Brasil

Juazeiro do Norte participa de seminário sobre investimentos

Posted on Updated on

O Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores de Juazeiro do Norte (Previjuno), vinculado à Prefeitura, participou de Seminário sobre investimentos em Fortaleza, com a presença de representantes do Comitê de Investimentos e Controle Interno do Previjuno e de representantes do Tribunal de Contas do Estado do Ceará.

Na ocasião, foram ministrada palestras sobre temas pertinentes ao Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). O Subsecretário de RPPS do Ministério da Economia, Alex Albert Rodrigues, proferiu palestra sobre a Portaria n°. 464/2018 que trata sobre as novas Normas de Atuária dos RPPS.

Esteve ainda o representante da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Daniel Maeda, e representantes das Instituições Financeiras. “O evento tocou em temas de elevada importância, entre eles, o impacto sobre os Fundos de Investimentos decorrente da Resolução CMN n°. 4.695. Foi mencionada a responsabilidade que pesa sobre os RPPSs, sobretudo, na gestão das suas aplicações financeiras”, disse a Diretora Administrativa do Previjuno, Evaniê Caldas.

O seminário também será realizado em outros estados do país, sendo uma oportunidade dos RPPSs estaduais discutirem os problemas que enfrentam no cotidiano, especialmente com relação à busca dos melhores investimentos que permitam garantir uma rentabilidade satisfatória, para manter o pagamento dos benefícios e, ainda, se manterem atualizados com relação ao atual cenário econômico do país.

Empresa Cidadã tem selo aprovado na Câmara

Posted on Updated on

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados aprovou o projeto que cria o “Selo Empresa Cidadã” para atestar a responsabilidade social e ambiental das empresas brasileiras (PL 8224/17).

A proposta permite que o empresário use o selo na promoção da sua empresa e produtos. As despesas decorrentes das análises e vistorias necessárias para a concessão do “Selo Empresa Cidadã” serão custeadas mediante o pagamento, pelo empresário, de preço público ou tarifa, conforme o caso.

A relatora, deputada Keiko Ota (PSB-SP), recomendou a aprovação do projeto com uma emenda que define critérios para a concessão do selo.

A emenda restringe a concessão dessa certificação a empresas que cumpram requisitos de responsabilidade social estabelecidos em norma pela Associação Brasileira de Normas Técnicas, que sigam diretrizes propostas pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável –CEBDS e que estimulem a redução do consumo de recursos naturais.

49,2% dos estudantes pretendem aprender novo idioma este ano

Posted on Updated on

Início de ano é sempre marcado por planejamento, metas e sonhos para os próximos meses. Aprender um novo idioma aparece como prioridade para 49,2% dos estudantes que responderam a uma pesquisa realizada pelo Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE.

Ser voluntário representa a pretensão de 16,5% dos entrevistados, enquanto que 8,7% desejam realizar uma viagem de intercâmbio cultural. Chama a atenção que mais de um quarto daqueles que responderam a pesquisa pretendem realizar as três experiências ainda este ano. Mais de 20 mil pessoas responderam a enquete.

Além disso, um segundo levantamento realizado no mesmo período e que contou com mais de 21 mil respostas, apontou que os jovens estão com grandes metas de estudo para 2019. Enquanto 42,6% querem entrar em uma faculdade, 23,7% ainda vão entrar em um curso superior e um total de 29,9% deseja realizar um curso extracurricular. Menos de 4% dos entrevistados responderam que não possuem nenhuma meta para este ano.

Sobre o CIEE

Desde sua fundação, há 54 anos, o CIEE se dedica à capacitação profissional de estudantes por meio de programas de estágio. Em 2003, abriu uma nova frente socioassistencial com a aprendizagem. Atualmente, administra o estágio de 200 mil estudantes e a aprendizagem de 100 mil adolescentes e jovens. Em paralelo, mantém uma série de ações socioassistenciais voltadas à promoção do conhecimento e fortalecimento de vínculos de populações vulneráveis.

O CIEE está nas mídias sociais: Facebook,Instagram, Twitter, YouTube, Linkedin e www.ciee.org.br.

Certificação digital: aliada na prevenção de fraudes bancárias e financeiras

Posted on Updated on

Cada vez mais, as empresas reúnem informações com volume generoso de conteúdo que deve ser processado por meio da implementação de tecnologias que dão suporte na detecção de fraudes. Há duas variáveis muito importantes: os consumidores (sua identificação, cartões de crédito, cartões de desconto, etc.) e os canais de comunicação para fazer transações (aplicações web, terminais, caixas eletrônicos e pontos de venda, entre outros). Toda essa informação será uma aplicação multicanal responsável por realizar todas as transações.

“Bancos, cooperativas de crédito e outras instituições financeiras são os principais alvos de ataques de phishing e outros golpes direcionados ao roubo de identidade na esfera financeira. Portanto, é essencial dar a importância necessária aos certificados TLS e PKI de alta segurança para fornecer criptografia e autenticação de identidade que são vitais para transações comerciais na web. A DigiCert inova e trabalha para avançar com base em soluções SSL e PKI para proteger as empresas e os mercados emergentes com a Internet das coisas, nuvem e DevOps, apoiando as suas necessidades com soluções de segurança avançadas e baseadas em PKI que escala e salvar custos “, disse Manuel Pavón, Gerente de Canais para a América na DigiCert, fornecedora líder mundial de soluções TLS / SSL, IoT e outras soluções PKI.

As empresas não devem se preocupar apenas com a proteção de elementos internos e físicos na organização, mas levar em conta a variável da tecnologia e o aumento de pontos de ataque. Fraudes tornam-se cada vez mais técnicas, especializadas, difíceis de entender e parar.

Como enfrentar?
Os empreendedores do setor bancário e financeiro enfrentam desafios todos os dias em suas plataformas de tecnologia de compras e pagamento on-line transacionais, que estão sob alto risco de ataques cibernéticos e movimentos fraudulentos. Algumas recomendações para fornecer um sistema de segurança reformado são as seguintes:

  1. A tecnologia se adapta à empresa. As empresas precisam se adaptar aos clientes para obter um ótimo desempenho econômico. Técnicas de prevenção tecnológica devem ser estabelecidas para uma operação eficiente.
  2. Conhecer a empresa e sua operação é primordial nesse processo. Leve em conta quais são os modelos e processos normais do dia-a-dia. Aspectos como o número de transações e comportamentos que estão dentro da faixa normal dentro da empresa.
  3. Conglomerar toda a informação dentro de uma plataforma móvel e que possa ser trabalhada com múltiplos conectores, com processos e técnicas de expansão e preparação de informação. Relocalize a maior quantidade de informações em que esses conteúdos são trabalhados na organização.
  4. Conhecer o perfil dos usuários é vital. Isso permitirá que você identifique tendências e valores de compra, se comprar mais em determinados períodos de tempo, se esses valores forem normais para o usuário, etc. São dados que geram maior alerta e resposta a certos processos de fraude com um maior alcance de cobertura.

A DigiCert tem uma visão de longo prazo, levando em conta a importância de uma excelente tecnologia em um setor tão importante quanto o financeiro; bem como uma forte experiência neste setor e um portfólio completo e exclusivo para responder a todas as necessidades de seus clientes, claro, com o apoio mundial de uma ampla rede de distribuição, entre outros pontos fortes.

Parceria entre Namu e Bayer garante descontos

Posted on Updated on

Incluir qualidade de vida no dia a dia é agregar valor aos consumidores. Com base nisso, o programa Bayer Para Você (https://www.bayerparavoce.com.br/) está disponibilizando descontos em determinados medicamentos do laboratório, conteúdos sobre saúde e uma rede de benefícios com produtos e serviços voltados ao bem-estar. Entre os serviços, estão descontos exclusivos em editoras, experiências de turismo e lazer, academia entre outros.

O Namu Cursos (https://namucursos.com.br), primeira plataforma de videoaulas online focada em bem-estar, ingressou na rede. E acaba de fechar uma parceria com a Bayer, garantindo descontos de 30% em seus cursos a todos aqueles que se cadastrarem no programa.

O Namu oferece cursos completos de pilates, yoga, fitness e alimentação saudável. “Para quem prioriza a qualidade de vida, esta é uma ótima oportunidade para conhecer os cursos, que podem ser feitos a qualquer hora e em qualquer lugar”, diz Bruno Torres, CEO do Namu Cursos. Para se tornar aluno, é só fazer um cadastro no site e escolher entre as opções disponíveis. A visualização de cada aula não tem número limitado, o aluno pode assistir quantas vezes quiser.

Namu Cursos é uma start up com foco em qualidade de vida. É a primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar. O objetivo da empresa é contribuir para a evolução das pessoas por meio de conteúdos para uma vida mais equilibrada. Os cursos são completos e contam com os melhores professores de yoga, pilates, fitness e alimentação saudável. São adquiridos por meio do site (www.namucursos.com.br) e podem ser acessados pelo computador, celular ou tablet.

Número de novas empresas aumenta 14,0% em 2018, diz pesquisa

Posted on Updated on

O número de novas empresas cresceu 14,0% em 2018 contra o ano anterior, segundo levantamento da Boa Vista, com abrangência nacional. No 4° trimestre houve queda de 13,6% em relação ao trimestre anterior.

Forma jurídica
Na classificação por forma jurídica, a variação em relação ao 3° trimestre mostrou queda nas aberturas para MEIs (-13,3%) e demais tipos de empresas (-14,0%).

Já em termos de composição, no resultado em 2018 as MEIs representaram 77,3% dos casos. No ano anterior a participação dessas empresas foi um pouco menor, de 74,0%.

Setores
Quando analisada a composição das novas empresas por setores, o levantamento mostrou que o setor de Serviços atingiu 58,7% de representatividade no ano de 2018, estando maior que os 55,8% observados no mesmo período 2017.
O Comércio também teve queda na participação, chegando a 32,9% em 2018. Assim como o setor industrial, que passou de 7,9% para 7,4% dos casos no período.

Regiões
Ainda na análise acumulada do ano, todas as regiões registraram aumento das aberturas em 2018. As Regiões Sul (14,9%) e Sudeste (15,6%) foram as que registraram maior crescimento, como pode ser visto no gráfico 4.

Metodologia
O levantamento foi realizado pela Boa Vista, empresa que administra do Serviço Central de Proteção ao Crédito – SCPC, a partir das novas empresas registradas na Receita Federal, considerando todo o território nacional.

A Boa Vista é uma empresa brasileira que alia inteligência analítica à alta tecnologia para transformar dados em soluções para os desafios de clientes e consumidores.

Criada há mais de 60 anos como SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), tem contribuído significativamente para o desenvolvimento da atividade de crédito no Brasil, ajudando o País a estabelecer uma relação de consumo mais equilibrada entre empresas e consumidores.

A Boa Vista é precursora do Cadastro Positivo, banco de dados com informações sobre o histórico de pagamentos, que deixa a análise de crédito mais justa e acessível.

Pioneira também em serviços ao consumidor, a Boa Vista responde por iniciativas que cooperam com a sustentabilidade econômica dos brasileiros, como a consulta do CPF com score, dicas de educação financeira e parcerias para negociação de dívidas. Tudo disponível de forma simples, rápida e segura no portal consumidorpositivo.com.br.

Atualmente é referência no apoio à tomada de decisão em todas as fases do ciclo de negócios: prospecção, aquisição, gestão de carteiras e recuperação. Mais informações em www.boavistascpc.com.br.

Rede Tutores recebe inscrições online para vagas de trabalho

Posted on Updated on

A rede de franquia Tutores, especializada em educação multidisciplinar, está recebendo currículos para 610 vagas de emprego, visando a atender a demanda de funcionários motivada pela expansão de seus serviços. As vagas serão direcionadas para a região Nordeste e serão distribuídas entre os estados do Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Sergipe e Alagoas.

Segundo o diretor da rede, Artur Hipólito, as oportunidades de trabalho são para profissionais da educação, com atuação na área de reforço escolar, aula particular e tutoria. Os candidatos devem ter idade acima de 21 anos e formação em psicopedagogia, psicologia, pedagogia ou áreas afins. Além disso, a empresa também solicita que os interessados tenham experiência comprovada na área. Há cargos disponíveis para tutores desde o fundamental l até o ensino médio.

Os salários oferecidos variam entre R$ 1.200,00 e R$ 3.300,00 conforme o desenvolvimento e disponibilidade para as tutorias.

Disponibilidade para início imediato é fundamental, já que a rede vai recrutar os trabalhadores de acordo com sua necessidade. As aulas são realizadas na residência dos próprios alunos ou no ponto comercial dos franqueados. A empresa busca colaboradores disciplinados, responsáveis, com facilidade de comunicação e que gostem de lecionar.

O processo seletivo consiste em análise e triagem de currículos, em que profissionais com perfil desejado serão convocados a próxima etapa, que pode variar entre dinâmica de grupo, testes específicos e/ou entrevistas junto a gestores de recursos humanos ou diretores responsáveis pelo setor da vaga ofertada. Os aprovados poderão escolher entre o período da manhã ou da tarde, sendo o formato de trabalho no sistema hora aula.

Os interessados em concorrer a uma vaga devem se inscrever no site www.tutores.com.br, no link “trabalhe conosco” até o dia 22/02.

A Tutores pertence ao Grupo Multus e foi fundada em 2007 pelo casal de empreendedores Léa Bueno e Artur Hipólito CEO também do Grupo Zaiom. A marca foi criada com o objetivo de ajudar pais que têm filhos com dificuldades na aprendizagem e não encontravam profissionais capazes de dar o suporte adequado para a complementação escolar sem confundir e sobrecarregá-los. Desta forma, a empresa cresceu e virou uma franquia de sucesso, em 2015, pelo terceiro ano consecutivo foi premiada pela ABF como a maior microfranquia de educação multidisciplinar da América Latina. Além disso, no Anuário da PEGN a marca se mantém entre as melhores franquias para se investir. Mais informações acesse: www.tutores.com.br.

Internet ganha espaço como referência de informações para turistas, diz pesquisa

Posted on Updated on

Canoa Quebrada: destaque entre os destinos turísticos do Brasil

A forma de consumir turismo no Brasil segue em rápida transformação. Uma pesquisa da Consumer Propensity Study, feita pela SAP, mostra que 74% dos brasileiros entrevistados usam a Internet para buscar produtos e serviços relacionados ao turismo.

E esse movimento não se concentra apenas na venda de passagens aéreas e hotéis. Segundo levantamento feito pela Assist Card, empresa de assistência viagem do Brasil, as vendas de seguro viagem por plataformas digitais cresceram 81% nos últimos dois anos. A análise leva em consideração as vendas de seguros realizadas pelo site da empresa, pelas agências de viagens online e pelos parceiros de e-commerce. Em 2018, 42% das vendas da empresa no Brasil ocorreram por canais eletrônicos, contra apenas 28% em 2016.

Por outro lado, as vendas de seguro viagem por canais off-line que representavam 37% em 2016 caíram para 24% em 2018. Segundo o gestor da Assist Card , Alexandre Camargo, o crescimento das vendas online refletem uma mudança de comportamento tanto do consumidor, como também das próprias agências e operadores de turismo. “Há alguns anos, todos os pacotes de turismo eram oferecidos com voos e hotéis pré-definidos e o seguro viagem estava sempre incluído. Como a tendência atual é montar os pacotes, acaba-se priorizando os primeiros itens e o seguro viagem fica para depois. Isso dá ao passageiro a oportunidade de comprar por outros canais”, explica o executivo.

Apesar do crescimento acelerado do online, ainda há espaço para as vendas off-line de seguro viagem. E o maior exemplo disso vem do segmento de intercâmbio, em que a compra do seguro ocorre quase sempre junto com a aquisição do pacote. Em 2016, as vendas para intercambistas representavam 8% das vendas da Assist Card , número que passou para 10% em 2018. A maioria das agências de intercâmbio não permite que o aluno saia sem o seguro viagem. Ao manter a estratégia de vendê-lo junto com o pacote, não se abre espaço para o estudante buscar de forma independente.

Além do intercambio, a ASSIST CARD vê oportunidades de crescimento no segmento corporativo. Em 2018 as vendas por agências Abracorp representaram apenas 3% do share total da companhia. O principal obstáculo para a venda de seguro viagem neste segmento são os cartões de crédito corporativos, já que quando a empresa usa este meio de pagamento para a compra do bilhete aéreo, ganha o seguro sem nenhum custo adicional.

“Sabemos que algumas empresas deixam seus funcionários viajarem apenas com o seguro dos cartões de crédito, mas eles possuem coberturas muito limitadas e alguns cobrem apenas US$ 10 mil. Por isso estamos preparando um novo produto, complementar ao cartão, e que será uma excelente ferramenta de vendas para aumentar a rentabilidade das agências corporativas. Temos muito espaço para crescer neste setor”, finaliza Camargo.

Servidores da União têm até 29 de março para aderir a fundo de pensão

Posted on Updated on

A comissão mista da Medida Provisória (MP) o texto original encaminhado pelo governo. A MP reabriu o prazo de adesão ao fundo de pensão dos servidores públicos federais.

O texto aprovado concede mais seis meses para que servidores da União possam migrar para o regime de previdência gerido pela Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal.

O prazo original para adesão ao Funpresp se encerrou no dia 29 de julho. Com a medida provisória, os funcionários públicos terão até 29 de março de 2019 para migrar para o novo sistema. A MP determina que a mudança de regime previdenciário é irrevogável e irretratável.

A Funpresp foi instituída para complementar a aposentadoria dos servidores que entraram no serviço público após a data de sua implantação, em 2013, já que receberão apenas o teto pago pelo Regime Geral de Previdência Social. O fundo de pensão foi criado com o argumento de reduzir o deficit do regime de previdência dos servidores públicos federais.

Comércio eletrônico é avaliado como alternativa positiva para trabalho

Posted on Updated on

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego entre os jovens no Brasil chega a ser o dobro da taxa geral: enquanto o número total de desempregados no país está em 11,6%, entre os jovens o percentual sobe para 26,6%. Buscando driblar esse alto índice de desemprego, os jovens estão enxergando no comércio eletrônico uma oportunidade: pesquisa realizada pela Loja Integrada – plataforma para criação de lojas virtuais mais popular do país com 800 mil lojas criadas – mostra que mais de 30% dos e-commerces brasileiros são comandados por jovens entre 20 e 29 anos.

Contrariando a crise econômica, o comércio eletrônico não pára de crescer e a expectativa é que o faturamento seja de R$ 69 bi em 2018, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Além disso, o setor é um dos que mais emprega, só em 2016 foram criadas mais de 700 mil vagas no e-commerce.

Para Alfredo Soares, especialista em comércio eletrônico e diretor da Loja Integrada, é possível apostar no e-commerce sem correr grandes riscos. “Investir no comércio eletrônico é uma ótima oportunidade para as pessoas que estão desempregadas ou para quem deseja complementar a renda. Como o investimento inicial é baixo, o empreendedor pode começar o negócio com um pequeno estoque em casa, por exemplo”, explica.

E-commerce é aposta dos jovens

Em 2016, a jovem Daniela Rodrigues estava prestes a se formar na faculdade de Administração e, com apenas 23 anos, sofreu preconceito ao tentar entrar mercado de trabalho. “A pouca idade e a falta de experiência, combinadas com a crise econômica, acabaram fechando as portas para mim. Além disso, não tive nem oportunidade de estágio – que era obrigatório na faculdade. Diante disso, vi que era necessário ter um ‘plano b’, foi então que decidi abrir uma loja virtual”, lembra.

Negócio de nicho

Daniela amava maquiagens e optou por criar um e-commerce nesse segmento, assim surgiu a Make For Me – https://www.makeformestore.com.br/. Além de conseguir uma renda e driblar o desemprego, a jovem usou a gestão da loja como relatório para o estágio da faculdade. Seu diferencial é apostar em um púbico nichado – jovens com a mesma faixa etária dela e também fãs de makes. “A loja é focada na venda de maquiagens com preços mais acessíveis e busca sempre trazer novidades para os clientes, que, inclusive, são meninas com mesma faixa etária que eu, isso facilita muito o atendimento.”

Segundo o especialista, as pessoas estão cada vez mais conectadas, confiantes e comprando pela internet. “A facilidade de montar uma loja virtual e a flexibilidade que o trabalho em casa proporciona são uns dos atrativos do e-commerce. Porém, para ter sucesso nas vendas é preciso planejamento, capacitação e dedicação, assim como qualquer negócio. No caso da Daniela, apostar em um nicho de mercado que se identifica foi uma estratégia certeira e pode ajudar a inspirar e dar mais motivação para o negócio”, ressalta Alfredo Soares.

Sobre a Loja Integrada 

Criada em 2014, a Loja Integrada é uma plataforma que oferece recursos para a criação de lojas virtuais – de maneira prática e intuitiva. Com mais de 870 mil lojas criadas, a empresa faz parte da VTEX e tornou-se uma das maiores plataformas gratuitas e a mais popular do Brasil. Já são mais de 10 milhões de produtos vendidos e faturamento total dos lojistas de mais de R$ 1 bilhão. Em 2017, a empresa conquistou o Prêmio E-bit de melhor plataforma na categoria para pequenos empreendedores e recebeu o Prêmio E-commerce Brasil na categoria “Tecnologia”.