Loja especializada em mercado #pet investe na qualidade de vida de bichos de estimação

It Pet Shop trouxe uma proposta diferenciada ao segmento de consumo, beleza e bem-estar para animais de estimação. Inaugurada em 2018 no bairro de Pinheiros, em São Paulo (SP), a loja é fruto da experiência de uma vida inteira de sua fundadora, a publicitária e designer gráfica Mari Castro, na companhia dos bichos. Esse é um modelo de negócios que tem crescido no Brasil, atualmente o segundo maior mercado de pets do mundo, com 139,3 milhões de animais de estimação, de acordo com o Instituto Pet Brasil.

Com o sucesso do It Pet Blog, um canal que lançou em 2013 para trazer mais qualidade de vida a todos os tipos de pets e suas famílias, Mari amadureceu a ideia de abrir um novo espaço especializado no assunto. O objetivo seria oferecer serviços focados no bem-estar do animal, além de produtos selecionados por meio de uma curadoria criteriosa. Também seria muito importante contar com um atendimento carinhoso e atencioso aos clientes – os bichinhos e os humanos – com o objetivo de oferecer soluções certeiras.

Antes mesmo da abertura do It Pet Shop, Mari já tinha em mente que a excelência operacional teria que passar por todos os cantos da loja, o que também incluía a precificação dos produtos. Contudo, durante cerca de um ano e meio, já com o ponto de venda operando a todo vapor, as gôndolas foram equipadas com as tradicionais etiquetas de papel para informar os preços de aproximadamente 5.000 itens no estoque.

Esse número leva em conta o dinamismo da loja, com um portfólio que varia sempre e não tem um mix fixo de produtos, assim como versões diferentes de um mesmo item. Tudo isso faz parte de um sortimento que inclui uma seleção de brinquedos para todos os tipos de pets e uma vasta curadoria de alimentos e petiscos naturais.

Diante desse cenário, a fundadora constatou uma dificuldade operacional para gerenciar os preços dentro da loja. Era necessário mobilizar pelo menos dois funcionários no processo de substituição de todas as etiquetas de papel. Isso envolvia diversas etapas, como digitação dos novos preços, impressão das tags, recorte e colagem nas prateleiras, além de consumir muitas horas de trabalho da equipe.

Além disso, as plaquinhas de plástico usadas para fixar as etiquetas de papel estavam sujeitas a danos e retiradas acidentais pelos animais que circulam na loja. Havia ainda o risco de erro humano na transmissão manual dos preços registrados no sistema para as tags impressas, o que poderia causar divergências entre a gôndola e o caixa.

Precificação digital

Para superar todas essas limitações operacionais, Mari deu início a uma parceria com a Seal Sistemas – que há mais de 30 anos atua no mercado brasileiro de computação móvel e captura automática de dados – para implementar a tecnologia de etiquetas eletrônicas na It Pet Shop. Inicialmente, foram instaladas 500 unidades do modelo mais avançado da etiqueta e cinco versões em tamanho ampliado. Todas elas são equipadas com um display digital e operam de forma conectada com o software de gestão (ERP) do ponto de venda.

Com as etiquetas eletrônicas abrangendo 100% da loja e precificando todos os itens expostos nas gôndolas, houve um grande ganho de produtividade. Com a integração com o ERP, os preços informados nas prateleiras passaram a ser atualizados automaticamente, com poucos cliques, no momento em que a precificação é modificada no sistema. “Hoje conseguimos garantir que as etiquetas estão funcionando de forma sincronizada com o software que utilizamos nos caixas, pelo qual fazemos o controle das vendas”, explica Mari.

Agora somente um colaborador é designado para enviar informações atualizadas para as etiquetas eletrônicas, o que pode ser feito de forma remota, no mesmo instante em que são imputados no software de gestão o cadastro dos produtos e a vinculação entre os preços e os códigos de barras – o que também ajuda a eliminar divergências de dados.

Por causa de toda essa praticidade, os funcionários da loja passaram a dedicar ao relacionamento com os clientes – algo prioritário para a filosofia do It Pet Shop – o tempo que antes gastavam somente para atualizar as etiquetas de papel.

Os ganhos vão além da produtividade e da acuracidade. Os dados exibidos pelas etiquetas eletrônicas também incluem ofertas e promoções com forte apelo visual, com layouts e cores específicas para comunicar descontos e cortes de preços.

Escalabilidade e apoio operacional

Os benefícios da tecnologia acompanham o crescimento do It Pet Shop. Já está no radar expandir a implementação das etiquetas eletrônicas dentro da loja, devido à ampliação da quantidade de produtos oferecidos aos clientes. Além disso, uma segunda unidade a ser inaugurada em breve na capital paulista já deverá abrir as portas com as prateleiras devidamente equipadas com as tags digitais.

“Desde as primeiras conversas com a Seal, o atendimento foi irrepreensível. Foi muito fácil implementar o sistema e inserir a criação dos layouts no nosso dia a dia. Faz total diferença quando contamos com um parceiro que realmente tem foco no cliente”, relata Mari Castro. “Também houve total transparência em relação ao melhor modelo de etiquetas eletrônicas que poderíamos utilizar dentro da loja. A Seal deixou claro que havia uma versão mais atualizada do equipamento, então optamos por readequar o cronograma para oferecer aos clientes o que existe de mais avançado em termos de precificação”, complementa.

Junto com as tags, a Seal Sistemas também implementou dois softwares associados: um para a criação dos layouts e outro para vincular os preços informados nas etiquetas com os códigos de barras de cada produto. A companhia também implementou um módulo de integração com o ERP utilizado na loja, além de uma infraestrutura de hardware que inclui antenas de radiofrequência que conectam as tags aos outros sistemas.

“A praticidade e a acuracidade estão entre os grandes benefícios das etiquetas eletrônicas para varejistas de diversos portes e segmentos. Para nós, é uma grande satisfação ver tantos ganhos gerados por essa tecnologia num segmento tão querido e em franca expansão como o de pet shops”, afirma Wagner Bernardes, CEO da Seal Sistemas. “A parceria com o It Pet Shop demonstra toda a flexibilidade dessa solução para se adaptar a qualquer segmento, especialmente onde a preocupação com a qualidade do atendimento ao cliente se faz tão presente”, diz.

Deixe uma resposta