade será modelo às demais 189 escolas da rede municipal de Caucaia. “Vai ser modelo porque o Instituto trabalha em cima de valores humanos que sentimos falta e sabemos que fazem toda a diferença. Esse é um sonho que nasceu no coração de pessoas que acreditam que as coisas podem ser diferentes. Que através da educação a gente pode conquistar grandes mudanças. O impacto desse CEI não será só em 720 crianças ou 720 famílias. Vai ser bem maior.”

Já a subsecretária de Educação, Regiane Oliveira, revelou que mais de 14 mil alunos caucaienses já estudam na metodologia de fomento aos valores humanos do Instituto Myra Eliane. “São mais de 800 turmas em 144 escolas. É algo já universalizado. Por isso, a gente tem que destacar não só a construção física desse CEI, mas também a pedagogia que foi inserida no nosso currículo escolar.”

Unopar implantará polo em Parnaíba (PI)

Posted on Updated on

O prefeito de Parnaíba (PI), Francisco de Assis Moraes Souza, o “Mão Santa”, se reuniu com o proprietário do polo da Universidade Unopar em Teresina, Francisco Juriti. O empresário comunicou o início dos preparativos para instalação da instituição em Parnaíba, considerada hoje a melhor do Brasil na modalidade de ensino à distância.

Juriti disse que a universidade será instalada oficialmente no próximo dia 28, e que em maio será realizado o primeiro vestibular para 50 cursos. Informou também que a Unopar em Parnaíba vai funcionar no turno da noite nas instalações do Colégio Diocesano.

O empresário explicou que há duas modalidades de ensino na instituição, sendo uma cem por cento online, na qual e o aluno assiste as aulas em casa por meio o computador e até celular e comparece à sede do polo uma vez por mês para fazer provas.

Na outra modalidade, o aluno comparece ao polo uma vez por semana para assistir as aulas.

 

Camilo e Eunício recebem empresários japoneses

Posted on Updated on

O governador Camilo Santana (PT) recebeu no Palácio da Abolição, sede administrativa do Estado, o embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, ao lado do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB). Acompanhado de empresários japoneses ligados à Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil, a comitiva participou do seminário “ZPE Ceará e as Oportunidades de Investimentos no Estado”, uma estratégia do Governo do Ceará de divulgar a Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE Ceará) nacional e internacionalmente, em parceria com a presidência do Senado Federal.

Camilo Santana destacou os investimentos do Estado em áreas como segurança, educação, infraestrutura, entre outros. “Somos o Estado que mais investiu no país em 2017, 13,9% da nossa receita líquida foi voltada para esses investimentos”, explicou.

Ressaltou ainda que o Estado vem buscando apresentar seu potencial para construir relações internacionais e o Japão, com toda a sua antiga relação com o Brasil, é um parceiro importante para o Ceará.

“Espero que o encontro de hoje possa possibilitar grandes parcerias com o Ceará. E o nosso objetivo é transformar o Porto do Pecém em um grande centro de conexões de cargas marítimas”, observou.

Já o senador Eunício Oliveira salientou que a comitiva japonesa estava diante do Estado brasileiro com maior equilíbrio fiscal; que cresceu economicamente duas vezes mais que o Brasil e com os melhores índices de educação. “Em 2018 se completam 100 anos da imigração japonesa no Brasil. A Zona de Processamento de Exportação, no Complexo Industrial e Portuário do Pecém, é a única funcionando no Brasil e surge como excelente oportunidade de negócios. Se nossos povos se integraram de maneira tão fantástica, nossos governos e empresários devem seguir o mesmo caminho”.

O embaixador do Japão, Akira Yamada, disse que estava duplamente feliz e satisfeito em conhecer as potencialidades econômicas e naturais no Ceará e de participar deste seminário. “Compartilho este sentimento com os representantes da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil. Temos expectativa de que podemos concretizar grandes negócios”, disse.