Aplicativo de transporte Bella Driver inicia operações em cinco cidades

Posted on Updated on

Com foco na garantia da segurança dos usuários – principalmente as mulheres – o aplicativo de transporte Bella Driver começa a operar em cinco cidades brasileiros nesta sexta-feira, (8.3), Dia Internacional da Mulher. Moradores de Campinas e Piracicaba (SP), Natal (RN), Caruaru (PE) e Fortaleza (CE) serão os primeiros com o novo serviço de mobilidade.

A competição acirrada entre aplicativos de mobilidade como Uber, Cabify, Easy e 99 tem como reflexo imediato a queda dos preços e uma preocupação maior com a qualidade do serviço ofertado – já que as empresas precisam se superar para não serem atropeladas pela concorrência.

Um dos itens de maior anseio do mercado é em relação à questão da segurança. Fazer a solicitação do transporte com apenas alguns cliques no celular, entrar em um carro geralmente bem cuidado e com motorista atencioso são alguns dos benefícios que vêm sendo celebrados pelos usuários nos últimos anos. Muitos, inclusive, estão vendendo seus automóveis, o que vai ao encontro do conceito da economia do compartilhamento, na qual as pessoas deixam a ter a posse de objetos e passam a usufruir deles apenas nos momentos em que precisam.

Apenas 4,5% de todos os quilômetros dirigidos em todo o mundo são feitos por plataformas de mobilidade urbana compartilhada, apontam dados do banco Morgan Stanley. O tamanho deste mercado é o mesmo da quantidade de carros subutilizados que existem na cidade de São Paulo, por exemplo, que tem mais de nove milhões de automóveis.

Briga acirrada pelo passageiro

Com isso, todos querem captar os consumidores e as estratégias agressivas para manter-se em crescimento suscitam questionamentos de pessoas que acompanham o setor.

“É uma briga de foice. O problema da mobilidade na sociedade é eterno, não é algo que será resolvido em um ano ou dois. Vemos claramente que ter essa visão será um diferencial nosso para a sustentabilidade dos negócios”, projeta a Relações Públicas e Assessora Jurídica da Bella Driver, Paula Fernandes.

Paula ainda diz que, quando um passageiro seleciona um app de mobilidade, ele analisa não só o preço, mas também todos os outros diferenciais. Na Bella Driver, a executiva destaca a existência de um estudo criterioso de soluções que melhorou a experiência dos usuários com foco na prevenção. São recursos como o que permite que a passageira possa escolher ser transportada por uma motorista mulher. “A concorrência é muito benéfica para os passageiros, que conquistaram a liberdade de escolher o serviço que atende melhor a sua necessidade; e para os motoristas, que podem ampliar a renda ao trabalhar num mercado em expansão”, completa.

Meta com a segurança é total

A Bella Driver investiu no item de maior preocupação, que é a segurança de passageiros e motoristas. O sistema é completo, possui mais 99,9% de assertividade e tem um plano agressivo de marketing em mídia espontânea e depoimentos de satisfação dos clientes para se consolidar nos mercados onde está sendo lançado.

E além disso, entre os diferenciais para os motoristas estão: o passageiro também passa por um cadastramento mais rígido que permita sua identificação de maneira mais segura; há seguro para acidentes, inclusive em caso de lesão grave e morte; o percentual que o aplicativo cobra é fixo e de apenas 20%; há desconto de 5% nos abastecimentos; e outros benefícios, como descontos em farmácias; sorteio de 2500 reais semanais pela loteria federal; as motoristas mulheres podem escolher transportar apenas passageiras mulheres; assistência jurídica para pequenas causas relacionadas às viagens por taxa simbólica; chat em tempo real com a Central para solução de problemas; e botão de emergência que envia por SMS a localização em tempo real e informações do cliente para cinco contatos.

A empresa também vai oferecer aos motoristas do aplicativo valores exclusivos para contratação do CHIP TIM Bella Driver, um sofisticado plano de telefonia com 10 GB e 20 GB de internet, voz local e nacional ilimitado, Tim Banca com mais de 90 revistas, Whatsapp, Facebook, Instagram, Twitter e Tim Finanças com utilização ilimitada. Os valores são de R$20,41 para 10GB e R$30,41 para 20GB.

A estratégia foi desenvolvida pelo Banco 360, acionista da Bella Driver

A Bella Driver funciona no modelo de franquia e o investimento inicial é de aproximadamente R$ 100 mil reais, com uma taxa de retorno rápida, transparente e segura.

A plataforma tem investimento totalmente nacional, tanto em capital como em tecnologia de ponta. A diretoria vê esse momento como uma batalha tecnológica, quando aparecem diversas empresas com vários tipos de soluções, cada uma entendendo o mercado de um jeito. Nesse caso, há oportunidades para diferentes cestas de consumo serem exploradas para alguém que deseja um carro mais barato, busca mais qualidade ou um serviço segmentado.

Para os próximos meses já estão previstas inaugurações em Sorocaba, Vitória, Joinville, João Pessoa e mais 50 cidades de médio porte. Até o final de 2019, a expectativa é de que o aplicativo esteja atuando em 60 municípios brasileiros.

Segunda parcela do IPVA 2019 no Ceará vence hoje

Posted on Updated on

A segunda parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2019 vence hoje (8.3), a sexta-feira após o Carnaval. Os contribuintes que não quitaram a primeira parcela do imposto, que venceu em 8 de fevereiro, ainda podem efetuar o pagamento. Para isso, basta acessar o site da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) e imprimir o boleto do IPVA atualizado, com o acréscimo de juros e multa de 0,15% ao dia, até o limite de 15% sobre o valor do imposto. O Documento de Arrecadação do Estado (DAE) será gerado mediante a informação do chassi do veículo, ou da placa e do número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores).

O pagamento pode ser feito normalmente nos bancos Caixa Econômica, Bradesco, Banco do Brasil (BB), Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Santander, Itaú, nas casas lotéricas e na rede de farmácias Pague Menos. Quem preferir pode realizar o pagamento do imposto por meio dos cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco.

Como imprimir o boleto do IPVA 2019

A parcela única do IPVA 2019 com o desconto de 5% sobre o valor total do tributo venceu em 31 de janeiro. Aproximadamente 677 mil contribuintes optaram pela forma de pagamento com o abatimento. Para os contribuintes que escolheram parcelar o imposto, ainda restam quatro parcelas, que devem ser pagas nos dias 8 de março, 8 de abril, 8 de maio e 10 de junho. Até o momento, cerca de 780 mil donos de veículos já acertaram o pagamento da primeira parcela.

Para chegar aos valores constantes nas tabelas do IPVA, a Sefaz considerou a tabela divulgada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que expressa os preços médios de mercado dos veículos, efetivamente praticados por Estado, e consulta ao Sindicato dos Revendedores de Veículos Automotores do Ceará (Sindivel).

Este ano, 2.271.067 veículos serão tributados, com uma previsão de arrecadação de R$ 1.001.864.000,00, sendo que 50% desse valor pertence ao Tesouro Estadual e os outros 50% são destinados aos municípios cearenses.

Desde 2015, a Sefaz não envia cobranças do IPVA pelos Correios. Todos os boletos para pagamento encontram-se disponíveis aos contribuintes no site da Secretaria.

Governo do Ceará comemora Dia da Mulher com homenagens e anúncio da implantação da Casa da Mulher Cearense

Posted on Updated on

No Dia Internacional da Mulher, hoje (8.3), o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anuncia a implantação da Casa da Mulher Cearense nas principais regiões do Estado. A exemplo da Casa da Mulher Brasileira, instalada em Fortaleza, o equipamento atuará no atendimento humanizado e especializado das mulheres em situação de violência, bem como na capacitação para a sua autonomia econômica.

Na celebração, que será no Palácio da Abolição às 9h, serão homenageadas mulheres que se destacam pelo trabalho social no Estado.

Também participam do ato a primeira-dama do Estado, Onélia Santana, a secretária de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos, Socorro França, além de representantes de movimentos de mulheres.

Indústria de chocolate se prepara com otimismo para o período da Páscoa

Posted on Updated on

O período de Páscoa, uma das melhores datas para a indústria de chocolate no ano, gera um aumento significativo na produção e em empregos temporários, aquecendo a economia e movimentando o varejo.

Em 2018 foram produzidas mais de 11 mil toneladas de ovos e produtos de Páscoa, número 26% maior que o registrado no ano anterior. O setor de chocolate está otimista para 2019 com a produção para a Páscoa a todo vapor.

“Estamos confiantes. O mercado de chocolate volta a ganhar penetração nos lares brasileiros com maior consumo de ovos e figuras de Páscoa, como também de produtos regulares. A indústria tem amplo portfólio que agrada todos os perfis dos brasileiros”, explica Ubiracy Fonsêca, presidente da Abicab (Associação Brasileira das Indústrias de Chocolates, Amendoim e Balas).

Segundo a Abicab, para atender a demanda de Páscoa deste ano, as indústrias e o varejo geraram mais de 18 mil vagas de empregos temporários, tanto em fábrica quanto em pontos de venda.

Mercado de chocolates

Em 2018 o setor de chocolates (não apenas Páscoa), faturou R$ 13,3 bilhões no Brasil, segundo dados do Euromonitor. “Outro indicador do desempenho positivo da indústria no ano passado, e que reforça o otimismo para este ano, foi o aumento de 6,5% na produção de chocolate, totalizando 671 mil toneladas de chocolates, incluindo achocolatados em pó”, finaliza Fonsêca.

Sobre a Abicab

Fundada em 1957, a Abicab representa os principais fabricantes de Chocolate, Amendoim, Balas e derivados do País junto às esferas pública e privada, no Brasil. A indústria brasileira nestes setores fatura cerca de R$ 26,4 bilhões e gera mais de 42 mil empregos diretos. A entidade, que representa atualmente 92% do mercado de chocolates, 93% do mercado de balas e confeitos e 62% do mercado de amendoim, tem como objetivo central implementar ações de valorização, promoção e fomento dos mercados internos e externo nestes setores.

Empresa apresenta nova campanha de marketing baseada em Inteligência Artificial e Agilidade

Posted on Updated on

O cenário econômico mudou e a transformação digital já é uma realidade ou um processo em andamento dentro das companhias. Atenta a esse movimento, a Senior, uma das principais desenvolvedoras de software do Brasil, está com a campanha de marketing “Adicione Agilidade” para 2019.

A proposta da empresa é ajudar seus clientes a adotarem as melhores tecnologias com agilidade, através de sua nova plataforma Senior X- plataforma unificada que potencializa a experiência do usuário ao integrar todas as soluções da companhia em uma única interface.

Para ajudar na agilidade dos processos, a empresa focará a sua campanha de 2019 na Sara (Senior Automated and Responsive Agent), a assistente virtual, baseada em inteligência artificial da Senior. Desenvolvida em plataforma de computação cognitiva, ela pode ser acessada por dispositivos móveis e interage com o usuário a partir do reconhecimento da voz e transformação da fala em texto. O objetivo é oferecer as empresas mais agilidade em seus negócios, aumentando a produtividade.

“A Sara hoje é o principal ponto de apoio para os clientes e colaboradores Senior, por esta razão faz todo sentido permitir que ela assuma o protagonismo neste ano de 2019. Ela passa a ganhar aparência física, personalidade e presença nos eventos, nas páginas de navegação online e também nos atendimentos via redes sociais”, explica o Diretor de Marketing e Produto da Senior, Jean Vieira.

Com 30 anos de experiência e relevância no mercado, a Senior hoje está focada em seu plano de expansão, que tem a meta de atingir o faturamento de 1 bilhão de reais até 2023. Por esta razão a empresa vive um constante processo de renovação, com um olhar atento aos movimentos do mercado e com insumos para oferecer tecnologia de ponta, conforme todas as tendências mundiais da atualidade.

“É importante que as empresas saibam que somos uma empresa brasileira de grande porte e que estamos preparados para atuar dentro da realidade de cada cliente, sem limites para otimizar os processos, que inclusive, podem conter soluções antigas de outras empresas. Isso é adaptação tecnológica inteligente e ágil”, afirma Jean Vieira.

Seguindo a proposta de adicionar agilidade aos processos dos clientes Senior em 2019, a empresa também traz lançamentos para o RH, Logística e outras operações corporativas, conheça alguns:

“Adicione agilidade no RH” – com Analytics do HCM e Onboarding

“Adicione agilidade na gestão industrial” – solução para gestão de fábrica, aplicando novos conceitos de mercado e principalmente conectado as novas tecnologias para a indústria 4.0

“Adicione Agilidade ao seu processo logístico – solução para gerir a área de transporte das empresas de forma integral para os segmentos de indústria, varejo, atacado e distribuição e transporte conectando naturalmente com outras soluções de gestão.

Analista de marketing virtual permite interações de empresas com consumidores

Posted on Updated on

A Flex Relacionamentos Inteligentes, uma das líderes no uso de tecnologia na gestão de relacionamento e interação empresa-cliente no país, investiu na startup Beon para o atendimento de operações de e-commerce. A solução funciona como analista de marketing virtual para marcas, permitindo que as empresas entendam seus consumidores e aumentem a taxa de conversão de suas plataformas de e-commerce.

A ferramenta aplica as principais competências de cada empresa para entender o momento certo de interagir com cada cliente. Segundo estudo da consultoria BCG, feito em parceria com o Google, as empresas que adotam ciência de dados em sua relação com consumidores têm receita até 20% maior e obtêm uma redução de custos que chega a 30%. “Vender mais e fidelizar clientes é a consequência inevitável de interações centradas nos interesses particulares de cada um deles”, explica o CEO da Flex, Topázio Silveira Neto.

A ferramenta busca solucionar um dos maiores problemas do e-commerce brasileiro: o abandono de carrinho. Dados do estudo E-Commerce Radar, realizado a partir de resultados consolidados do comércio eletrônico brasileiro no último ano, mostram que, dos clientes que selecionam produtos em sites, 82% não finalizam a compra. “O setor sofre com o fato de os consumidores entrarem nos sites, olharem tudo e irem embora sem efetuar a compra. Estas pessoas navegam sem identificação no site, ou seja, não logadas, o que potencializa a venda antes da desistência. Será que um atendimento diferenciado não aumentaria as conversões?”, questiona.

A plataforma gerencia ações de comunicação online com os consumidores de e-commerce. Baseada em AI, ela aprende com o comportamento de seu público, escolhendo o conteúdo, canal e tempo de contato mais efetivo para cada pessoa. “Através da Beon, é possível acompanhar esse consumidor no site, identificar quais são as suas dúvidas e porque não está fechando as compras. Assim, é oferecido um canal de comunicação por onde promoções são oferecidas e que permite entender o porquê a compra ou transação não é finalizada”, explica Bruno Possidonio, fundador da Beon.

A Beon vem para mudar o conceito de que as empresas não vendem pela Internet e sim que as pessoas compram pela internet. “De certa forma, estamos quebrando esse paradigma. Estamos dando a oportunidade de criar uma interface que vende pela Internet. O consumidor está lá para comprar, mas se ficar indeciso, disponibilizamos um canal para auxiliá-lo a tomar a decisão, o que é uma postura inovadora”, complementa Possidonio.

A plataforma conta com ferramentas para recomendação de produtos, otimização de catálogo e landing pages, prevenção ao abandono de carrinho, condução e otimização da jornada de compra, além de automação de campanhas de e-mail, push, e outros canais. A inteligência do Beon é aberta e permite a integração com qualquer ferramenta do ecossitema da operação, seja um CRM, ERP ou outras soluções de automação de marketing e permite que o time de gestão atue nas tomadas de decisão.

Segundo Silveira Neto, o investimento em inovação pode afetar positivamente toda a estratégia de negócios e impactar na geração de resultados. Através de suas ferramentas digitais e eficiência operacional, a Flex busca, dentro de um contexto cada vez mais dinâmico e tecnológico, caminhos que resultem em soluções para Relacionamentos Inteligentes.

A estratégia da Flex e Beon são complementares. “A Beon identifica oportunidade de conversão e dispara um gatilho para a Flex atuar no relacionamento com cliente, através de plataforma omnichanel. Com inteligência operacional, Flex e Beon são capazes de negociar com o cliente e oferecer os produtos com maior possibilidade de conversão, usando canais digitais da preferência do usuário (whatsApp, SMS, messenger, e-mail, ligação) e análise do seu histórico de busca no e-commerce”, afirma Silveira Neto.

Atendimento de excelência. Como oferecer?

Posted on Updated on

Artigo de Marcos Lancellotti, administrador com pós-graduação em marketing. Na Top People, empresa especializada em trade marketing e recrutamento e seleção, é gerente de marketing, trade e atendimento.

O atendimento é o departamento a ser considerado um dos mais relevantes dentro de uma estrutura empresarial. É responsável pela retenção e expansão dos negócios de parceiros e, consequentemente, da própria empresa. No primeiro contato, é de extrema importância que, além da cordialidade, tenha-se empatia, utilizando toda a base de conhecimento e experiência de mercado. E o mais importante: cada cliente deve ser tratado como único, independentemente de qual segmento pertencer.

Toda ideia ou adaptação que se faça necessária ao cliente e suas necessidades devem, atenção!, ser discutidas no fechamento do contrato com o objetivo de atender todas as demandas. Toda e qualquer operação precisa levar em conta o custo x benefício, porém a qualidade deve estar no topo da lista. Esse é o modelo de serviço que garantirá o bom posicionamento da agência no mercado e que fará com que esteja em alta para o olhar geral daqueles que estão à procura de preço x qualidade.

Não é incomum o mercado, em determinadas estruturas, sejam agências ou mesmo indústrias, “engessar” a operação de forma a não permitir a integração entre o trade e o comercial. E o resultado disso é o atendimento não ter efetividade como deveria sem as informações necessárias para dar um suporte de qualidade. Por isso, detalhes como volumes negociados, ações pontuais e projeto bem feito devem ser pensados logo no início, mas com o grande desafio de não onerar a operação e dar suporte necessário a sempre crescente vazão dos produtos.

Satisfação e garantia de um serviço executado com qualidade, inteligência e cumplicidade é – e sempre será – o caminho mais curto para o sucesso efetivo. A experiência e o know how são fatores determinantes para a segurança de qualquer estratégia, o que também minimizará falhas, aumentando consideravelmente as chances de projetos duradouros e sólidas parcerias.

Portanto, é mandatório buscar, incansavelmente, conhecimento de mercado, expertise, parceria, comprometimento e transparência nas relações com o cliente, visando o crescimento e a consolidação do sucesso para ambas as partes.

Rotatividade impõe efeitos à produtividade da empresa

Posted on Updated on

Já ouviu falar em turnover? É o índice de rotatividade dos colaboradores de uma empresa, ou seja, a entrada e saída de funcionários em um determinado período. Atualmente, por conta das mudanças no mercado de trabalho, o número de pessoas que permanecem pouco tempo em um emprego aumentou, e formar uma boa equipe tornou-se um desafio para o setor de recursos humanos. Mas quais os efeitos do turnover para corporações e colaboradores?

A especialista em desenvolvimento humano Susanne Anjos Andrade, autora do best-seller “O Poder da Simplicidade no Mundo Ágil”, explica que a troca de funcionários pode causar sérios impactos no negócio. ”Podemos considerar a perda de conhecimentos específicos, deterioração do clima organizacional, custos extras com desligamento e verbas rescisórias, custos com a contratação de novos funcionários e queda da produtividade”, comenta.

Ainda de acordo com ela, estima-se que um índice aceitável de turnover gire em torno de 5%. “Em muitos casos, a alta rotatividade pode estar ligada à gestão, ou seja, à maneira com que os superiores lidam com seus colaboradores. É claro que um profissional pode ser contratado para um cargo com o qual depois não se identifica, ao vivenciar o dia a dia da função. No entanto, muitas empresas já adotam um modelo de gestão humanizado, buscando manter a motivação em alta e, hoje, as pessoas estão em busca de ambientes de trabalho flexíveis, que sejam pautados pela igualdade e respeito”, esclarece.

Além disso, a gestão por conflito – aquela em que os funcionários seguem regras fixas, têm pouca liberdade de expressão, e em que a cobrança por resultados é excessiva – é um dos principais motivos que levam profissionais a permanecerem pouco tempo no emprego. “Para esses líderes, a rotatividade está ligada somente ao perfil dos colaboradores, quando na verdade existem questões de gestão que precisam ser revistas”, salienta Susanne.

Trabalhador feliz x turnover

Mas como fazer com que um colaborador trabalhe feliz e permaneça na empresa? A resposta está na humanização, que despontou como uma maneira de controlar o índice de turnover de muitas empresas. Já está comprovado que um funcionário feliz produz mais e traz mais resultados. Só que, para essa tal felicidade se manter, o gestor deve deixar de ser o chefe para se tornar um líder.

“Com as mudanças nas relações de trabalho, as empresas precisam se modernizar e flexibilizar seu modelo de gestão. Por isso, a humanização está cada vez mais presente no ambiente corporativo, que tenta valorizar o ser humano por trás do crachá, procurando  prezar pelo bem-estar de quem trabalha no local”, diz.

Susanne, contudo, pontua que a humanização não irá acabar com todos os problemas do dia a dia no trabalho. Porém, se as relações forem humanizadas, com certeza todos estarão melhor preparados para encontrar as melhores formas para solucioná-los. “Se, por exemplo, um gestor contratar uma pessoa para um cargo e, mesmo com a humanização, os resultados não aparecerem, é porque, provavelmente, o perfil da pessoa não se encaixa com as atribuições da vaga. Assim, é possível recolocá-lo internamente, em outra função, identificando o seu propósito e o que mais lhe motiva, antes de pensar em desligar aquele funcionário, complementa.

Além disso, a humanização pode ser notada até mesmo na disposição física dos espaços de trabalho. Algumas empresas já não utilizam o modelo antigo de escritório, em que a sala do chefe fica em um local separado. Agora, existe o “open space” em que todos os colaboradores, não importa qual o cargo, ficam em um mesmo ambiente, sem portas nem paredes. As relações são pautadas na transparência e colaboração.

Condições inadequadas de trabalho contribuem para que o funcionário peça demissão. O turnover também prejudica o colaborador, já que, no momento em que ele abandona aquele emprego, pode sentir-se inseguro por não ter perspectiva de crescimento na carreira. “A felicidade no trabalho deve ser vista como algo mais amplo do que apenas o aspecto profissional, está ligada à qualidade de vida do trabalhador como um todo. Uma empresa que tem a humanização e o bem-estar dos funcionários como prioridade conseguirá manter os bons profissionais em seu quadro por meses, ou até mesmo anos”, finaliza.

Escola de tecnologia promove Seminário pela Internet

Posted on Updated on

A Ctrl+Play, escola de programação de Games, Aplicativos e Robótica para crianças e adolescentes, vai realizar nesta quinta-feira (07.02), um Webinário com a coach e mentora de jovens e adolescentes, Mirella Forte. A primeira edição da Live trará o tema “As habilidades que seu filho precisa desenvolver para garantir o futuro”, abordando aspectos de como os pais podem preparar os filhos para os próximos anos. O bate-papo online terá início às 20h e será transmitido no Instagram da escola (@ctrlplayfortaleza). Para participar, basta seguir o perfil da escola e se conectar no horário marcado. Os participantes também poderão interagir com a transmissão, enviando perguntas sobre o tema.

Mirella Forte: Executive & Life Coach.

Mirella é Coach e Mentora de adolescentes em fase de ensino médio, e de jovens em fase universitária e profissional, auxiliando na escolha profissional e no desenvolvimento de habilidades como planejamento, organização e estratégia; despertando a motivação e a auto-responsabilidade para realizar as mudanças e ações que o levarão a alcançar seus objetivos, seus melhores resultados.

  • Coach e Mentora de jovens herdeiros de empresas familiares, na HerdArs – Escola de Herdeiros.
  • Coach e Mentora do projeto Coaching na Escola, do Colégio Nova Dimensão (Fortaleza – CE).

Instituído Comitê de Governança Estratégica do Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza (CE)

Posted on Updated on

A diretora do Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza (CE), juíza Ana Cristina de Pontes Lima Esmeraldo, instituiu por meio de portaria publicada no Diário da Justiça o Comitê de Governança Estratégica do Fórum. Na criação do referido Comitê, a magistrada levou em consideração a importância de implementar práticas de governança corporativa e de gestão estratégica, favorecendo a atuação integrada e sistêmica na resolução das demandas no âmbito do Fórum.

O Comitê tem por propósito tratar de questões que impactem no bom e regular funcionamento das atividades dos setores e no cumprimento da estratégia do Poder Judiciário do Ceará e do Fórum Clóvis Beviláqua; propor estratégias que importem na evolução e melhoria do serviço; identificar e tratar de problemas que possam comprometer a consecução do objetivo, promovendo a articulação necessária entre as áreas envolvidas; demandar a realização de estudos e o levantamento de dados prévios para fins de análise e tomada de decisão; promover o compartilhamento de informações estratégicas que possam impactar no desempenho das atividades meio ou fim do Poder Judiciário Cearense no âmbito do Fórum.

INTEGRANTES

O Comitê é composto pela diretora do Fórum, juíza Ana Cristina de Pontes Lima Esmeraldo; vice-diretor do Fórum, juiz Edson Feitosa dos Santos Filho; coordenadora das Varas da Fazenda Pública, de Execução Fiscal, de Recuperação de Empresas e Falência e de Registro Público, juíza Ana Cleyde Viana de Souza; coordenador das Varas Cíveis, juiz Antônio Cristiano de Carvalho Magalhães; coordenador das Varas de Família e Sucessões, juíza Maria Martins Siriano; coordenador das Varas de Infância e da Juventude, juíza Mabel Viana Maciel; coordenadora das Varas Criminais, juíza Solange Menezes Holanda; coordenador dos Juizados Especiais, juiz Marcelo Roseno de Oliveira; supervisor da Central de Cumprimentos de Mandatos (Ceman), juiz Flávio Vinícius Bastos Sousa; Supervisora da Distribuição, juíza Sílvia Soares de Sá Nóbrega; ouvidor-geral da Comarca de Fortaleza, juiz Gúcio Carvalho Coelho; coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Fortaleza (Cejusc), juíza Ana Kayrena da Silva Freitas.

NÚCLEO DE APOIO À GOVERNANÇA ESTRATÉGICA

O apoio administrativo ao Comitê será prestado pelo Núcleo de Apoio à Governança Estratégica da Diretoria do Fórum, tendo como objetivo elaborar, articular, planejar, apoiar, coordenar e acompanhar ações, projetos e práticas referentes à gestão administrativa do Fórum Clóvis Beviláqua. A criação do Núcleo se deu por meio da Portaria nº 132.