AMC planeja operação de trânsito para acesso do público ao show do Iron Maiden

Posted on

 

Para otimizar o acesso dos fãs de heavy metal à Arena Castelão, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) planejou uma operação especial que inclui a coibição de estacionamento e o controle de tráfego das principais avenidas situadas no entorno do estádio. Um efetivo de 40 agentes será disponibilizado para dar o suporte operacional durante o show do Iron Maiden, banda britânica que realiza nesta quinta-feira (24/03) apresentação inédita em Fortaleza.

As primeiras providências adotadas se concentram na proibição de estacionamento ao longo das vias Alberto Craveiro, Paulino Rocha e Contorno, a partir das 7 horas. A prática de estacionamento irregular nos passeios também será coibida a fim de garantir a livre circulação dos pedestres. Guinchos estarão à disposição dos agentes, devendo ser utilizados em casos de necessidade.

Os portões da Arena Castelão abrem às 18 horas, segundo a organização do evento. A recomendação da AMC para os interessados em utilizar o estacionamento interno do estádio, cuja capacidade comporta 4 mil veículos, é se deslocar com pelo menos três horas de antecedência. Uma outra opção para estacionar é a Av. Juscelino Kubitschek. O término da operação acontece somente após a dispersão total do público.

A AMC orienta ainda a utilização de transporte em grupo, ônibus ou táxis. A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) reforçará a frota com 10 coletivos extras. Conforme o chefe de Operações da Autarquia, Disraelli Brasil, aqueles que não forem participar do evento, ou seja, estão apenas de passagem, devem evitar passar nas proximidades a partir das 18 horas quando o tráfego tende a ficar mais intenso. “Para fugir das vias arteriais que ligam à Arena Castelão, os usuários têm a opção de utilizar como alternativas a Av. Sen. Carlos Jereissati e a Br-116”, indica.

Prefeitura de Fortaleza prorroga inscrições para os Editais da Juventude

Posted on Updated on

protagonismo juvenilOs interessados em inscrever os seus projetos para os Editais da Juventude têm agora até o dia 15 de abril para realizar as inscrições. A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Juventude, prorrogou o cronograma de atividades.

Com investimento de R$ 1,6 milhão, os editais têm o objetivo de estimular o protagonismo juvenil na cidade. Podem participar jovens de 18 a 29 anos com residência fixa em Fortaleza. Os projetos selecionados deverão executar as suas atividades entre os meses de maio e agosto deste ano.

Serão contemplados projetos nas áreas de Inovação e Tecnologia (Startups), Cultura; Fortalecimento ao Movimento Estudantil e Esporte e Saúde. Os jovens poderão inscrever quantos projetos desejarem, mas apenas uma proposta será selecionada.

O secretário de juventude de Fortaleza, Julio Brizzi, destaca que o edital destinado para o fortalecimento do movimento estudantil é pioneiro no País. “Podem participar também deste segmento – além dos Centros e Diretórios Acadêmicos – associações atléticas, empresas juniores e grupos de pesquisa, extensão e estudos de universidades e faculdades”, reforça.

Os interessados devem ler os editais, preencher a ficha de inscrição e encaminhar seu projeto para a Unidade de Gestão do Programa (UGP) da Coordenadoria de Juventude de Fortaleza.

Segundo o novo calendário, as propostas deverão ser entregues até o dia 15 de abril. Os resultados preliminares serão divulgados no dia 22 de abril, com período de recursos entre os dias 25 e 29. Os resultados finais da FASE 1 serão divulgados no dia 02 de maio.

 

Da Prefeitura de Fortaleza.

Metrofor: reajuste de tarifa da Linha Sul vale a partir de 1º de abril

Posted on

Metrô_BannerA Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos comunica reajuste na tarifa para viagens na Linha Sul do metrô de Fortaleza. O novo valor é de R$ 2,85, com vigência a partir do dia 1º de abril. A meia passagem para estudantes passa a ser R$ 1,40, valendo a partir da mesma data. Ficam asseguradas todas as gratuidades previstas na legislação.

Considerando o caráter metropolitano da Linha Sul, que realiza deslocamentos entre cidades dentro da Região Metropolitana de Fortaleza, a Metrofor utilizou como referência para o reajuste a menor tarifa praticada no sistema metropolitano. O reajuste da tarifa foi publicado no Diário Oficial do Estado do dia 22 de março de 2016.

SERVIÇO: FUNCIONAMENTO DO METRÔ NA SEMANA SANTA

Veja abaixo como será o funcionamento dos metrôs em Fortaleza, Cariri e Sobral durante o período da Semana Santa:

Dia 24/3, quinta-feira: operação normal.
Dia 25/3, sexta-feira: não opera (feriado Paixão de Cristo).
Dia 26/3, sábado: operação normal.

HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO

Metrô de Fortaleza – Linha Sul: de 7h às 19h. Valor: R$ 2,40 (reajuste p/ R$ 2,85 a partir de 1º de abril)
Metrô de Fortaleza – Linha Oeste: de 5h30min às 20h40min. Valor R$ 1,00
Metrô do Cariri: de 6h às 19h, aos sábados de de 6h às 14h. Valor: R$ 1,00
Metrô de Sobral: de 8h às 12h. Gratuito – operação assistida.

Ceará IV: Região Centro Sul terá 80 km de rodovias restauradas

Posted on

rodoA Região Centro Sul do Ceará será beneficiada com a restauração de mais duas rodovias. O Governo do Estado, através do Departamento Estadual de Rodovias (DER), está licitando a restauração do trecho Iquatu – Jucás, na CE-375; e do trecho Jucás – entroncamento da CE-371 (Cruzeta) – Saboeiro. Os trabalhos integram o 3º grupo de obras do Programa Viário de Integração e Logística – Ceará IV.

Trinta e um quilômetros serão restaurados no trecho Iquatu – Jucás e outros 49, referentes ao trecho Jucás – entroncamento da CE-371 (Cruzeta) – Saboeiro, também passarão pelas mesmas intervenções, totalizando 80 quilômetros de rodovias. Nesses locais, serão realizados serviços preliminares de drenagem, pavimentação, obras d’arte correntes e sinalizações horizontal e vertical.

O objetivo é dotar o Estado de uma infraestrutura viária que permita a integração entre as regiões norte – sul e leste – oeste, garantindo assim o escoamento da produção interna, bem como de matéria-prima, para o parque industrial cearense e também para os estados vizinhos.

Outros trechos licitados

Além dos dois trechos, outros nove encontram-se em fase de licitação, dentre os quais o entroncamento da CE-060 (Umarizeira) – Cedro, na CE-284; CE-362 (Olho d’água Pajé) – Santa Quitéria, na CE-176; BR-226 (Milhã) – Betânia – Irapuan Pinheiro, na CE-371 e Ipueiras – Novas Russas – entroncamento CE-266 (Sucesso), na CE-187. Todos eles fazem parte do 3º. grupo do Ceará IV e, juntos, totalizam 408 quilômetros de malha viária em processo licitatório, entre restauração e pavimentação.

57% dos brasileiros terão Páscoa mais econômica

Posted on

pascoa.jpg.441x331_defaultEstudo inédito produzido pela  dunnhumby, multinacional inglesa líder em ciência do consumidor, revela dados sobre o comportamento de consumo dos brasileiros na Páscoa e mostra de que maneira a crise está afetando a comemoração da data. 

A dunnhumby entrevistou mil consumidores em todo o Brasil e, entre os achados, 75% acham que momento econômico irá impactar a Páscoa. Entre os entrevistados, 57% farão uma comemoração mais econômica, contra 50% no ano passado. 

Mesmo assim, quando observadas diferentes categorias de produtos, identificou-se que o ovo ainda é um item essencial na Páscoa: 66% dos entrevistados pretendem comprar o produto, sendo que 58% acham que ele não pode faltar na comemoração. 

Mais da metade dos brasileiros (61%) dizem que estão pesquisando mais antes de comprar, em comparação com 2015, e afirmam que os supermercados oferecem as ofertas e promoções mais atrativas. Para 82% dos entrevistados, o supermercado também é o melhor lugar para comprar os ovos de Páscoa. As lojas de chocolate ficam em segundo lugar na preferência, com 47%.

Ainda segundo o estudo da dunnhumby, o ovo tem prioridade na ceia do brasileiro nesta Páscoa, em comparação com bombons e outros chocolates. Em 2015, 64% dos entrevistados pretendiam comprar outros chocolates em vez do tradicional ovo de Páscoa. Já neste ano, este número caiu para 49%. 

Além disso, o azeite aparece como indispensável no almoço de Páscoa para 46% dos entrevistados, seguido do bacalhau com 30%. Entre as sobremesas, a maioria dos entrevistados (60%) afirma que cortaria a colomba, se necessário. 

As pessoas estão mais otimistas, quando comparado com 2015. Em 2015, 92% acreditavam que os feriados seriam mais magros que em 2014. Já neste ano, 88% acreditam nisso. 12% acreditam que a situação irá melhorar depois da Páscoa, contra 8% em 2015.

Funcionamento dos shoppings da Ancar Ivanhoe na Semana Santa

Posted on

A Semana Santa tem horário diferenciado nos shoppings da rede Ancar Ivanhoe no Ceará. North Shopping Fortaleza, North Shopping Jóquei, North Shopping Maracanaú e Via Sul Shopping divulgam seus funcionamentos para os dias 25 e 27 de março.

 

Dia 25 (Sexta-feira da Paixão)

Lojas e Quiosques: fechados.

Alimentação e Lazer: funcionamento normal, de 11h às 22h.

Cinema: Funcionamento de acordo com a programação.

Super Lagoa North Shopping Fortaleza: Funcionamento normal, de 7h às 22h.

Lojas Americanas: Funcionamento de 11h às 21h para North Shopping Jóquei e North Shopping Maracanaú. Para o North Shopping Fortaleza, de 11h às 21h30, e Via Sul Shopping, de 10h às 22h.

Smart Fit North Shopping Jóquei e North Shopping Maracanaú: Funcionamento de 9h às 15h.

 

Dia 27 (Domingo de Páscoa)

Lojas e Quiosques: funcionamento normal de 15h às 20h Para o North Shopping Fortaleza e North Shopping Jóquei, de 14h30 às 20h30. Para o Via Sul Shopping, de 14h às 21h.

Alimentação e Lazer: funcionamento normal, de 11h às 22h.

Cinema: Funcionamento de acordo com a programação.

Super Lagoa North Shopping Fortaleza: Funcionamento normal, de 7h às 22h.

Lojas Americanas: Funcionamento normal, de 10h às 22h. Para o North Shopping Fortaleza, de 11h às 22h, e North Shopping Jóquei, de 11h às 21h.

Smart Fit North Shopping Jóquei e North Shopping Maracanaú: Funcionamento de 9h às 15h.

Ceará deve implantar Parques Aquícolas

Posted on

O Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria de Agricultura, Pesca e Aquicultura (Seapa) em conjunto com o Ministério da Agricultura e Pecuária ­ MAPA, vai realizar nesta quarta (23), das 8h às 18h30, no auditório da Vice-Governadoria, um Ciclo de Debates Sobre Oportunidades e Projetos em Desenvolvimento no Setor Pesqueiro e Aquícola no Estado do Ceará.

O encontro vai reunir técnicos e dirigentes de diversos órgãos e entidades ligadas ao setor pesqueiro e aquícola com a finalidade de nivelar sobre o andamento do processo de regularização dos Parques Aquícolas no litoral cearense.

Com a realização desse evento, a ideia é divulgar as informações existentes, sejam de caráter legal como ambiental, de maneira que propicie o nivelamento de todas as entidades diretamente envolvidas nessa ação e, partir desse momento, definir quais as estratégias a serem adotadas para dar celeridade na implementação das ações. “Queremos identificar ainda os entraves existentes para executar as ações nas diferentes esferas governamentais”, explica Raquel Amora, coordenadora de desenvolvimento da aquicultura da Seapa.

Durante o encontro, serão discutidos diversos assuntos e procedimentos para que os parques aquícolas sejam implantados e possam contribuir com uma maior inclusão social das comunidades pesqueiras que vivem na região costeira. “A regularização dos parques aquícolas e a elaboração dos planos de gerenciamento e de monitoramento ambiental a serem adotados, como também a definição dos procedimentos legais relativos ao processo seletivo público para uso das águas da União serão alguns dos assuntos tratados”, acrescenta Raquel.

Fevereiro registra queda de emprego formal

Posted on

seguro_desempego-internetO agravamento da crise econômica fez fevereiro registrar a maior queda do emprego formal em 25 anos. Segundo dados divulgados há pouco pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, o país fechou 104.582 postos de trabalho com carteira assinada no mês passado.

O número leva em conta a diferença entre demissões e contratações, e é o maior para fevereiro desde 1992, quando começou a pesquisa. Apenas nos últimos 12 meses, o país eliminou 1.706.985 postos de trabalho, o que equivale à diminuição de 4,14% no contingente de empregados com carteira assinada no país.

Quase todos os setores da economia demitiram mais do que contrataram em fevereiro, com destaque para comércio (-55.520 vagas), indústria de transformação (-26.187 vagas) e construção civil (-17.152 vagas). O único setor a registrar mais contratações que dispensas foi a administração pública, que criou 8.583 postos de trabalho no mês passado.

Com o resultado de fevereiro, o país acumula o fechamento de 204.912 vagas formais de trabalho em 2016 na série ajustada, que leva em conta declarações de janeiro entregues fora do prazo.

Os estados que mais fecharam postos de trabalho em fevereiro foram Rio de Janeiro (-22.287 vagas), São Paulo (-22.110 vagas) e Pernambuco (-15.874 vagas). Apenas seis estados contrataram mais do que demitiram: Rio Grande do Sul (6.070 vagas criadas), Santa Catarina (4.793), Mato Grosso (3.683), Goiás (2.327), Mato Grosso do Sul (1.124) e Tocantins (com apenas 88 postos criados).

Por regiões, o Nordeste liderou o fechamento de postos de trabalho no mês passado, com a extinção de 58.349 vagas. Em seguida vêm Sudeste (-51.871) e Norte (-7.834). No entanto, o Sul criou 8.813 vagas; e o Centro-Oeste, 4.659 vagas em fevereiro.

Mesmo com o desempenho positivo do Sul e do Centro-Oeste, todas as regiões registram fechamento líquido de postos de trabalho nos últimos 12 meses. A região que mais demitiu foi o Sudeste, com a extinção de 959.958 postos, seguida do Nordeste (-298.301 postos), do Sul (-261.776 postos), do Norte (-107.454) e do Centro-Oeste (79.606).

Divulgado desde 1992, o Caged registra as contratações e as demissões em empregos com carteira assinada com base em declarações enviadas pelos empregadores ao Ministério do Trabalho.

 

Da Agência Brasil.

Fórum Interamericano discute o Terceiro Setor, em Fortaleza

Posted on

O Instituto Filantropia realiza entre os dias 5 e 8 de abril de 2016, em Fortaleza (CE), a terceira edição do Fórum Interamericano de Filantropia Estratégica – FIFE. Voltado a instituições, profissionais e voluntários do Terceiro Setor o evento tem como objetivo abordar temas relacionados às boas práticas de gestão de uma organização social. O evento reunirá mais de 60 palestrantes e 500 participantes de todo o Brasil para discutir diversos temas em quatro dias de atividade. As inscrições podem ser feitas pelo site www.fife.org.br.

Os macro-temas que nortearão o evento são: Contabilidade, Comunicação, Legislação, Captação de Recursos, Voluntariado, Assistência Social, Tecnologia e Sustentabilidade. A ideia é oferecer aos participantes a oportunidade de estabelecer uma rede de conhecimento, aprendizado e crescimento profissional. O fórum será composto por palestras simultâneas, debates, consultorias coletivas e troca de experiências.

Entre os destaques da programação está a Lei 13.019, também chamada de Marco Regulatório do Terceiro Setor, que estipula novas regras a serem adotadas por todas as organizações da Sociedade Civil no que se refere aos recursos obtidos/captados. O objetivo é regulamentar as transferências voluntárias de recursos públicos de entes federados para ONGs.

“Este evento simboliza nosso grande objetivo de informar as organizações da sociedade civil à melhor forma de gestão. Em um país com tamanha diversidade de organizações do Terceiro Setor, é cada vez mais crucial o apoio e fortalecimento destas entidades”, afirma Marcio Zeppelini, presidente do Instituto Filantropia.

Monitor de Secas vai acompanhar agravamento estiagem no Nordeste

Posted on

estiagemO Monitor de Secas é um instrumento de monitoramento que mostra a magnitude da seca no Nordeste e seus impactos, cujo principal produto é um mapa mensal que acompanha a situação da seca, disponibilizando as informações de forma ilustrativa, depois de validadas por técnicos locais que vivenciam a seca em seu cotidiano. O mapa leva em consideração dados de monitoramento e os impactos concretos no abastecimento, agricultura e pecuária, dentre outras áreas, para apresentar o retrato mais recente e fiel possível da seca de maneira periódica.

Trata-se de uma ferramenta importante, que estará disponível nas páginas das instituições parceiras, para dar apoio aos tomadores de decisão do setor público e privado, contribuindo para a melhor gestão de secas e para o planejamento coordenado e proativo de ações de preparação e de resposta.

O mapa do Monitor de Secas passa a ser publicado mensalmente na página http://monitordesecas.ana.gov.br/, junto com a descrição do processo de elaboração, incluindo indicadores e evidências. É possível visualizar a progressão da situação da seca em cinco categorias: excepcional, extrema, grave, moderada e fraca. O mapa também identifica e delimita as áreas de impactos de curto e longo prazo.

O Brasil tem um longo histórico de secas, principalmente no semiárido. A seca extrema que atinge a região desde 2012 vem estimulando ainda mais esforços para melhorar a gestão e adotar medidas permanentes de monitoramento e de preparação.  Por isso, o governo federal, junto com agências de água, clima e meio ambiente e órgãos de governos estaduais e federais que atuam nos nove estados do Nordeste, empenharam-se na construção e implementação de uma ferramenta inspirada em metodologias já consolidadas e adaptada à realidade brasileira.

A iniciativa contou com o apoio do Banco Mundial no desenho e implementação experimental da ferramenta e de parceiros internacionais como o Centro Nacional de Mitigação de Secas dos Estados Unidos (National Drought Mitigation Center) e a Comisión Nacional del Água do México (Conagua).