Reconecta 2020: evento lança site com conteúdo acessível e mural com mais de 3,6 mil vagas de trabalho

A conferência Reconecta 2020, evento com Exposição Nacional de Inclusão e Acessibilidade das Pessoas com Deficiência promovida pelo Ministério Público do Trabalho e instituições parceiras teve este anos programação 100% virtual, gratuita, com total acessibilidade e pode ser acompanhada pelo site reconecta.mpt.mp.br, que já está no ar, com mais de 3600 oportunidades de trabalho, conforme o mural de vagas publicado no portal.

Além disso, serão apresentadas iniciativas de diferentes órgãos que realizam cadastros de pessoas com deficiência para inclusão no mercado de trabalho. O evento vai abordar temas como acessibilidade, avaliação biopsicossocial, educação inclusiva, habilitação profissional, emprego apoiado e outros. Conta ainda com informações sobre inovações em tecnologia assistiva, pesquisas científicas nos diversos domínios de vida das pessoas com deficiência, e a respeito de atividades culturais, esportivas e de lazer inclusivas.

Entre as atividades culturais, a programação terá uma orquestra de violões, um coral de Libras e a peça de teatro acessível “Os Inclusos e os Sisos”, trazida pela ativista, jornalista, escritora especializada em inclusão e democracia e fundadora da ONG Escola de Gente – Comunicação e Inclusão, Cláudia Werneck. Todas as transmissões contam com tradução em Libras, audiodescrição e legendas em português.

Em cartaz: “Os Inclusos e os Sisos”

Cláudia Werneck explica que o grupo de teatro acessível presencial foi criado desde 2003, tendo como fundadores o diretor Diego Molina e a atriz Tatá Werneck, sua filha. Mas foi um desafio mantê-lo durante a pandemia e trazê-lo para o mundo virtual. “Porque ninguém imagina o que é você praticar um espetáculo com Libras, legenda e audiodescrição, juntando tecnologia, com online e ao vivo”. Ela conta que o primeiro espetáculo virtual totalmente acessível da internet brasileira foi exibido em setembro deste ano e que esta será a segunda apresentação desse tipo, com a peça “Os Inclusos e os Sisos” durante o Reconecta 2020.

Para a jornalista, “sem acessibilidade, a arte não existe. Porque a arte, ela é, por natureza, democrática. E você não tem democracia, sem acessibilidade comunicacional. Se você não exerce seu direito à comunicação de modo amplo, contemplando todos os modos legitimamente humanos das pessoas receberem e passarem informação, de receberem conteúdo e opinarem sobre esse conteúdo, a gente não consegue estruturar uma sociedade democrática”, conclui.

O espetáculo “Os Inclusos e os Sisos”está no canal TVMPT (tudo junto) no Youtube (youtu.be/O3LfPYESh4Y ), com link no site reconecta.mpt.mp.br.

Deixe uma resposta