Uece está entre as melhores universidades do mundo, segundo o ranking Webometrics

Posted on Updated on

Desde 2004, o Ranking Web of Universities é publicado duas vezes por ano, avaliando quase 30 mil Instituições de Ensino Superior em todo o mundo e, no primeiro resultado divulgado em 2019, a Uece está entre as 10% melhores instituições, considerando o cenário internacional. No Brasil, se mantém em 13º lugar entre as melhores universidades estaduais e a performance coloca a Estadual do Ceará entre as 5% mais bem colocadas da América Latina.

O objetivo do relatório é promover a presença acadêmica na Internet, apoiando as iniciativas de acesso aberto para aumentar a transferência de conhecimento científico e cultural gerado pelas universidades para a sociedade. No caso da Estadual do Ceará, essas publicações estão disponíveis nos sites dos Programas de Pós-Graduação e em outras páginas eletrônicas, tornando possível seu acesso livre por meio de buscas no Google.

O levantamento foi divulgado já neste 2019 e teve classificação do Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC), que é vinculado ao Ministério da Educação e Formação Profissional da Espanha. Para o chefe de gabinete da reitoria da Uece, Edmar Pereira, o reconhecimento é resultado da dedicação de todos os colaboradores que atuam no ensino superior público do Ceará. “Mais uma vez, a presença da Uece no ranking mostra a excelência alcançada por nossos pesquisadores, alunos e servidores, que fazem da nossa estadual a universidade de referência em diversas áreas do conhecimento”, avalia.

Quatro indicadores são levados em consideração no ranking, pelo Cybermetrics Lab, que pertence ao Conselho Superior de Pesquisas Científicas da Espanha, ligado ao governo espanhol e dedicado ao fomento da investigação científica e tecnológica: presença, visibilidade, transparência e excelência.

No caso da Presença (tamanho), considera o número de páginas do domínio principal da instituição. Incluídos todos os subdomínios que compartilham o domínio principal e todos os tipos de arquivos como documentos em PDF. Já o Impacto (visibilidade), avalia o número das redes externas (sub-redes) originando links para as páginas da instituição. Abertura (transparência) está relacionada ao número de citações e Excelência é o índice do número de artigos mais citados.

Valor da cesta básica regional cai 2,5% no Nordeste, diz BNB

Posted on Updated on

O Nordeste fechou 2018 com queda de 2,5% no valor médio da cesta básica em relação à mesma base de comparação de 2017. A Região terminou dezembro com a cesta mais barata do Brasil, no valor de R$ 358,31. Segundo levantamento do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), nenhuma capital nordestina pesquisada apresentou incremento no valor dos alimentos.

As maiores reduções verificadas ocorreram em Salvador (-3,7%) e João Pessoa (-3,3%). Os declínios nas outras capitais foram: Aracaju (-1,9%), Recife (-1,9%), São Luís (-1,9%), Natal (-1,5%) e Fortaleza (-1,3%). A pesquisa feita com dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) não é realizada nas cidades de Teresina e Maceió.

Nesse período, os preços do conjunto de alimentos essenciais (carne, pão, banana, tomate, leite, manteiga, feijão, arroz, farinha, batata, açúcar, café e óleo) foram R$ 397,34 em Fortaleza, R$ 358,75 em Aracaju, R$ 353,40 em São Luís, R$ 345,21 em João Pessoa, R$ 343,82 em Salvador, R$ 341,40 em Natal e R$ 340,57 em Recife.

De acordo com lista regional, os bens alimentícios básicos com maiores variações foram: tomate (+24,6%) em São Luis; leite (+9,6%) em Salvador; e pão (+5,9%) em Fortaleza. Os maiores recuos registrados foram nos custos do feijão (-35,7%) em São Luis; banana (-28,1%) em Salvador; e tomate (-7,1%) em Aracaju.

Confira a pesquisa: https://bit.ly/2RKYdhe

Heitor Férrer pede desarquivamento de projetos na Assembleia do Ceará

Posted on Updated on

O deputado Heitor Férrer (SD) solicitou, na Assembleia Legislativa do Ceará, o desarquivamento de dois projetos de lei de autoria dele.
O projeto de lei de n° 241/17 determina que a Casa seja obrigatoriamente notificada do recebimento de recursos federais ou de entidades internacionais públicas ou privadas. Já o de n° 240/17 determina que a Casa seja notificada sobre os recursos repassados aos municípios.

Heitor Férrer pediu aos colegas deputados que colaborassem com a aprovação das duas matérias, em Plenário, pois segundo ele, as mesmas já tramitaram nas comissões técnicas e passaram pela Procuradoria da Casa. “Faço esse humilde pedido aqui para que possamos aprovar essas duas matérias e, como parlamentares, podermos fiscalizar ainda mais os recursos dos cearenses, pois, se somos fiscais, temos direito de saber sobre os milhões que o Estado recebe”, salientou.

Ainda de acordo com o parlamentar, os dois projetos seguem a mesma linha. “Eles darão ainda mais transparência aos recursos públicos e a sua aplicação, pois, mesmo que sejam direcionados aos municípios, a missão de fiscalizar ainda é nossa”, reforçou.

Em aparte, o deputado Walter Cavalcante (MDB) lembrou que todo e qualquer recurso que chega ao Estado já é de conhecimento da Assembleia. “Já somos conhecidos como o estado mais transparente do Brasil, justamente por sabermos da importância da fiscalização. O governo não tem o que esconder e, com certeza, vamos apreciar essa matéria em Plenário”, afirmou.

Câmara define comissões em Fortaleza

Posted on Updated on

Reuniões articuladas pelos parlamentares na Câmara Municipal de Fortalezapara formalizaram os nomes dos presidentes e vice-presidentes de quatro Comissões Técnicas para o biênio 2019-2020.

Ficaram definidos os comandos das Comissões de Orçamento, Fiscalização e Administração Pública; Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente e Mobilidade Urbana; Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda e de Segurança Pública.

Eleito presidente da Comissão de Orçamento, Fiscalização e Administração Pública, Renan Colares agradeceu os pares por sua reeleição frente a Comissão. “Os colegas vereadores me reelegeram presidente para o próximo biênio, tendo em vista o trabalho, o respeito, a qualidade do serviço e a dedicação durante os anos de 2017-2018. Eu, Renan Colares, agradeço os colegas vereadores pelo apoio”, disse. O vereador ainda atentou para as quartas-feiras como dia oficial de reunião da Comissão.

Na Comissão de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente e Mobilidade Urbana ficaram a frente os vereadores Mairton Félix (PDT), como presidente e Libânia (PR) como vice. Mairton agradeceu o apoio dos colegas por tê-lo escolhido. “Agradeço aos meus pares pela preferência para presidir a Comissão do Meio Ambiente. Sem dúvida iremos fazer um trabalho com muito amor, dedicação, responsabilidade e transparência. Sem dúvida quem vai ganhar com isso são os cidadãos e a cidade de Fortaleza”, frisou o parlamentar.

Veja a composição das quatro Comissões:

Comissão de Orçamento, Fiscalização e Administração Pública

  • Renan Colares (PDT) – presidente;
  • Dr. Porto (PRTB) – vice-presidente;
  • Didi Mangueira (PDT) – membro;
  • Paulo Martins (PRTB) – membro;
  • Iraguassú Filho (PDT) – membro;
  • Frota Cavalcante (Podemos) – membro;
  • Márcio Cruz (PSD) – membro.

Comissão de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente e Mobilidade Urbana

  • Mairton Félix (PDT) – presidente;
  • Libânia (PR) – vice-presidente;
  • Esio Feitosa (PPL) – membro;
  • Frota Cavalcante (Podemos) – membro;
  • Cláudia Gomes (PTC) – membro;
  • John Monteiro (PDT) – membro;
  • José Freire (Patriota) – membro.

Comissão de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda

  • Julierme Sena (PROS) – presidente;
  • Benigno Júnior (PSD) – vice-presidente;
  • Márcio Martins (PROS) – membro;
  • Emanuel Acrízio (PRP) – membro;
  • Dummar Ribeiro (PPS) – membro;
  • Carlos Mesquita (PROS) – membro;
  • Sargento Reginauro (sem partido) – membro.

Comissão de Segurança Pública

  • Dummar Ribeiro (PPS) – presidente;
  • Julierme Sena (PROS) – vice-presidente;
  • Evaldo Costa (PRB) – membro;
  • Michel Lins (PPL) – membro;
  • Odécio Carneiro (SD) – membro;
  • Carlos Mesquita (PROS) – membro;
  • Libânia (PR) – membro.

Reuniões articuladas pelos parlamentares na Câmara Municipal de Fortalezapara formalizaram os nomes dos presidentes e vice-presidentes de quatro Comissões Técnicas para o biênio 2019-2020.

Ficaram definidos os comandos das Comissões de Orçamento, Fiscalização e Administração Pública; Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente e Mobilidade Urbana; Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda e de Segurança Pública.

Eleito presidente da Comissão de Orçamento, Fiscalização e Administração Pública, Renan Colares agradeceu os pares por sua reeleição frente a Comissão. “Os colegas vereadores me reelegeram presidente para o próximo biênio, tendo em vista o trabalho, o respeito, a qualidade do serviço e a dedicação durante os anos de 2017-2018. Eu, Renan Colares, agradeço os colegas vereadores pelo apoio”, disse. O vereador ainda atentou para as quartas-feiras como dia oficial de reunião da Comissão.

Na Comissão de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente e Mobilidade Urbana ficaram a frente os vereadores Mairton Félix (PDT), como presidente e Libânia (PR) como vice. Mairton agradeceu o apoio dos colegas por tê-lo escolhido. “Agradeço aos meus pares pela preferência para presidir a Comissão do Meio Ambiente. Sem dúvida iremos fazer um trabalho com muito amor, dedicação, responsabilidade e transparência. Sem dúvida quem vai ganhar com isso são os cidadãos e a cidade de Fortaleza”, frisou o parlamentar.

Veja a composição das quatro Comissões:

Comissão de Orçamento, Fiscalização e Administração Pública

  • Renan Colares (PDT) – presidente;
  • Dr. Porto (PRTB) – vice-presidente;
  • Didi Mangueira (PDT) – membro;
  • Paulo Martins (PRTB) – membro;
  • Iraguassú Filho (PDT) – membro;
  • Frota Cavalcante (Podemos) – membro;
  • Márcio Cruz (PSD) – membro.

Comissão de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente e Mobilidade Urbana

  • Mairton Félix (PDT) – presidente;
  • Libânia (PR) – vice-presidente;
  • Esio Feitosa (PPL) – membro;
  • Frota Cavalcante (Podemos) – membro;
  • Cláudia Gomes (PTC) – membro;
  • John Monteiro (PDT) – membro;
  • José Freire (Patriota) – membro.

Comissão de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda

  • Julierme Sena (PROS) – presidente;
  • Benigno Júnior (PSD) – vice-presidente;
  • Márcio Martins (PROS) – membro;
  • Emanuel Acrízio (PRP) – membro;
  • Dummar Ribeiro (PPS) – membro;
  • Carlos Mesquita (PROS) – membro;
  • Sargento Reginauro (sem partido) – membro.

Comissão de Segurança Pública

  • Dummar Ribeiro (PPS) – presidente;
  • Julierme Sena (PROS) – vice-presidente;
  • Evaldo Costa (PRB) – membro;
  • Michel Lins (PPL) – membro;
  • Odécio Carneiro (SD) – membro;
  • Carlos Mesquita (PROS) – membro;
  • Libânia (PR) – membro.

Orange tem nova gestora internacional

Posted on Updated on

Hélène Auriol Potier foi nomeada vice-presidente executiva internacional da Orange Business Services. Ela se une à Orange, vinda da Microsoft, onde passou 10 anos, mais recentemente, como Gerente Geral de Inteligência Artificial da Europa Ocidental.

“O profundo conhecimento de Hélène sobre as necessidades dos clientes B2B, bem como sua experiência em tecnologias digitais, ajudará nossos clientes a moldar sua inovação e será uma combinação perfeita com nossa ambição de nos tornarmos líderes em um novo ecossistema global orientado por dados, no qual pessoas, objetos e os processos de negócios estão conectados dentro e fora da empresa. Isso é o que imaginamos como a ‘Internet das Empresas’”, diz Helmut Reisinger, CEO da Orange Business Services.

Trazendo a expertise da indústria de tecnologia da informação adquirida nos EUA, Europa, África e Ásia, Auriol Potier ajudará a impulsionar o crescimento da empresa em áreas fundamentais para apoiar empresas multinacionais em suas jornadas de dados, incluindo IoT, SD-WAN, nuvem, analytics, big data e cyberdefense. Esta estratégia já apresentou resultados significativos para a Orange Business Services, com mais de 100 novos grandes clientes internacionais conquistados em 2018.


Nos serviços de nuvem e cibersegurança, por exemplo, a Orange Business Services registrou sete anos consecutivos de crescimento de dois dígitos globalmente, colocando-a no caminho certo para atingir seus objetivos. A meta é que 50% das receitas de nuvem venham de fora da França até 2022. Isso também foi impulsionado por aquisições importantes na indústria, incluindo a Basefarm, e a abertura de novos data centers em Amsterdã e Atlanta.

Até 2025 espera-se que 60% dos dados mundiais venham das empresas, o que representa o dobro do que existe atualmente (30%). Nesse cenário, a Orange Business Services transforma seu principal portfólio de serviços, incluindo serviços de rede, com o desenvolvimento de ofertas baseadas em rede definida por software (SDN), incluindo SD-WAN flexível. Essa solução foi reconhecida como Melhor Serviço Corporativo no World Communications Awards de 2018 e atraiu muitos novos clientes, incluindo a Siemens, um dos maiores serviços de SD-WAN já assinados.

Graças ao foco internacional da Orange em inovação, a empresa foi pioneira em uma abordagem de co-inovação que facilita a colaboração entre o cliente, especialistas da Orange e parceiros, para fornecer novas ideias, testá-las e trazê-las ao mercado. Os sucessos incluem um projeto para o qual a Orange e sua parceira Foxtrot Systems estão desenvolvendo uma Prova de Conceito (PoC) para otimização da logística de dos maiores fabricantes da Europa, usando Inteligência Artificial e Machine Learning. Com um ecossistema colaborativo aberto de talentos e parceiros internos, a Orange Business Services está preparada para continuar desenvolvendo soluções inovadoras para beneficiar seus clientes.

Senai Ceará apoia empresas para submeter projetos a editais de inovação da Finep

Posted on Updated on

Acreditando no profissional da indústria como principal fonte de ideias inovadoras para o desenvolvimento geral do setor industrial, o Instituto Senai de Eletrometalmecânica oferece serviços de apoio para empresas interessadas em inscrever projetos de inovação em editais da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Os editais são voltados tanto para empresas iniciantes e em busca de crescimento, com o edital “Finep Startup”, quanto para grupos maiores, com projetos inovadores de apelo internacional, com os editais “Finep Israel” e “Finep Brasil – Espanha”. Para os editais completos, assim como mais informações, clique neste link.

Confira mais sobre cada edital:

FINEP Startup – 2° rodada

Edital voltado para empresas nascentes intensivas em conhecimento, no objetivo de apoiar  as mesmas através do aporte de recursos financeiros para execução de seus planos de crescimento. As inscrições para o edital FINEP Startup vão até 28/2. Para mais informações clique aqui.

FINEP Israel (1° Chamada Pública)

A chamada tem por objetivo geral o de promover maior colaboração entre empresas e pesquisadores brasileiros e israelenses em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação industrial. As inscrições para o edital seguem até 18/4. Para mais informações clique aqui.

FINEP Brasil – Espanha

Edital conceitualizado para apoiar a colaboração efetiva entre as empresas brasileiras e espanholas, que representem inovações para ambos os países, ou para o mundo. As empresas brasileiras inovadoras serão apoiadas por meio de crédito. Escala piloto ou escala protótipo. É necessária participação de ao menos uma empresa brasileira e espanhola. As inscrições para o edital Brasil – Espanha vão até 30/6. Para mais informações clique aqui.

Fenafisco aborda retirada de R$ 600 bilhões do Orçamento Fiscal e da Seguridade Social da União

Posted on Updated on

Nota da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital se posicionando sobre movimentações orçamentárias determinadas pelo governo federal:

Em razão do decreto presidencial assinado na última sexta-feira (08), que transfere mais de R$ 600 bilhões do Orçamento Fiscal e da Seguridade Social da União para pagamentos de encargos financeiros da União e para transferência a Estados, Distrito Federal e Municípios, a Fenafisco (…) vem a público manifestar a sua extrema preocupação. “Não bastasse o já depredado orçamento da Seguridade Social, sobretudo por conta da DRU, que lhe subtrai 30%, o País é tomado de assalto com o ato presidencial que autoriza a retirada de R$ 600 bilhões também para cobrir encargos financeiros do governo, um valor que deve ir em grande parte para o mercado financeiro”, afirma o presidente da entidade, Charles Alcantara.

A par de sua responsabilidade com os seus 32 sindicatos filiados das 27 unidades federadas, que representam mais de 35 mil servidores fiscais tributários estaduais e distritais e com o País, a Fenafisco se coloca aberta ao diálogo permanente e construtivo em defesa do Estado Social e, como tal, em defesa do fortalecimento da Previdência Pública. Contudo, afirma que não medirá esforços na articulação com o Congresso, dentro da carreira e com a sociedade para frear a retirada de direitos que estão garantidos na Constituição de 1988. “Não seremos espectadores apáticos de práticas que prejudiquem os trabalhadores, sejam da iniciativa pública ou privada. Caso seja necessário, articularemos uma grande agenda de mobilização nas ruas”, detalha Alcantara.  

Fórum de Políticas Digitais traz diálogos sobre a transformação e desafios para novo modelo de governança

Posted on Updated on

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), a Feira da Música e o Mutirão convidam para o Fórum de Políticas Digitais que acontece amanhã, 14 de fevereiro de 2019, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza, e tem como objetivo reunir governos, academia, empresas e sociedade em geral para conhecer, refletir e dialogar sobre o potencial da transformação digital a fim de institucionalizar a colaboração em rede como forma de governança do bem comum.

A abertura do evento será realizada às 9h com fala do Claudio Prado (produtor cultural e teórico da contracultura e da cultura digital), com discussão sobre o HUB Tecnológico do Ceará, Mostra de Soluções e Políticas Digitais, públicas e privadas, com cases de tecnologias digitais aplicadas ao interesse público e GTs. O evento integra a Interface  de Conversação da Feira da Música.

Saiba mais
Parte essencial do desafio das políticas digitais é lidar com as várias interseções entre políticas, programas, projetos, ações, sistemas, bancos de dados etc. A convocação do Fórum é um primeiro passo para a construção de um novo modelo de governança que enfrente esse e outros desafios da era digital.

Convidamos toda a sociedade – governos, empresas e cidadania em rede – a refletir, debater e agir no contexto das transformações digitais na democracia, onde mudanças culturais, de hábito, econômicas, políticas e tecnológicas estão transformando tudo o que sabemos sobre comunicação, relacionamento, direitos, privacidade, humanidade, verdade e realidade.

Ceará amplia número de brinquedopraças em municípios

Posted on Updated on

Mais uma brinquedopraça foi entregue no Maciço de Baturité. A cidade de Pacoti recebeu do Governo do Ceará o equipamento de lazer para as crianças de 3 a 12 anos. A ação faz parte do Programa Mais Infância Ceará, idealizado pela primeira-dama do Estado, Onélia Santana, que estará presente na solenidade de inauguração acompanhada da titular Secretaria de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos, Socorro França.

Pacoti será contemplada com 71ª brinquedopraça no Estado. A contrapartida da prefeitura é garantir a praça em bom estado de conservação para o uso e manutenção dos brinquedos. Outros municípios do Maciço de Baturité também já foram beneficiados com o equipamento: Palmácia, Guaramiranga, Ocara, Redenção (2) e Baturité (2).

O investimento realizado na brinquedopraça é na ordem de R$ 180.000,00. O espaço é cercado e com área de 230m² com piso anti-impacto e oito brinquedos como: uma casinha dupla com ponte de playground, uma casinha dupla com ponte de eucalipto, dois escorregadores com balanço triplo, duas gangorras e dois brinquedos em mola.

A ação integra o pilar Tempo de Brincar do Programa Mais Infância Ceará, idealizado pela primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, que assegura o direito das crianças ao desenvolvimento de suas capacidades físicas, cognitivas e psicológicas através do ato de brincar.

O Governo do Ceará já entregou 70 brinquedopraças nos municípios de Altaneira, Alto Santo, Aracati, Araripe, Assaré, Banabuiú, Barro, Brejo Santo, Campos Sales, Caridade, Caririaçu, Cedro, Chorozinho, Coreaú, Crato, Farias Brito, Fortim, Granjeiro, Guaramiranga, Ibiapina, Ibicuitinga, Independência, Ipueiras, Iracema, Irauçuba, Itaitinga, Itatira, Jaguaribe, Jaguaruana, Jardim, Jati, Juazeiro do Norte, Jucás, Missão Velha, Mauriti, Marco, Milagres, Mombaça, Monsenhor Tabosa, Moraújo, Morrinhos, Nova Olinda, Nova Russas, Novo Oriente, Ocara, Orós, Palmácia, Paraipaba, Pedra Branca, Porteiras, Quixadá, Reriutaba, Russas, Santana do Cariri, Saboeiro, Senador Pompeu, Tamboril, Tarrafas, Tejuçuoca, Ubajara, Várzea Alegre, além de duas unidades em Redenção, duas em Baturité e cinco em Fortaleza.

Deputada articula inclusão de municípios em programa estadual do Ceará

Posted on Updated on

A deputada estadual Aderlânia Noronha (SD), em reunião na tarde desta quarta-feira (13), com o secretário Rogério Pinheiro, do Esporte e Juventude (Sejuv), solicitou a inclusão dos municípios de Parambu, Quiterianópolis, Arneiroz, Independência, bem como de Pedra Branca e Quixeré, no Programa Campos do Ceará.

O Programa tem como intuito investir e aprimorar os campos esportivos de várzea do interior do Estado, tendo o futebol como meio saudável de mitigar a violência, incentivando as práticas solidárias, influindo diretamente na minimização dos problemas ligados à juventude.

“Nosso objetivo é levar o lazer e o esporte recreativo aos municípios do nosso Estado. Com campos reformados, material esportivo completo, a população cearense, em especial nossos jovens, terão motivação para praticar esportes com mais qualidade e dignidade”, finalizou a deputada.