Brasil

Senai abre novas vagas para cursos presenciais no Ceará

Posted on Updated on

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Ceará) está com 2.394 vagas, sendo 2.222 vagas em 103 cursos presenciais nos períodos vespertino e noturno e 172 vagas para 4 cursos na modalidade EAD (Educação a Distância) com a vantagem de o aluno assistir às aulas pela Internet no momento em que preferir e cumprir apenas parte da carga horária obrigatória em aulas presenciais.

As vagas disponíveis são para cursos como Corte e Costura em Lingerie, Cortador De Roupas, Ateliê de Luxo em Moda Feminina, Controladores Lógicos Programáveis – Clp, Mecânico De Manutenção De Ar Condicionado, Soldagem Tig Em Aço Carbono – Chaparia, Comandos Elétricos, Mecânico De Manutenção Em Máquinas Industriais, Autocad 2D, Eletricista Industrial, Operações de Fresagem, Mecânico de Veículos Diesel, Operação em Guindauto, Montagem De Sistemas Fotovoltaicos, entre outros.

Para mais informações acesse o site do Senai Ceará: www.senai-ce.org.br.

Tramontina obtém prêmio internacional

Posted on Updated on

Pelo terceiro ano consecutivo, a empresa brasileira Tramontina é premiada no iF Design Award, reconhecimento máximo de design do mundo que existe desde 1953. E mais: em 2019, a marca recebeu o prêmio por dois produtos, a garrafa térmica Exata e o exclusivo sistema Ambifresh, desenvolvido para a filtragem de coifas da Tramontina fabricadas no País.

As garrafas térmicas da linha Exata foram desenvolvidas pela Design Único, marca gaúcha que exista há 10 anos. Para Gustavo Giorgi, sócio proprietário ao lado de Elisa Tramontina, o iF é o “Oscar do Design Mundial, o maior reconhecimento possível para a empresa”. Ele conta que o diferencial da garrafa é a alça escondida – característica que a torna única no mercado. Outro destaque do produto é o total revestimento em aço inox, interna e externamente. Além disso, o botão de acionamento também é em aço inox. “Isso possibilita que o consumidor tenha uma experiência legítima da Tramontina a cada uso. Toda a vez que ele tocar na garrafa, estará em contato com o aço inox, assinatura da história da empresa”, complementa Giorgi.

Os filtros de carvão ativado Ambifresh foram desenvolvidos para uso exclusivo em coifas Tramontina fabricadas no Brasil. O novo filtro reúne compostos absorventes que, aliados à nanotecnologia, garantem alta performance na remoção de odores resultantes do processo de cozimento. São quatro opções de filtros com características e eficiências diferentes, que atendem aos mais variados perfis de usuários, de acordo com seus hábitos na cozinha. Os modelos chegam a 81% de eficiência, com vida útil 3x maior que os filtros de carvão ativado comuns. As quatro opções podem ser instaladas em qualquer modelo de coifa Tramontina fabricada no Brasil (exceto o modelo de embutir), desde que no modo depurador.

Prefeitura de Fortaleza seleciona formadores da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental

Posted on Updated on

A Prefeitura de Fortaleza(CE) está com inscrições abertas para a seleção pública de formadores da educação infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental. No total, 14 vagas são ofertadas para os cargos. As inscrições devem ser feitas até amanhã (3.2), pela internet, no Canal de Concursos e Seleções da Prefeitura. 

Para concorrer ao cargo de formador da educação infantil, é exigida graduação em pedagogia e/ou letras e experiência profissional mínima de dois anos nos anos iniciais da educação infantil. Já para o cargo de formador dos anos iniciais do Ensino Fundamental, é necessário graduação em pedagogia e/ou letras e experiência profissional mínima de dois anos nos anos iniciais do Ensino Fundamental.

O processo seletivo será realizado em duas etapas, sendo a primeira composta por análise de títulos e experiência profissional e a segunda pela aplicação de prova didática, apenas para os candidatos aprovados na primeira etapa. Ambas etapas serão de caráter eliminatório e classificatório.

Para se inscrever, os interessados devem acessar o Canal de Concursos e Seleções da Prefeitura de Fortaleza, preencher o formulário eletrônico e pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 110.

De acordo com o edital de abertura, o profissional selecionado será contratado sob o regime de contrato administrativo, regido pela Lei Complementar Municipal nº 0158/2013, e terá sua remuneração referente à jornada de trabalho 40 horas semanais no valor de R$ 4.534,64.

Associação de Comércio Eletrônico avalia que setor deve faturar R$ 79,9 bi em 2019

Posted on Updated on

Os Correios confirmaram reajuste de 8,03% no valor dos fretes em compras. A mudança chega em 6 de março e, segundo a estatal, o aumento ainda ficou abaixo do IGP-M de 2018, que foi de 8,74%. Para os os lojistas virtuais e quem vende em marketplaces, o aumento não é uma boa notícia, já que muitos precisaram se organizar para o valor não ficar tão alto e prejudicar as vendas. De acordo com estimativa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, a ABComm, o volume de vendas do comércio eletrônico deve chegar a R$ 79,9 bilhões em 2019.

De acordo com Frederico Flores, especialista em marketplace e head da Becommerce (www.becommerce.com.br), empresa do Grupo Mercado Livre, o frete ainda é o maior responsável pelos custos logísticos no Brasil. “O frete no Brasil representa cerca de 60% do valor total da venda e muitas vezes isso é um problema. Da perspectiva do consumidor, ele geralmente procura o frete grátis ou de menor valor”. Com o reajuste no preço o lojista precisará se organizar para repassar esse custo, que muitas vezes impacta no preço dos produtos”, explica.

O especialista dá algumas dicas para os lojistas já se prepararem para os efeitos do aumento do frete dos Correios.

Negocie com fornecedores

Ao negociar o preço com fornecedores é possível cortar custos em uma ponta para compensar o gasto na outra, o que pode significar manter o valor do frete e dos seu produtos também.

Estimule o mínimo de compras

Estabeleça um valor ou quantidade mínima de peças para compra que viabilize a oferta de frete mais barato ou até grátis. Essa estratégia ajuda a vender mais itens em uma única compra – compensando o benefício do frete oferecido ao consumidor.

Tenha uma rede de distribuição

Trabalhe com mais de uma transportadora. Cada uma tem a sua especialidade de entrega: produtos leves, pesados ou categoria específica. Isso pode baratear custos. Também use empresas com entrega rápida, que atendam regiões onde há mais clientes. Optar por entregas ecológicas, como as bikes, também é uma boa opção – caso você atenda locais próximos ao seu estoque.

Faça promoções localizadas

Realize ações direcionadas a regiões onde há maior concentração de clientes. Você pode filtrar também as localidades com fretes mais baixos e criar ações como a venda casada de produtos, os combos – se livrando daqueles itens que ficaram encalhados no estoque.

Invista em tecnologias e softwares eficientes

Ainda de acordo com o especialista, para não ser pego desprevenido com mudanças como essa é preciso ter uma gestão de qualidade que ajude a controlar toda a logística do seu e-commerce e tomar decisões assertivas para não prejudicar a saúde financeira do seu negócio.

A Becommerce, por exemplo, é a maior plataforma para gestão de vendas em marketplaces da América Latina a oferecer serviços que ajudam o vendedor a centralizar e automatizar todas as etapas do processo de venda, desde o primeiro contato do cliente com a sua loja até a entrega do produto. Por meio da Becommerce é possível gerenciar produtos e estoque, organizar anúncios nos maiores marketplaces, configurar frete e até ter acesso a relatórios com o total de vendas, faturamento e lucratividade das lojas.

A redução dos dólar e os benefícios para a economia

Posted on Updated on

A moeda americana chegou a bater R$ 4,19 em setembro de 2018. Porém, após o aumento da probabilidade de o candidato de extrema direita ser eleito e posterior concretização o dólar começou a esboças a sua tendência de queda. Hoje, a cotação já está próxima de R$ 3,70 e o indicativo de que a baixa deve permanecer contamina todos os economistas, até mesmo os mais pessimistas. Para o Diretor de Câmbio da FB Capital, Fernando Bergallo, com a aprovação da reforma da previdência e demais medidas de corte de gastos e impulsionamento da economia, é bem provável que a cotação alcance R$ 3,20 até dezembro. “O mundo está olhando para o Brasil novamente como a bola da vez e isso atrai muito fluxo cambial estrangeiro para o país”, explica.

O especialista listou oito pontos positivos para os brasileiros com o dólar próximo de R$ 3,00.

1 – Inflação: Embora a inflação esteja no controle e na sua mínima histórica, diversos insumos são importados, como o trigo que faz o pão francês e abastece a mesa do café da manhã dos brasileiros. A queda da moeda americana baratearia estes produtos e provocaria uma deflação em determinados itens e impactaria o IPCA.

2 – Combustível: A nova política de preços adotada pela Petrobras acompanha o dólar e o barril de petróleo, ou seja, quando estes sobem, o valor na bomba de combustível, também. Com a queda do dólar, como já vem ocorrendo, é automática a redução do preço da gasolina, álcool e óleo diesel. Mesmo para quem não tem carro, isso segura o valor da passagem do transporte público ou faz com que o aumento seja menor.

3 – Viagens Internacionais: O transporte aéreo se popularizou nos últimos 10 anos. Muitas pessoas que só viajavam de ônibus hoje utilizam o avião para visitar a família em outro estado, por exemplo. Com as redes sociais muitas pessoas que não tinham o hábito de viajar se inspiraram nos amigos e passaram a gastar com este item de entretenimento. Países da América do Sul, como Argentina e Chile acabam sendo mais procurados por apresentarem valores menores. O sonho de conhecer os Estados Unidos também está mais próximo do brasileiro. Com a queda do dólar todas estas viagens internacionais ficam mais baratas.

4 – Competitividade das empresas: É muito fácil exportar com o dólar a R$ 4,00. Porém, com a moeda a R$ 3,00 fica um pouco mais complicado. Isso obriga a indústria a sair da zona de conforto e investir em tecnologia e inovação, principalmente para agregar valor ao seu produto. Competir com o mercado asiático com um item similar ao que eles produzem fica muito difícil. Entretanto, se o produto brasileiro tiver um diferencial competitivo, como o design, por exemplo, é possível cobrar mais caro.

5 – Intercâmbio: É fato que o sistema educacional dos países de primeiro mundo está muito na frente do brasileiro. Além disso, a estrutura de país e organização, também. O intercâmbio estudantil é sem dúvida alguma um dos pilares de transformação social, tanto que alguns governos estaduais, tem enviado alunos de diversas classes sociais para localidades como Estados Unidos e Canadá. Com o dólar mais baixo, mais pessoas tem acesso.

6 – Taxa de juros: Com a inflação mais baixa o governo tem ainda mais margem para reduzir a taxa de juros. Com isso aumenta o crédito e acelera a economia. O impacto é imediato na geração de empregos, impostos e aumento do poder de compra do brasileiro.

7 – Importados: Hoje tanto quem está no Brasil tem dificuldades de comprar um item importado. Um perfume que custa US$ 100,00 se transforma em R$ 500,00 com os impostos e custos de importação. Mesmo quem viaja para fora do país não observa grandes diferenças de preços. Um iphone no Brasil é cerca de 15% mais barato do que nos EUA. Um desconto muito pequeno. A queda da moeda americana facilitaria o acesso do brasileiro a itens importados.

8 – Investimentos no setor produtivo: A maioria das máquinas de primeira linha de qualquer setor são importadas de países como Alemanha, Japão, EUA e China. Com o dólar nas alturas o empresário adia o investimento, em razão do risco elevado do retorno do capital.

Atividade industrial no Ceará sofre contração em dezembro

Posted on Updated on

A pesquisa resultados da Sondagem Industrial, realizada pelo Observatório da Indústria da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), indica que o Ceará apresentou contração da atividade industrial em dezembro, em especial na produção. No entanto, as expectativas dos industriais cearenses seguem otimistas para os próximos seis meses.

A produção industrial registrou queda pelo segundo mês consecutivo ao registrar 39,5 pontos. Mesmo que o recuo seja usual em dezembro, o valor representa o menor patamar alcançando para o mês desde 2015. Em consonância com a queda da produção, observou-se a diminuição do quadro de funcionários da indústria e a expansão da ociosidade industrial, visto que o setor operou com capacidade abaixo do usual para o mês. Já os estoques de manufaturados situaram-se novamente em patamar planejado.

Apesar da contração da atividade industrial, as expectativas dos industriais cearenses se mantêm otimistas. As perspectivas referentes à demanda, às exportações e à compra de matérias-primas projetam cenário de crescimento para os próximos seis meses. No entanto, não há sinalização para expansão do quadro de funcionários do setor industrial.

Por fim, após três meses consecutivos de crescimento, a intenção de investimentos na esfera produtiva cearense apresentou um decréscimo de 3,5 pontos ante dezembro ao alcançar 61,6 pontos. Apesar do recuo, o índice situa-se acima da média histórica de 51,3 pontos e ainda representa forte otimismo para a realização de investimentos em 2019.

Juazeiro do Norte tem expectativa de voos charters

Posted on Updated on

Além dos noves voos regulares diários, o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, pode ganhar voos charters (fretados) com foco turístico, saindo de São Paulo, a partir de junho de 2019, através de parceria do Governo do Estado com a operadora de turismo CVC, a maior no Brasil. A empresa detém mais de 80% do mercado.

“Por meio do turismo é possível desenvolver toda a região, gerando emprego e renda”, afirma o titular da Setur, em Juazeiro do Norte, Júnior Feitosa.

O secretário, que acompanhou a visita de diretores aos pontos turísticos da cidade, em outubro, está otimista. “Esperamos contar com o investimento do Governo do Estado no plano de marketing”, ressalta.

O Aeroporto deve ser concedido à iniciativa privada em leilão do Governo Federal, previsto para 15 de março de 2019.
Este ano, de janeiro a outubro, o equipamento recebeu mais de 458,3 mil passageiros.

Em julho, foram 62.370, a maior movimentação da sua história, segundo a Empresa Brasileiros de Infraestrutura Aeroportuária – Infraero, atual administradora do aeroporto.

“A perspectiva da parceria com a CVC reforça todo o trabalho que a gestão do Prefeito Arnon Bezerra vem desenvolvendo, para envolver empresários e setores relacionados ao turismo. Estamos no rumo certo”, finalizou Júnior Feitosa.

Suspensão do shutdown do governo dos EUA implica mais uma curta prorrogação do visto EB-5

Posted on Updated on

Após 35 dias, o governo norte americano suspendeu o shutdown na última sexta-feira, dia 25, e o Congresso americano anunciou a prorrogação do Programa EB-5 até o próximo dia 15 de fevereiro. Com essa extensão, o valor do aporte se mantém em US$ 500 mil, cota destinada a projetos cujo objetivo é gerar postos de trabalho em território norte-americano.

Durante o shutdown alguns processos foram impactados e o Programa EB-5 teve algumas restrições: pausa nas novas entrevistas de visto de imigrante e proibição de investidores participantes arquivar ajustes nas solicitações de status. Estas atividades foram retomadas e devem seguir normalmente até o dia 15 de fevereiro.

A prorrogação é uma oportunidade para quem está investindo poder avançar em seu processo e principalmente, para novos aplicantes entrarem no Programa ainda pelo valor de US$ 500 mil. “O EB-5 está sendo discutido pelo governo americano desde 2015 e alguns pontos importantes em relação a compliance devem ser alterados. Além disso, deverá ser anunciado um reajuste do valor mínimo de investimento”, comenta Ana Elisa.

Sobre o programa EB-5

O EB-5 é um programa credenciado pelo governo norte-americano que oferece visto permanente (Green Card) a quem investir em projetos para a geração de empregos naquele país. O valor de aporte é atualmente de US$ 500 mil, com uma probabilidade de aumento pelo congresso americano nos próximos meses. O Brasil é o 6º país do mundo com mais emissão de EB-5 e o primeiro das Américas, com 388 vistos, a frente da Venezuela (237), México (174), Canadá (109) e Colômbia (56).

Sobre a LCR Capital Partners

A LCR Capital Partners é uma empresa global autorizada pelo governo norte-americano a assessorar estrangeiros que sonham viver nos Estados Unidos, sem as amarras dos vistos de estudante ou de negócio que expiram, acabado o curso ou o contrato de trabalho. Mais detalhes no site https://www.lcrcapital.com/br.

Entidades lançam fundo para educação pela equidade racial

Posted on Updated on

A Fundação Lemann, organização não-governamental sem fins lucrativos que trabalha com educação e formação de lideranças, e a W.K. Kellogg Foundation anunciam a criação de um fundo patrimonial de US$ 2 milhões (cerca de R$ 7,5 milhões) que será administrado pelo Fundo Baobá, instituição dedicada a fomentar a equidade racial no Brasil.

Cinco por cento dos rendimentos do fundo patrimonial será destinado à concessão de bolsas de estudo para estudantes negros em programas de pós-graduação em áreas como saúde, educação e gestão pública das universidades de Harvard, Columbia, Stanford, MIT, Illinois de Urbana-Champaign (UIUC) e de Oxford, que são parceiras do programa Lemann Fellowship, da Fundação Lemann. A iniciativa Lemann Fellowship, oferece há mais de 10 anos bolsas individuais e oportunidades de desenvolvimento profissional a pessoas que trabalham com impacto social. A expectativa é que, a partir de 2020, estudantes tenham todas as despesas anuais custeadas.

“A Fundação Lemann acredita que garantir igualdade de oportunidades é essencial para que o Brasil se transforme no país justo e desenvolvido que todos buscamos. A criação de um fundo patrimonial dedicado à equidade racial no nosso programa Lemann Fellowship é uma das iniciativas que estamos promovendo para perseguir esse objetivo”, afirma Denis Mizne, diretor-executivo da Fundação Lemann. “É um prazer assinar esse comprometimento junto à Kellogg e ao Baobá, duas organizações que possuem um trabalho robusto e consolidado na promoção de equidade racial”.

Como funciona o fundo patrimonial

O recurso doado pela Fundação Lemann irá compor o fundo patrimonial que é resultado de um compromisso de contrapartida firmado pela W.K. Kellogg Foundation com o Fundo Baobá em 2011. Por meio de práticas jurídicas, administrativas e de gestão pautadas na transparência, o Fundo Baobá está construindo um Fundo Patrimonial formado por doações contínuas de empresas, organizações e pessoas físicas. Essas doações recebem uma contrapartida da Fundação Kellogg, sendo de 3 para 1 em caso de doações nacionais e 2 para 1 em caso de doações internacionais, em um processo conhecido por matchfunding.

“O Baobá é a única organização brasileira que opera com exclusividade em prol da equidade racial, mobilizando pessoas e recursos, no Brasil e no Exterior, com vistas a apoiar projetos que promovam a justiça social através de organizações afro-brasileiras da sociedade civil”, explica Selma Moreira, Diretora Executiva.

“As experiências adquiridas em instituições internacionais de excelência são elementos que ainda faltam no processo de desenvolvimento de capacidades de estudantes brasileiros negros. A parceria estabelecida entre Fundo Baobá, W.K. Kellogg Foundation e Fundação Lemann é de suma importância para a população negra e a sociedade brasileira como um todo porque reitera que as transformações sociais se sustentam caso haja melhor e maior investimento na educação, na interculturalidade e na ampliação das redes de contatos”, afirma Fernanda Lopes, Diretora de Programa do Fundo Baobá.

Promoção da diversidade

A criação desse fundo patrimonial faz parte de uma série de ações da Fundação Lemann para promover diversidade em seus programas de formação de liderança. A organização acaba de lançar, também, a Ponte de Talentos, uma iniciativa inédita no Brasil que prepara, gratuitamente, estudantes para os processos de admissão em universidades americanas com o objetivo promover equidade racial e econômica.

Além disso, a Fundação Lemann está criando projetos com suas universidades parceiras no exterior para que a seleção de bolsistas brasileiros também priorize a diversidade racial e econômica. Os projetos serão anunciados ainda em 2019.

Sobre a Fundação Lemann

A Fundação Lemann acredita que um Brasil feito por todos e para todos é um Brasil que acredita no seu maior potencial: as pessoas. Isso envolve a garantia de educação de qualidade para todos e o desenvolvimento de profissionais comprometidos e preparados para liderar mudanças, gerando impacto social positivo. Para alcançar esse objetivo, colaboramos com iniciativas que ajudam a construir um país mais justo, inclusivo e avançado. Saiba mais em fundacaolemann.org.br

Sobre o Lemann Fellowship

O Programa Lemann Fellowship ajuda a formar líderes para o Brasil, em parceria com algumas das melhores universidades do mundo. Com oportunidades de desenvolvimento e contatos com centenas de pessoas das redes Fundação Lemann, os Lemann Fellows podem se tornar líderes cada vez mais completos. Hoje, o programa já soma mais de 400 profissionais comprometidos com a transformação do país. Saiba mais em fundacaolemann.org.br/projetos/lemann-fellowship

Sobre o Fundo Baobá

O Baobá – Fundo para Equidade Racial é uma instituição filantrópica de abrangência nacional, fundada em 2011, cuja missão é promover a equidade racial e a visão é enfrentar o racismo e contribuir, decisivamente, para que a equidade racial seja reconhecida como essencial para a democracia brasileira e o pleno desenvolvimento do país. Atua em meio a diferentes atores envolvidos e dedicados à promoção da igualdade racial quer sejam movimentos sociais; organizações de base; instituições civis de apoio e assessoria a movimentos sociais; sindicatos de trabalhadores; entidades de classe; núcleos de ensino, pesquisa e extensão universitária; iniciativas empresariais; consultorias empresariais; órgãos do poder Executivo (municipal, estadual e federal); conselhos de controle social de políticas públicas (municipal, estadual e federal); dispositivos especiais nos poderes Legislativo e Judiciário (municipal, estadual e federal).

O Baobá se relaciona com instituições nacionais e internacionais de cooperação com destaque para as fundações filantrópicas, instituições de investimento social privado, empresas e organizações sociais com as mais diferentes orientações temáticas e atua em linha com a Convenção Internacional sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial; Declaração e Programa de Ação adotados na III Conferência Mundial contra o Racismo, a Discriminação Racial, a Xenofobia e as Formas Conexas de Intolerância (Durban, 2001), o Estatuto da Igualdade Racial, Lei Federal 12.288/2010; o Programa de Atividades da Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024), aprovado pela Assembleia Geral das Nações Unidas. Saiba mais em baoba.org.br.

Campanha “Ceará Sem Drogas” completa cinco anos de mobilizações

Posted on Updated on

A Campanha Ceará sem Drogas, idealizada pelo presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Zezinho Albuquerque (PDT, foto), está completando cinco anos de existência. Fortaleza foi o primeiro município a receber a mobilização, no ano de 2014.

“Este grande projeto, que teve a ajuda de todos os senhores deputados, faz com que o jovem pense várias vezes antes de ter curiosidade de experimentar qualquer droga. O número de dependentes é crescente em todo o mundo, e por isso, se faz necessária políticas públicas para o assunto”, afirma Zezinho Albuquerque.

O deputado se considera satisfeito com a evolução da Campanha, e pelo compromisso de continuidade da mobilização pela próxima Mesa Diretora da Casa.

O governador Camilo Santana sancionou a lei nº 16.694/18, que institui o Dia do Ceará sem Drogas. A data será celebrada, anualmente, em 31 de janeiro e integrará o Calendário Oficial de Eventos do Estado do Ceará.

A lei é oriunda do projeto de lei nº 53/2018, de autoria do deputado Joaquim Noronha, com coautoria do deputado Zezinho Albuquerque. A intenção dos parlamentares, ao apresentar a proposta, foi transformar a data em um marco para a prevenção do uso de entorpecentes e o enfrentamento da dependência química.

Mais de 63 mil estudantes foram diretamente beneficiados com a Campanha, em 27 edições, realizadas em 25 cidades cearenses. Os jovens ouviram o relato do ex-jogador de futebol e comentarista Walter Casagrande, grande parceiro da iniciativa e que foi dependente químico durante muitos anos de sua vida. Casagrande narra toda sua trajetória antes, durante e depois do vício.

Fruto da campanha, foi criado o Fundo Estadual de Políticas sobre Álcool e Outras Drogas. O projeto de iniciativa de Zezinho Albuquerque foi aprovado por unanimidade pelos deputados estaduais e viabilizado pelo então governador Cid Gomes. O objetivo do Fundo é facilitar a captação, o repasse e aplicação de recursos destinados a execução das atividades do Sistema Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas. Alguns conselhos municipais sobre drogas também foram criados em municípios que a campanha Ceará sem Drogas percorreu.

Zezinho Albuquerque ressalta ainda outras ações para a juventude realizadas pela Casa do Povo, durante sua gestão à frente da Presidência da Assembleia: o Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência, que recebeu recentemente o prêmio do Unicef pela elaboração do estudo “Trajetórias Interrompidas”, estudo considerado um dos três melhores (esta foi a primeira vez que o Brasil recebeu este reconhecimento); e o projeto “Parlamento e sua História”, que desde o início da sua gestão, contemplou 30 mil alunos de 763 instituições de ensino públicas e privadas.

“Foram seis anos como presidente da Assembleia, tivemos o prazer de contribuir muito com o crescimento do Estado, olhando verdadeiramente para a nossa juventude de uma forma mais carinhosa e atenciosa. Costumo dizer que tudo passa pela Assembleia, sou muito grato por esta equipe maravilhosa de funcionários, que fazem juntos com os deputados este Poder”, completa.