Startup brasileira premiada na Europa, apresenta solução de votação ao TSE para as Eleições de 2022

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pretende mudar o sistema eletrônico de votação que é adotado no Brasil desde 1996. Segundo o tribunal, o objetivo é mudar o sistema de urnas eletrônicas para permitir a votação por dispositivos móveis, como smartphones e tablets. E para cumprir esse objetivo, foi lançada uma iniciativa intitulada “Eleições do Futuro”, que tem como objetivo usar a tecnologia em favor do cidadão. Dentro do Eleições do Futuro, o TSE abriu um edital público com o objetivo de reunir o máximo de propostas para mudar o sistema. O edital é voltado para empresas de tecnologia que possam criar ou apresentar soluções já em execução para “identificar e conhecer soluções de votação, preferencialmente on-line, de empresas ou instituições de direito privado”, afirmou o tribunal.

Entre as empresas que farão demonstrações está a OriginalMy, startup brasileira pioneira e inovadora que utiliza tecnologia de última geração e vem revolucionando o mercado de governança digital. A startup foi fundada no Brasil em 2015, porém migrou suas atividades para a Europa por questões regulatórias. Assim, a OriginalMy foi aprovada pelo Startup Estonia, um programa de fomento à inovação e a startups organizado pelo governo da Estônia. A startup é tão promissora que irá representar o país no maior evento de investimentos do mundo, o Annual Investment Meeting que acontecerá entre os dias 20 e 22 em Dubai. Ainda nesse mês de outubro, foi nomeada como melhor e mais inovadora solução digital da Estônia pelo WSA.  A startup ainda continua com a sua maior atuação aqui no Brasil e, mesmo com sede na Estônia, traz soluções que combatem fraudes e promovem um maior acesso à justiça no Brasil.

A OriginalMy trabalha no desenvolvimento de soluções que combatem fraude, burocracia e promovem um maior acesso à justiça, como por exemplo certificação de documentos e arquivos digitais, preservação de prova online, assinatura digital de documentos ou contratos e criação de identidade digital. Por fim, a startup também desenvolve soluções para a realização de votações, contribuindo com a democracia e o empoderamento das pessoas. E é justamente esta ferramenta que a startup apresenta como solução de votação ao TSE para as eleições de 2022.

A apresentação está marcada para o dia 15 de novembro, data do primeiro turno das eleições. A OriginalMy fará a demonstração de seu sistema de votação online intitulado OMyVote junto com outras 31 empresas, incluindo gigantes de tecnologia como Amazon e IBM. A solução OMyVote é uma plataforma de votação que possibilita eleições totalmente online, de forma criptografada e secreta. Além disso, a solução permite ao eleitor votar sem precisar sair de casa, apenas usando seu computador ou smartphone. Segundo o CEO da OriginalMy, Edilson Osório, o sistema está pronto para fornecer eleições móveis com segurança, incluindo a preservação do sigilo e a segurança do voto, assim como ter mecanismos de auditoria transparente para as eleições. “Nosso protocolo tem como premissas a transparência absoluta, a auditabilidade de todo o processo e o anonimato dos votos. Ele pode ser utilizado em setores como conselhos municipais, eleições internas de partidos, assembleias de empresas S/A e assembleias de condomínios”, afirmou.

Osório também destacou a oportunidade aberta pelo TSE e a oportunidade de mudança e evolução que ela traz ao sistema eleitoral brasileiro. “Acredito que o TSE abrir a oportunidade para conhecer e avaliar as soluções existentes no mercado é um grande passo para a evolução do sistema eleitoral brasileiro, como um todo”, disse. “A solução de voto digital que a OriginalMy apresentará está alinhada com o que países como a Estônia estão fazendo há décadas e ainda traz o benefício de uma camada de transparência muito maior. A nossa ferramenta está completamente alinhada com as necessidades específicas do Brasil e pode transformar o sistema eleitoral atual deixando-o muito mais dinâmico, transparente e seguro.”

Até o momento, mais de 2 milhões de votos já foram realizados usando o protocolo Helios, no qual, juntamente com o protocolo Hääl, foi construída a plataforma OMyVote. 

Deixe uma resposta