Tendência do PIB do Ceará em 2019 é fechar abaixo da previsão de 2,5%

Posted on Updated on

O Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará em 2019 deve fechar em 2%, abaixo da previsão de dezembro, que era de 2,5%. A queda na estimativa da taxa de crescimento da economia cearense também ocorreu na previsão do PIB nacional, que era de 2,55% (dezembro de 2018), mas agora é de 2,01%, segundo o Boletim Focus do Banco Central. O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado, passa publicar trimestralmente, junto com o PIB, a estimativa para a taxa de crescimento da economia cearense no ano.

De acordo com o Witalo Paiva, analista de Políticas Públicas do Ipece e um dos autores do trabalho (Previsão para o PIB Cearense 2019/Março), as projeções serão atualizadas a cada trimestre, em conjunto com a divulgação dos resultados do PIB trimestral, evitando qualquer especulação sobre o índice. “As previsões apresentadas se baseiam nas estimativas obtidas a partir da utilização de diferentes modelos matemáticos e econométricos aplicados a economia cearense. Os modelos consideram um cenário de referência com projeções relativas a 2019 para a economia nacional, os grandes setores da economia e outras variáveis, como a taxa de juros, a taxa de câmbio, a inflação e a taxa de desemprego”- observa.

Ele explica que são utilizados três modelos para a produção das projeções do PIB do Ceará: o primeiro aplica uma metodologia clássica adotada em séries de tempo, composta por variáveis endógenas, como a Taxa de Crescimento do PIB do Ceará, Taxa de Crescimento do PIB do Brasil, Taxa de Desemprego no Ceará e a Taxa de Juros Selic; o segundo adota uma abordagem híbrida, combinando o modelo que captura diferentes cenários para variáveis econômicas relevantes, como IPCA, Taxa de Juros Selic, Taxa de Crescimento do Valor Adicionado dos Grandes Setores (Agropecuária, Indústria e Serviços), Taxa de Crescimento do PIB do Brasil, entre outras. Já terceiro é um modelo matemático derivado do sistema de cálculo do PIB Trimestral desenvolvido e utilizado pelo IPECE na produção das estimativas trimestrais para o PIB estadual. O modelo matemático permite a análise de diversos cenários para o crescimento dos setores da economia cearense.

O documento Previsão para o PIB Cearense tem como autores os analistas de Políticas Públicas Nicolino Trompieri (coordenação); José Freire Júnior, Witalo Paiva e Alexsandre Lira e a assessora Técnica Cristina Lima, todos da Diretoria de Estudos Econômicos (Diec), que tem como titular Adriano Sarquis.

Acesse aqui.

Aplicativo de transporte contratará motorista pela CLT a partir de 1º de maio, Dia do Trabalhador

Posted on Updated on

Focado na garantia e segurança de seus usuários – principalmente as mulheres – o aplicativo de mobilidade Bella Driver, que já está operando em cinco cidades brasileiras: Campinas e Piracicaba, em São Paulo, Natal, no Rio Grande do Norte, Caruaru, em Pernambuco e Fortaleza, no Ceará, anuncia mais novidades.

A Relações Públicas da empresa, Paula Fernandes, anunciou que, no próximo mês de maio, mais duas importantes cidades do Nordeste iniciam o trabalho: João Pessoa e Campina Grande, na Paraíba. No estado de São Paulo, já há confirmação de Santos, Guarujá, Guarulhos, Sumaré, Sorocaba, Americana e São Bernardo do Campo.

Outras cidades que já foram confirmadas são Caldas Novas, no estado de Goiás, além de Joinville, Penha e Florianópolis, em Santa Catarina. A Bella Driver cresce numa taxa média mensal aproximada de 7% ao mês e foi considerada a franquia de serviços mais alternativa e de retorno rápido entre as oferecidas atualmente no mercado.

A empresa, que tem participação do Banco 360, investiu no item de maior preocupação dos motoristas e passageiros, que é a segurança. O sistema de Business Intelligence (BI) é sofisticado, completo e possui mais 99,9% de assertividade na checagem dos passageiros, além de ter um plano agressivo de marketing em mídia espontânea e depoimentos de satisfação dos clientes para se consolidar nos mercados onde está sendo lançado.

Os pagamentos aos motoristas são concedidos por meio de um cartão pré-pago, bandeira ELO e a customização estruturação dos cartões do Banco 360 para a Bella Driver são parametrizadas pela contratação da Cateno. A Cateno é uma joint venture criada pelo Banco do Brasil e a Cielo para atuar na gestão e soluções de meios de pagamentos.

BNB anuncia financiamento à instalação de usina fotovoltaica no Médio São Francisco

Posted on Updated on

Em visita da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, aos municípios de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), no Médio São Francisco, o Banco do Nordeste anunciou financiamento para instalação de usina fotovoltaica com capacidade de geração de energia de 4,5 megawatts. O empreendimento atenderá aproximadamente 2.500 moradores da região no bombeamento de água do Rio São Francisco para fruticultura. O investimento total do projeto é de R$ 24,9 milhões, dos quais R$ 22,4 milhões serão financiados pelo BNB, por meio da linha de crédito FNE Sol, ao Distrito de Irrigação de Maniçoba (DIM), localizado em Juazeiro. A instalação da usina fotovoltaica beneficiará 625 produtores rurais.

“Entre os compromissos do Banco com a promoção do desenvolvimento regional está apoiar a irrigação por meio de fontes de energia renováveis. Este é um bom exemplo de como isso é possível, pois atualmente o custo médio mensal com energia elétrica do Distrito é de aproximadamente R$ 5,4 milhões por ano, o que representa mais de 50% dos recursos arrecadados pelos produtores. Com o FNE Sol, eles poderão reduzir custos e aumentar a capacidade de investimento em infraestrutura em benefício dos irrigantes assentados”, frisou o presidente do BNB, Romildo Rolim. Ele destacou que os equipamentos a serem adquiridos possuem vida útil estimada superior a 20 anos e que no horizonte de cinco anos o financiamento estará quitado.

Existem sete perímetros irrigados implantados pela Codevasf nos municípios de Juazeiro e Petrolina, totalizando mais de 51 mil hectares irrigáveis. O Perímetro Irrigado de Maniçoba possui 9,4 hectares irrigáveis, dos quais 8,6 hectares são explorados por 625 produtores, gerando 6 mil empregos diretos e mais 18 mil empregos indiretos, com faturamento anual da ordem de R$ 277 milhões. Na área é realizado cultivo de manga, cana-de-açúcar, uva, coco, melancia, entre outras variedades.

“Investimentos em fontes renováveis de energia são muito importantes, especialmente para um setor como a fruticultura, que tem na energia elétrica um dos itens mais caros da produção. Portanto, estou muito feliz de estar hoje aqui com o Banco do Nordeste, trazendo uma energia limpa e moderna para que os produtores dessa região possam avançar cada vez mais”, afirmou a ministra Teresa Cristina.

Política Nacional de Irrigação

O presidente Romildo Rolim também apresentou à ministra Teresa Cristina diagnóstico realizado pelo BNB acerca da irrigação do Nordeste. Intitulado “Apoio do Banco do Nordeste à Agricultura Irrigada e à Política do Governo Federal na Região Nordeste”, o estudo deve balizar uma Política de Irrigação Nacional, que o Governo Federal pretende formular.

Agenda do dia

O presidente do BNB, Romildo Rolim, e a ministra Tereza Cristina participaram também de encontro com lideranças ligadas à produção de cana-de-açúcar, frutas, avicultura e pecuária no Sindicato Patronal Rural de Petrolina.

Em Juazeiro, foram à Estação de Bombeamento Principal e à Fazenda Special Fruit no Distrito de Irrigação de Maniçoba, que produz frutos com baixa utilização de agroquímicos. Na oportunidade, Romildo Rolim apresentou dados sobre investimentos na Região, com destaque à concessão de crédito para investimentos em energia fotovoltaica.

Em 2018, no total, o Banco contratou mais de 344 mil operações de crédito em Pernambuco e aplicou R$ 5,2 bilhões na economia do Estado. Deste valor, 33% foi destinado ao setor agrícola. Somente em Petrolina, foram investidos R$ 114,3 milhões, distribuídos em 3,3 mil operações.

Já na Bahia, foram mais de 685 mil operações realizadas, somando mais de R$ 10,8 bilhões investidos, dos quais 53% injetados na agricultura, pecuária e agroindústria. Apenas em Juazeiro, foram aplicados R$ 373,4 milhões, pulverizados em 4.230 operações de crédito.

Levantamento populacional visita mais de mil casas no Mutange, em Maceió (AL)

Posted on Updated on

As equipes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) de Maceió (AL) seguem avançando com o levantamento populacional nas comunidades do Mutange, Alto do Céu e parte do Bebedouro. A ação preventiva tem como finalidade coletar dados que sirvam de base para um Plano de Contingência, em uma possível evacuação, em casos de chuvas intensas.

Nos três primeiros dias de trabalho, o levantamento passou em 1.130 residências, sendo 413 na terça, 417 na quarta e 300 na quinta-feira, dia que os cadastradores começaram a circular por locais de difícil acesso, como as encostas do Mutange. Os números ainda estão sendo levantados. Todas estas casas estão marcadas por spray da cor vermelha ou laranja com letras e números.

A marcação corresponde às iniciais do nome da rua ou comunidade com um número sequencial da visita. Na região da Gruta do Padre, por exemplo, as casas foram marcadas com as iniciais GP, seguidas de 01, 02, 03 e, assim, sucessivamente.

De acordo com a gestora da Sedet, Rosa Tenório, esta medida está sendo adotada para uma melhor organização e agilidade no trabalho. “A identificação nas casas é necessária para organizar o trabalho, uma vez que as equipes também estão percorrendo áreas de construções desordenadas, onde não existem ruas de forma linear e organizadas. Quando existem numerações nas casas, nem sempre estão sequenciadas. Desta forma, a nossa marcação é essencial para evitar um retrabalho e otimizar o levantamento”, explicou a secretária.

Ao todo são 30 profissionais identificados com crachás e camisas amarelas da Prefeitura de Maceió. O trabalho é acompanhado por lideranças comunitárias da região. Os dados podem ser coletados da porta da residência, sem a necessidade de entrar no imóvel. Entre as perguntas do levantamento estão a quantidade de pessoas nas casas, se há crianças, idosos, animais e moradores com necessidades especiais. O levantamento está previsto para seguir até amanhã (17.4, quarta-feira).

Quatro dicas para vender mais na Páscoa

Posted on Updated on

Mesmo que a atividade-fim do estabelecimento não seja o comércio de chocolates, isso não quer dizer que não seja possível aproveitar a data mais doce do ano para capitalizar as vendas. E é certo: não só quem vende chocolate pode lucrar mais na Páscoa.

Pensando nisso, a diretora da Top People, empresa especializada em trade marketing e recrutamento e seleção, Ádila Ribeiro Berretella, dá algumas dicas para aproveitar uma das melhores datas para o comércio, independentemente do segmento de atuação: “É preciso ter em mente que passou o tempo em que as pessoas só compravam ovos de chocolate nesta data. Hoje em dia, esta é mais uma ocasião para presentear. E muitas vezes, por motivos de saúde, estética e até preferência, os presenteados não querem ganhar chocolate, eis que surgem, então, as oportunidades”.

Boa equipe para começar
É o que garante sempre boas vendas o ano todo. Mas em datas comemorativas fica ainda mais evidente em função do aumento de movimento e do quanto o estabelecimento está preparado para tal. Reunir a equipe, trocar ideias e fazer um pequeno treinamento interno, além de ajudar nos argumentos de venda para aproveitar a data, dará motivação extra para buscar melhores resultados.

Clima de Páscoa
Coelhinhos, cenouras, cestas com chocolates espalhados pelos ambientes é algo bastante atrativo, mas uma vitrine decorada para a data chama demais a atenção. Isso atrai as pessoas para dentro da loja. Segundo uma cartilha publicada pelo Sebrae-SP, o tempo para captar um cliente pela vitrine é de 30 segundos. Portanto, abuse do apelo visual. E mesmo que não seja a venda de chocolates o foco, ofertá-lo como brinde ou um mimo na compra de qualquer produto é bastante simpático. Bons exemplos são itens de papelaria como cartões de páscoa ou marcadores de livros para entregar junto com o presente escolhido.

Oportunidade e facilidade
Comprar todos os presentes que precisa em um único lugar. Certamente, esse é o sonho da maior parte dos consumidores. Porém, pode ser que, ao entrar na loja, não perceba que é possível encontrar ali todos os presentes de Páscoa que necessita. É função do promotor de vendas ou do vendedor mostrar essa possibilidade. Com uma boa abordagem é possível auxiliar o cliente a escolher presentes para senão todos, quase todos os presenteados.

Ofertas em destaque
A melhor forma de trabalhar as ofertas especiais para a data é fazer com que estejam aparentes: catálogos, folhetos, banners, cartazes, sinais luminosos, todos os recursos são válidos para que os clientes saibam quais são os itens em promoção, e até as novidades! Itens próprios da época, como chocolates, vinhos, peixes, azeites, dentre outros, devem ganhar destaque.

Perfil Top People
Com 20 anos de mercado na prestação de serviços para os segmentos da indústria e do varejo, a Top People conta com estrutura que engloba as unidades de negócio de Trade Marketing e de Recrutamento e Seleção. A partir dessas frentes, presta atendimento diferenciado, oferecendo aos clientes de todo o Brasil projetos e operações customizadas, de acordo com necessidades e interesses pontuais, com qualidade assegurada.

Entre promotores, repositores exclusivos, coordenadores e pessoal de apoio, conta com equipe de 700 colaboradores para atender diversificada carteira de clientes, que abrange segmentos como eletroportáteis, utilidades domésticas, alimentação, telefonia, entre outros. Está presente em 100% do território nacional.

Data Center da Angola Cables amplia oportunidades para negócios digitais no Ceará

Posted on Updated on

O Ceará assumiu seu papel de protagonista mundial no setor das telecomunicações ao receber o Data Center Angonap, da multinacional Angola Cables, inaugurado na manhã desta terça-feira (16), em Fortaleza. O momento consolidou o hub tecnológico planejado pelo Governo do Ceará, que, ao lado do centro de conexões aéreo da Air France/KLM/GOL e portuário CIPP/Porto de Roterdã, formam a trinca de hubs para alavancar o desenvolvimento no Estado. O governador Camilo Santana participou da solenidade ao lado do CEO global da empresa, António Nunes, do ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação de Angola, José Carvalho da Rocha, e do prefeito Roberto Cláudio.

“Há uma palavra hoje que é conectividade. Esse é o mundo atual e do futuro. O que a Angola Cables está fazendo aqui no Ceará é saindo na frente no Nordeste, tirando a concentração do eixo Sudeste e trazendo para o cá esse mundo da conectividade e da telecomunicação. O Ceará tem uma característica diferente. Aqui não há muita concentração em poucos provedores, talvez sejamos no Brasil a maior concentração de provedores, com quase 400, e isso dinamiza o mercado, a economia, gerando grandes oportunidades. Não tenho dúvida que a instalação da Angola Cables vai possibilitar que Fortaleza e o Ceará se destaquem nesse mundo de telecomunicação global. Isso significa atrair novos provedores de conteúdo e internet, mais investimentos em tecnologia e pesquisa, e temos o compromisso de estimular cada vez mais nossas escolas e universidades a investirem e possibilitarem a formação de pessoas nessa área”, enfatizou o governador Camilo Santana, que, após a solenidade, pode conhecer as instalações do centro de dados.

A empresa Angola Cables investiu cerca de US$ 300 milhões na construção do Data Center, edificado em uma área de 3.000 m² na Praia do Futuro, e na instalação dos cabos submarinos Sacs e Monet, que ligam via fibra óptica duas regiões com grande potencial econômico – Américas e África, gerando uma rota alternativa de conectividade com os Estados Unidos e o continente asiático. O Sacs sai da cidade de Luanda, na Angola, e chega a Fortaleza, percorrendo 6.200 quilômetros sob o oceano Atlântico, e o Monet, com 10 mil km de extensão, interliga as cidades de Santos e Fortaleza, no Brasil, e Miami, nos EUA. A velocidade da transmissão de dados pelos cabos é de 63 milissegundos, movimento mais rápido que um piscar de olhos. Por meio dos cabos, as empresas instaladas no Ceará, desde gigantes do ramo, até os pequenos provedores, terão conexão de melhor qualidade e estimulando a economia e a criação de empregos qualificados.

Posição privilegiada

A localização geográfica do Ceará tem sido fator preponderante na consolidação da trinca de hub’s. Sua posição vem sendo considerada estratégia para a conexão de outras partes do mundo com a America Latina. Uma prova disso é que Fortaleza é a segunda cidade no mundo com mais cabos submarinos – ao todo 12 – ficando atrás somente de Fujairah, nos Emirados Árabes Unidos, que possui 13. De acordo com levantamento feito pelo IBGE, a região do Nordeste apresenta a terceira maior contribuição de segmentos das tecnologias da informação e comunicação no Brasil.

António Nunes, CEO da Angola Cables, afirmou que a escolha da capital cearense teve influência de sua posição no mapa, mas o trabalho feito pelo poder público no sentido de fomentar o desenvolvimento do setor de telecomunicações também pesou. “Fortaleza é um hub natural de cabos submarinos. Quando nós fizemos nosso planejamento de local no Brasil onde deveríamos aportar nossos cabos, Fortaleza foi o local mais adequado, pelo fato de podermos, posteriormente, através de um Data Center como esse, nos interligarmos com outros cabos submarinos que já estejam aqui. Paralelamente a isso temos tido uma surpresa muito agradável porque o Estado e Fortaleza têm promovido muito o desenvolvimento do ecossistema digital e por isso Fortaleza passa a ser no Nordeste um ponto muito importante dessa economia digital”, confidenciou o CEO.

Esse potencial reflete nos números latino-americanos no mercado de Data Centers, que movimentou US$ 2,87 bilhões em 2016. A estimativa é que os centros de dados da América Latina cheguem a faturar US$ 4,37 bilhões em 2021. O Brasil concentra 45% de todos os centros de armazenamento de dados existentes América Latina e foi responsável por 47,6% do faturamento da região em 2016.

Economia

A era digital tem transformado costumes da sociedade e aberto novas maneiras de se fazer negócios. Esse prisma de transformação e a chegada de um equipamento desse porte credencia a capital cearense a um crescimento de oportunidades em um futuro próximo, acredita Roberto Cláudio. “Essa onda nova do comércio eletrônico, de todas as comunicações embarcadas no celular para você lidar com o dia a dia do seu padrão de consumo, uma nova perspectiva inclusive de telecomunicações e do uso da tecnologia da informação para gerar emprego e renda, isso abre um novo cenário, novas oportunidades. O princípio básico disso é a conectividade. Aqui a gente não está recebendo só mais cabos de fibra óptica. A gente tá fazendo mais do que isso ao ganharmos esse investimento. Estamos ganhando um Data Center de ponta, com padrão de segurança e velocidade únicos”, ressaltou o prefeito de Fortaleza.

Vereadores de Fortaleza (CE) aprovam mais investimentos para a Saúde e Educação

Posted on Updated on

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou nesta terça-feira (16.4), em primeira discussão, mensagem da Prefeitura criando 142 cargos comissionados, sendo 126 para a Secretaria Municipal de Saúde e 16 para a Secretaria Municipal da Saúde. Na justificativa da proposta, a Prefeitura alega que diante da criação de novos equipamentos públicos na área da Educação e a reorganização do sistema de saúde mental, bem como a alteração dos limites entre Fortaleza e Maracanaú, estabelecida em lei nº 16.821 de 9 de janeiro de 2019, naturalmente, surge a necessidade de ajustar o quadro de gestores da Prefeitura visando assegurar o bom funcionamento dos equipamentos. Foram 25 votos favoráveis e dois vereadores votaram contrários; Sargento Reginauro e Márcio Martins, ambos do Pros.

Pela proposta, a rede escolar está senso ampliada em 53 novos equipamentos com a implantação de 46 novas escolas e sete transferidas de Maracanaú para Fortaleza, em função dos novos limites aprovados pela Assembleia Legislativa. A expansão da rede municipal é constituída de 18 escolas de tempo integral, 8 escolas de ensino fundamental e 27 centros de educação infantil. O impacto da criação dos novos cargos para os cofres públicos será de R$ 401.420,88 mensais.

Para atender os novos equipamentos da rede escolar serão criados 126 cargos, sendo 26 para Diretor escolar, 26 cargos de Secretário Escolar, 29 para Coordenador Pedagógico, 18 para Coordenador Administrativo-Financeiro de Escola de Tempo Integral e 27 cargos de Coordenador Pedagógico de Educação Infantil. Conforme a Prefeitura, 53 dos novos equipamentos escolares serão implantados até 2020, de forma que os cargos somente serão preenchidos à medida em que os equipamentos forem sendo inaugurados.

Na área de saúde, a Prefeitura vem investindo fortemente na modernização da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) por meio de melhorias em infraestrutura, revisão e automação dos processos de trabalho, capacitação dos servidores e a realização recente de um concurso público para a contratação de 133 novos profissionais, dentre eles, médicos com especialidade em clínica geral, neurologia, psiquiatria e psicologia; terapeutas ocupacionais, assistentes sociais e enfermeiros. Com isso, surge, também a necessidade de aperfeiçoar o processo de gestão, para além desse serviço onde se insere a implantação de um quadro de gestores dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e as Unidades de Acolhimento (UA).

O líder do governo, vereador Ésio Feitosa (PPL), justificou a iniciativa afirmando que a ampliação dos cargos de direção vem na esteira do fortalecimento dos setores de Educação e Saúde, que a Prefeitura vem realizando. Destacou que no início do ano a Prefeitura de Fortaleza recebeu do município de Maracanaú sete escolas que estavam no limite entre os dois municípios. “Pela nova delimitação, Fortaleza ampliou seu território e acabou herdando os equipamentos de Maracanaú, que agora precisam de funcionários para seus funcionamentos”, disse.

Na Saúde, observou que Fortaleza tem ampliado sua estrutura na rede de saúde pública, com novos postos, UPAS, Policlínicas e na Saúde Mental, por isso a razão da criação de novos cargos de direção no segmento

Energia elétrica terá aumento médio de 8,2% no Ceará

Posted on Updated on

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (terça-feira, 16.4) mais um aumento de tarifa para a Enel Distribuição Ceará, empresa que opera a energia elétrica. O reajuste será, em média, de 8,2%. Para consumidores de baixa tensão, o percentual será de 8,35% e para os clientes de média e alta tensão, em geral indústrias e grandes comércios, o índice aprovado foi de 7,87%. Para os clientes residenciais, o reajuste será de 7,39%. As novas tarifas passam a vigorar a partir da próxima segunda (22).

Realizada a cada quatro anos, como estabelecido em seu contrato de concessão, a revisão tarifária visa estabelecer o equilíbrio econômico-financeiro da empresa. O fatorprincipal que influenciou a revisão deste ano foi o custo com a compra de energia. Neste percentual de reajuste já consta a redução decorrente do pagamento do empréstimo da Conta ACR, que representou 3,15%. A Conta-ACR foi um mecanismo criado pela Aneel para repassar às distribuidoras os valores decorrentes de custos de compra de energianão previstos e pagos pelas concessionárias entre fevereiro e dezembro de 2014.

Numa conta no valor de R$ 100, cerca de R$ 23,50 são destinados à distribuidora, para operação, expansão e manutenção da rede de energia elétrica. O restante do valor se deve a fatores não gerenciáveis pela distribuidora e é destinada a cobrir os custos de transmissão, compra de energia, encargos setoriais e impostos. Veja abaixo como fica a composição da conta de energia da Enel Distribuição Ceará após a aprovação da revisão tarifária divulgada hoje (16).

Presidente do Senado propõe ampliação da Frente Parlamentar do Nordeste para o Norte

Posted on Updated on

Em reunião com a comissão de parlamentares nordestinos nesta terça-feira (16/4), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), propôs a ampliação da Frente para Norte e Nordeste, tendo em vista que há pautas comuns às duas regiões, pois há preocupação em relação ao destino do Banco da Amazônia (Basa) e da Superintendência para o Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

Ele recebeu a bancada do Ceará, composta pelos deputados estaduais Acrísio Sena (PT), Walter Cavalcante (MDB) e Daniel Oliveira (MDB), além dos deputados federais Moses Rodrigues (MDB) e Roberto Pessoa (MDB). Eles entregaram a Pauta de Reivindicações também ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).

A reunião integrou ação conjunta dos parlamentos do Nordeste contra o atual modelo de reforma da Previdência. “No nosso entendimento, há três pontos pacificados: a não desconstitucionalização, a preservação do BPC e a revisão do tratamento dado aostrabalhadores rurais”, adiantou Acrísio. Além disso, discutiu-se a articulação do Pacto Federativo e a defesa da manutenção dos órgãos regionais, tais como BNB, DNOCS e SUDENE.

Cadeia Fria: o grande desafio da logística na área farmacêutica

Posted on Updated on

Cadeia fria é um sistema de conservação, manuseio e transporte de produtos com temperatura controlada em todas as etapas do processo, ou seja, a mercadoria em questão não sofrerá possíveis consequências com variações de temperatura. Dentro do universo da logística de medicamentos, esse modelo é fundamental para garantir a qualidade do remédio que o paciente irá receber.

É justamente a qualidade dos fármacos que preocupa a Organização das Nações Unidas (ONU), que, por meio da Organização Mundial de Saúde (OMS), estima que até 50% das vacinas produzidas em todo o mundo são entregues já deterioradas devido ao modelo de armazenamento. “A quebra da cadeia do frio é um ponto importantíssimo que deve ser tratado na logística hospitalar com muita atenção. Sem uma cadeia fria bem estruturada e moderna, não é possível ter eficiência na gestão de medicamentos de um hospital”, afirma Roberto Vilela, presidente da RV Ímola, empresa de logística hospitalar.

Precauções

O objetivo da cadeia fria é evitar que haja comprometimento no efeito do remédio causando a perda de suas propriedades físico-químicas, zelando pela saúde do paciente. Pensando nisso que, desde 1979, o Ministério da Saúde publica manuais da rede do frio para auxiliar empresas da saúde e organizações governamentais no melhor entendimento da cadeia do frio.

Preocupação obvia e recorrente na hora de terceirizar o armazenamento e distribuição de medicamentos dos hospitais, é importante pensar em parceiros logísticos  que tenham expertise no segmento de armazenagem hospitalar e cadeia fria. Todas as regulamentações precisam ser atendidas para garantir total eficiência do medicamento e benefício total ao paciente.

Tecnologia

O transporte adequado de vacinas, biomedicamentos, hemoderivados e outros produtos necessitam de controle de temperatura para não perderem suas propriedades. “Contar com uma completa e moderna infraestrutura logística adequada ao controle de temperatura é essencial. Buscamos o que há de mais moderno no mercado e oferecemos um serviço que, dependendo do medicamento, chega a ser 100% feito em cadeia fria”, afirma Vilela.

Os dados da OMS deixam explicita a necessidade crescente de se aprimorar os procedimentos ligados à cadeia fria devido ao alto nível de descarte de substâncias por carência no cuidado com a temperatura.