Piauí

Senadora alerta para gestão de água

Posted on Updated on

Da Agência Senado:

A senadora Regina Sousa (PT-PI) manifestou no plenário do Senado preocupação com o período das chuvas, que tem trazido riscos para os moradores de municípios piauienses como Esperantina, Campo Maior e José de Freitas. Segundo a senadora, os rios que cortam a região apresentam chances de transbordar e alagar as casas.

Por outro lado, Regina Sousa lamentou a falta de estrutura para armazenar água nessas cidades. Ela observou que, por esse motivo, os cidadãos que agora sofrem com os alagamentos, em breve, voltarão a conviver com a seca e a ter seu abastecimento por meio de carros-pipa.

Segundo a senadora, além de a cisterna ser a única tecnologia para captação de água na região, nem todas as cidades, especialmente os moradores da zona rural, dispõem dessa estrutura para aproveitar o período chuvoso, “porque as cisternas encheram em fevereiro; elas estão cheias desde fevereiro, os que têm cisterna. Então, precisamos, também, pensar nisso”.

Piauí articula parque tecnológico com instituição espanhola

Posted on Updated on

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), reuniu-se com o presidente da Associação Internacional de Parques de Ciência e Áreas de Inovação (Iasp), o espanhol Josep Piqué, para assinatura de termo de cooperação entre o Estado e a incubadora La Salle Technova, localizada em Barcelona e uma das mais importantes da Europa. Uma das metas do acordo é a criação de parque tecnológico no Piauí, balizado no encontro das necessidades de desenvolvimento regionais com as experiências exitosas espanholas, conciliando parcerias governamentais e empresariais.

Os parques de ciência e tecnologia têm compartilhado modelos inovadores com universidades, empresas e governos de todo o mundo. Para Piqué, o Piauí é um território com oportunidades a serem exploradas.”Para mim é uma honra estar em Teresina e poder compartilhar e reconhecer o trabalho e a capacidade que tem o Estado para orientar para o crescimento e desenvolvimento econômico e social deste estado”, pontuou.

Wellington Dias destacou quais as vertentes de desenvolvimento a serem fomentadas com a parceria. “Aqui nós temos condições de trabalhar na área de fármacos, na área vinculada à área de tecnologia em geral. Estamos com investimentos grandes na área de fibra ótica e tecnologia para a educação. Temos ainda um campo na área de tecnologia para a irrigação conciliada a tecnologia eólica e solar”, explicou.

Para o diretor-presidente da Fapepi, Francisco Guedes, a metodologia espanhola foi pensada para funcionar em outras realidades geográficas. “A metodologia do Pique aplicada em Barcelona é uma metodologia aplicável em todo o mundo, pode ser feita desde em uma cidade de 200 mil habitantes a uma cidade de 30 mil. É um modelo de desenvolvimento regional inovador com empreendedorismo social, é fantástico”, revela.

As universidades do Piauí, como a Ufpi, a Uespi e o Instituto Federal, deverão contribuir com suas equipes de pesquisa e investigação científica. Um novo encontro foi agendado para a próxima semana com todos os agentes envolvidos no acordo de cooperação, incluindo o Município de Teresina.

Unopar implantará polo em Parnaíba (PI)

Posted on Updated on

O prefeito de Parnaíba (PI), Francisco de Assis Moraes Souza, o “Mão Santa”, se reuniu com o proprietário do polo da Universidade Unopar em Teresina, Francisco Juriti. O empresário comunicou o início dos preparativos para instalação da instituição em Parnaíba, considerada hoje a melhor do Brasil na modalidade de ensino à distância.

Juriti disse que a universidade será instalada oficialmente no próximo dia 28, e que em maio será realizado o primeiro vestibular para 50 cursos. Informou também que a Unopar em Parnaíba vai funcionar no turno da noite nas instalações do Colégio Diocesano.

O empresário explicou que há duas modalidades de ensino na instituição, sendo uma cem por cento online, na qual e o aluno assiste as aulas em casa por meio o computador e até celular e comparece à sede do polo uma vez por mês para fazer provas.

Na outra modalidade, o aluno comparece ao polo uma vez por semana para assistir as aulas.

 

Teresina se destaca em prêmio de práticas inovadoras em gestão municipal

Posted on Updated on

Teresina, capital do Piauí, é finalistas do Prêmio Municiência 2018, promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). O concurso identifica, reconhece e reaplica práticas inovadoras em gestão municipal. Com os processos participativos digitais na Revisão do Plano Diretor de Ordenamento Territorial de Teresina e do Plano Plurianual, a capital piauiense ficou entre as 15 finalistas em meio a 252 cidades brasileiras que se inscreveram.

A próxima fase é por meio de votação popular que garantirá a cidade vencedora. A votação ocorre até 27 de abril ,pelo site http://www.municiencia.cnm.org.br/principal/votacao. O resultado será divulgado em 30 de abril.

Com os processos participativos, Teresina criou uma metodologia de engajamento da sociedade na gestão pública por meio digital, aproximando cidadãos e governo e promovendo mais transparência e responsabilização no planejamento. Além de reconhecer o papel das tecnologias e redes sociais na construção de políticas públicas e no fortalecimento da governança. Buscou-se também levar conhecimentos técnicos de urbanismo e gestão aos participantes, traduzindo conceitos complexos para linguagem popular, aproximando assim o discurso técnico e o social.

Em parceria com o aplicativo Colab, um canal digital de comunicação direta com a população, o processo finalista foi uma criação da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação(Semplan), por meio de sua Secretaria Executiva de Planejamento Urbano, da Secretaria Executiva de Orçamento e Controle de Gestão e da Agenda Teresina 2030.

Câmara aprova duas novas universidades no Nordeste

Posted on Updated on

O plenário da Câmara federal aprovou Projeto de Lei do Poder Executivo que cria a Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar), a partir do desmembramento da Universidade Federal do Piauí (UFPI). O texto, aprovado na forma de um substitutivo do Senado, será enviado à sanção presidencial.

A novidade é a criação de outra universidade por desmembramento, a Universidade Federal do Agreste de Pernambuco (Ufape), oriunda da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Segundo a proposta, a UFDPar será integrada pelo campus de Parnaíba, com a transferência automática dos cursos de todos os níveis e dos alunos regularmente matriculados, assim como os cargos ocupados e vagos do quadro de pessoal da Universidade do Piauí alocados nesse campus.

A nova universidade atenderá à microrregião do litoral piauiense, com área de 9.658 km² e população de 303,5 mil habitantes, segundo o censo do IBGE de 2010.

Presidente do BNB aponta indicadores de aquecimento da economia no Nordeste

Posted on

O Banco do Nordeste tem mais de R$ 18 bilhões em propostas para contratação de financiamentos em suas esteiras negociais e de análise de crédito. A informação é do presidente da instituição, Romildo Rolim. Ele explica que a demanda é um bom indicador do aquecimento da economia na Região.

A afirmação foi feita na abertura do seminário “O Futuro do Nordeste”, organizado pelo Grupo Folha e realizado na sede do BNB, em Fortaleza. O evento discutiu oportunidades e soluções para a economia nordestina.

“As contratações com as novas taxas de juros foram autorizadas há três semanas. Nossas esteiras negociais estão lotadas, desde o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf, até operações com grandes empresas”, informou.

O presidente do Banco referiu-se às novas regras de cálculo de juros do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), que levam agora em consideração o Coeficiente de Desigualdade Regional, divulgado pelo IBGE. Com a mudança, os juros dos financiamentos com a fonte FNE podem chegar a patamares de 37% a 68,5% mais baixos em relação às taxas praticadas no mercado.

Romildo Rolim ressaltou que o BNB deve aplicar R$ 42 bilhões até o fim do ano, sendo R$ 30 bilhões pelo FNE e mais R$ 12 bilhões por meio dos programas de microfinanças urbano (Crediamigo) e rural (Agroamigo).

O seminário abordou os problemas e soluções do Nordeste em áreas como produção industrial, tecnologia, energia, infraestrutura logística e turismo.

O superintendente de Políticas de Desenvolvimento do Banco do Nordeste, Henrique Jorge Tinoco de Aguiar, apresentou os financiamentos que o Banco dispõe para a infraestrutura regional no painel “Entraves e soluções para a infraestrutura logística”, ao lado da diretora de desenvolvimento comercial do Porto do Pecém, Rebeca Oliveira, e da secretária de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza, Águeda Muniz.

Tinoco enfatizou a possibilidade de o BNB financiar até 80% de projetos de infraestrutura, com taxas de juros diferenciadas em contratações voltadas para áreas de saneamento, água e logística.

A expectativa é que o Banco do Nordeste aplique R$ 16 bilhões em projetos de infraestrutura só em 2018.

Prêmio BNB de Jornalismo prorroga inscrições

Posted on Updated on

O Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo em Desenvolvimento Regional 2018 está com inscrições prorrogadas. Agora, trabalhos de todo o país têm até o dia 23 de março para concorrer em iniciativas que retratem desenvolvimento na área de atuação do BNB, que inclui os Estados nordestinos e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, e concorrer a R$ 191 mil em prêmios.

Os materiais podem ser inscritos pela internet ou pelos Correios, no caso de material televisivo. O site do Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo é www.bnb.gov.br/web/premio-banco-do-nordeste-de-jornalismo. O regulamento está lá e ele explica que os concorrentes disputam dez prêmios, nas categorias mídia impressa, rádio, TV e internet. As matérias devem ter sido publicadas em 2017, em veículos de imprensa ou mídias-laboratório.

Para o Prêmio, o tema desenvolvimento regional abrange mais do que a vertente econômica. Também são consideradas produções que abordem iniciativas como as sociais, culturais e ambientais, que promovam a melhoria na qualidade de vida das pessoas da Região. São exemplos de subtemas: expansão de crédito; empreendedorismo; geração de empregos, ocupação e renda; tecnologia e inovação; responsabilidade socioambiental; e manifestações culturais.

O Grande Prêmio Nacional da edição 2018 tem o tema “O papel das cidades médias para o desenvolvimento regional” e pagará a maior premiação: R$ 38 mil. Os vencedores das categorias mídias impressa, rádio, TV e internet do Prêmio Banco do Nordeste de Jornalismo em Desenvolvimento Regional receberão R$ 22 mil cada. Os ganhadores das quatro categorias regionais serão reconhecidos com R$ 15 mil e o melhor trabalho universitário receberá R$ 5 mil.

Fiepi investe em alimentação saudável

Posted on

Do portal da Federação das Indústrias do Estado do Piauí:

O Programa Sesi Alimentação Saudável na Indústria prevê ações educativas que influenciem os trabalhadores da indústria a terem hábitos alimentares mais saudáveis, além de tratamento nutricional para os casos de risco de adoecimento ou de doenças já instaladas, principalmente, obesidade, diabetes, pressão e colesterol altos.

Segundo o “Perfil Epidemiológico de Fatores de Risco para Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT’s) em Trabalhadores da Indústria”, do SESI, metade dos empregados está acima do peso ideal e 26,3% sofrem de hipertensão. Diante desse cenário, o investimento na melhoria da qualidade de vida dos funcionários se torna cada vez mais necessário para o aumento da competitividade das empresas.

O programa oferece intervenções em diferentes níveis de complexidade, de acordo com as necessidades de cada indústria. Para despertar nos trabalhadores o interesse por uma alimentação saudável e equilibrada, o programa oferece dois tipos de ações educativas:

Ações educativas pontuais: atividades com abordagem rápida, de facil aplicação, mais baratas e que prevêem interação do funcionário. Exemplos: kit palestras, material educativo e encontros coletivos com nutricionistas;
Ações educativas vivenciais: atividades com abordagem processual, com maior tempo de intervenção e com participação mais efetiva do trabalhador. Exemplos: Oficina Vivencial, Sesi Cozinha Brasil, Curso de Planejamento de Cardápio.

Para os colaboradores que apresentam risco de desenvolver alguma doença ou já tenham enfermidades, além da educação nutricional, também é oferecido tratamento personalizado com nutricionista.

*** ***

Leia mais aqui.

Cesta básica mantém índices nas capitais nordestinas

Posted on Updated on

Nenhuma capital do Nordeste teve incremento no preço da cesta básica, avaliando-se os índices acumulados nos últimos 12 meses. A informação é do Banco do Nordeste.

As maiores quedas foram registradas em Salvador (BA) (-6,4%), São Luís (MA) (-4,2%) e João Pessoa (PB) (-4,1%). Em seguida, aparecem Aracaju (SE) (-2,9%), Recife (PE) (-2,8%), Fortaleza (CE) (-1,8%) e Natal (RN ) (-0,8%). Em janeiro, porém, houve expressivas elevações em todas elas. A pesquisa não alcançou Maceió (AL) e Teresina (PI).

Em relação a valores monetários, Fortaleza continua com a cesta básica mais cara no Nordeste (R$ 387,61). A cesta básica dos fortalezenses é 8,1% maior que o valor da cesta regional (R$ 358,66) e supera em 16% a cesta mais barata da Região, a de Salvador (R$ 333,98). O custo da cesta básica nas demais capitais é: João Pessoa (R$ 368,76), Natal (R$ 360,48), Recife (R$ 356,47), São Luís (R$ 355,22) e Aracaju (R$ 349,97).

As variações mais expressivas em 12 meses foram verificadas nos preços da banana (+12,1%) em Recife e do tomate (+5,5%) e do pão (+4,4%) em Salvador. As maiores retrações foram verificadas no preço do feijão (-43,8%) e da banana (-13,2%), ambos em Salvador, e leite (-12,8%) em Recife.

O estudo do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste, área do BNB que analisa dados do Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos, conclui que os aumentos da cesta básica têm superado a variação da inflação do país. Em conseqüência, as famílias de baixa renda são penalizadas.

Articulação defende subsídio do milho

Posted on Updated on

 

O presidente do Senado, o cearense Eunício Oliveira (PMDB), iniciou com o presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Francisco Marcelo Rodrigues Bezerra, mobilização para estender os efeitos de portaria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que beneficia pequenos criadores e agroindústrias de pequeno porte das regiões Norte e Nordeste.

A portaria dá aos pequenos produtores, por meio do Programa Vendas em Balcão da Conab, acesso aos estoques de milho do governo a preços compatíveis aos do mercado atacadista local. Mas a regra perderá validade já em 31 de dezembro próximo, o que pode prejudicar milhares de produtores e criadores rurais.

Em decorrência da medida, a saca de 60 kg é vendida hoje a R$ 33 nos municípios do Norte e Nordeste.

O presidente da Conab argumenta que, com sete meses em vigor, as repercussões da Portaria são “bastante
expressivas” na movimentação da economia local. Segundo estudo da Companhia, no volume de vendas nos 15 estados atendidos, de 10 de abril passado a 9 de novembro, o comércio em balcão de milho em grãos a preço subsidiado superou 86% o volume de vendas no mesmo período de 2016.

Eunício disse que vai tratar com o presidente da República, Michel Temer, e com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, defendendo a prorrogação da medida.