Colaboradores e processo de recrutamento: entenda a importância dessa sinergia nas indicações

Artigo de Tiago Yonamine, especialista em recrutamento e CEO da trampos.co:

Uma das grandes dificuldades no trabalho de empreendedores e profissionais de RH é o momento da contratação de novos colaboradores. Considerando que contratar e demitir são procedimentos muito custosos e causam um grande desgaste dentro de um negócio, o processo exige cuidado e atenção para selecionar o candidato ideal e se certificar que o escolhido dará conta das tarefas.

Para que esse processo flua da melhor maneira possível, optar pela indicação interna e a participação dos colaboradores da empresa, é uma ótima alternativa. Quando um profissional indica a empresa que trabalha para um candidato,  significa que a organização está no caminho certo, por isso, conscientizar a equipe sobre as oportunidades disponíveis é essencial. 

Desenvolver um programa de indicação pode ser o primeiro passo do processo. Além de ajudar o próprio colaborador a entender que essa é uma prática valorizada na empresa, ele se sentirá motivado a contribuir com a entrada de novos talentos.

Como forma de incentivar e garantir sucesso no programa, criar recompensas aos colaboradores que indicarem talentos, tanto por meio de bônus ou outros privilégios, faz toda a diferença. Quando os profissionais se sentem valorizados e motivados no seu ambiente de trabalho, as chances de indicar alguém cujas habilidades eles não confiam são nulas. Afinal, o novo membro será parcialmente responsável pelo sucesso do time. 

Após as indicações, deixe-os que façam parte da fase de análise dos currículos e encontrem os melhores perfis que terão a oportunidade de participar das entrevistas, assim a probabilidade das características do novo candidato ser parecida com a da equipe é maior.

Feita a seleção dos currículos é o momento de conhecer os candidatos – mesmo que via videoconferência por conta do atual momento. Nesta fase a área de recursos humanos pode assumir o papel de selecionar os cinco perfis mais coerentes com a vaga para que a equipe em que o novo membro fará parte possa entrevistá-los e ajudar na escolha de quem será o mais novo contratado.

Deixar com que a empresa faça essa imersão, ajudando na decisão de quem irá trabalhar ao seu lado, facilita para que o convívio no dia a dia flua naturalmente, principalmente agora que a grande parte das empresas ainda estão trabalhando de casa. Começar em um novo emprego presencialmente não é uma tarefa fácil, de forma remota dificulta ainda mais a interação. Então aproveite para quebrar barreiras e aumentar a proximidade dos novos membros com a organização. 

Deixe uma resposta