Exposição ‘Mariana’ mostra em Fortaleza (CE) viés mais humano de uma das maiores tragédias do país

Posted on Updated on

O fotógrafo baianoChristian Cravo soma 27 anos de carreira e é atualmente um dos nomes mais respeitados da fotografia contemporânea brasileira.  Em 2015, o fotógrafo esteve no local da maior tragédia ambiental do país, em Mariana, um mês após a barragem de Fundão romper. Os registros estão presentes no livro que leva o nome da exposição e serão apresentados na Caixa Cultural de hoje (28 de agosto) a 13 de outubro. Com realização da Via Press Comunicação, a mostra estará aberta para visitação gratuita de terça-feira a sábado, das 10h às 20h e domingo das 12h às 19h, na Caixa Cultural Fortaleza (Avenida Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema).

Christian Cravo é reconhecido internacionalmente com exposições próprias em espaços consagrados em todo o mundo. Entre seus trabalhos estão os livros ‘Irredentos’ (2000), ‘Roma noire, ville métisse’ (2005), ‘Nos Jardins do Éden’ (2010), ‘Exú Iluminado’ (2012), ‘Chistian Cravo’ (2014), editado pela prestigiada editora Cosac & Naify, e ‘Mariana’ (2016). Já recebeu prêmio do Museu de Arte Moderna da Bahia, do Mother Jones International Fund for Documentary Photography e da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) pela melhor exposição fotográfica de 2015.

Deixe uma resposta