Fintechs brasileiras se preparam para atender com a crise do #covid-19

Posted on Updated on

Uma variedade de startups FinTech, algumas que inclusive já trabalham com a população não bancarizada, estão tomando a frente para atender o mercado. O Instituto Locomotiva estima que 29% dos adultos brasileiros não possuem conta bancária. Outros milhões são sub-bancarizados, ou seja, têm uma conta que raramente usam por causa das altas taxas.

A FinTech alt.bank está oferecendo descontos em planos de saúde, 1% de cashback, conta digital gratuita e um portal de informações sobre COVID-19 (www.auxiliocorona.com.br) para os brasileiros elegíveis ao Auxílio Emergencial do governo federal. A startup foge à regra ao oferecer contas mesmo para quem tem restrições no CPF.

O alt.bank está abrindo mão de parte das suas comissões e devolvendo 1% de todo o valor gasto pelos seus membros nos cartões de débito alt.bank, e também 1% do valor das recargas de celular feitas através do alt.bank. O valor será pago mensalmente e diretamente nas contas dos clientes ao final dos meses de Abril, Maio e Junho. Os benefícios de saúde oferecem descontos significativos em farmácias, visitas médicas e exames.

Para ajudar seus membros a ficarem em casa, o alt.bank está oferecendo pagamento de boletos e transferências (TED) gratuitas através da sua conta. Além do cartão de débito VISA já disponível, a empresa também irá oferecer em breve um cartão de crédito pré-pago para que seus membros possam fazer compras online em estabelecimentos que não aceitam cartões de débito.  

A empresa de pagamentos online PicPay está ajudando 732.000 estudantes do estado de São Paulo a receber uma ajuda mensal do governo do estado de R$55 para compras de comida. Para 113.000 estudantes em situação de extrema pobreza, o benefício poderá dobrar para R$110 por dois meses.

Outro exemplo é o da FinTech curitibana EBANX, que recentemente lançou o EBANX Beep, uma plataforma onde pequenos comerciantes e autônomos poderão vender vouchers dos seus serviços. Para os produtos físicos, a EBANX fez uma parceria com o Cabify para que os produtos possam ser entregues diretamente aos clientes.

“Os beneficiários do Auxílio Emergencial terão uma conta digital da CAIXA para receber o benefício, mas essa conta possui grandes limitações,” afirmou o fundador e CEO do alt.bank Brad Liebmann. “Ao transferir o valor para a conta digital alt.bank, eles podem permanecer em casa, respeitando as orientações de isolamento social, e sem deixar de realizar as operações bancárias que precisam.”

Deixe uma resposta