Com coronavírus, vendas online de álcool em gel crescem mais de 4.700% no país, aponta estudo

Posted on Updated on

Resultado de imagem para álcool gel 70

O coronavírus provocou perdas em diferentes setores desde a sua chegada ao país, mas um deles tem obtido excelentes resultados em meio à pandemia: o e-commerce. Um levantamento realizado pelo Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, mostra que 13 milhões de compras online foram realizadas entre 24 de fevereiro e 18 de março, alta de 30,8% em relação ao mesmo período do ano passado. O aumento gerou R$ 5,56 bilhões em vendas, número 28% maior do que o registrado no mesmo período de 2019.

Diferentes produtos têm sido comprados via e-commerce nesse período, mas um deles é destaque em todo o país: o álcool em gel. No mesmo período analisado, as vendas do produto tiveram aumento de 4764% em relação ao mesmo período do ano anterior e o faturamento com o item cresceu 4974%.

O crescimento chama a atenção até mesmo quando comparado a outros produtos de saúde: entre fevereiro e março, o volume de compras de Nebulizadores e Inaladores cresceu 553% e, o faturamento, 900%. As vendas via e-commerce de Luvas Cirúrgicas tiveram aumento de 174% e o faturamento do item cresceu 119% no período, por exemplo.

“Em um cenário sem a COVID-19, a categoria de saúde não é uma das mais expressivas no e-commerce. Moda e Acessórios ocupa o lugar de destaque em volume de pedidos e Eletrônicos e Telefonia movimentam quantias significativas em faturamento. O que estamos vendo é uma inversão desses papéis, com itens destinados à prevenção do coronavírus sustentando em grande parte o crescimento do e-commerce no país. Essa é uma tendência que deve continuar pelos próximos meses e que estamos acompanhando de perto”, destaca André Dias, diretor executivo do Compre&Confie.

Nos meses fechados de fevereiro e março, o segmento de Saúde registrou alta de 65% no volume de compras realizadas durante os meses de fevereiro e março, na comparação com o mesmo bimestre do ano anterior. Considerando o mesmo recorte, Beleza e Perfumaria vem em seguida, com incremento de 57%.

Ao mesmo tempo, categorias que habitualmente geram bons resultados registraram queda significativa no período: Câmeras, Filmadoras e Drones tiveram baixa de 47% no volume de compras, Games sofreram redução de 35% e Eletrônicos, de 18%.

Em faturamento, o setor de Saúde registrou alta de 111% em fevereiro e março deste ano quando comparado aos mesmos meses de 2019. O segmento de Beleza e Perfumaria teve incremento de 83% e, novamente, setores como Câmeras, Filmadoras e Drones (-62%), Games (-37%) e Eletrônicos (-29%) registraram baixa.

Deixe uma resposta