Trend Micro lança solução de segurança para aplicações na nuvem

A Trend Micro, empresa de segurança na nuvem, anuncia o lançamento do Trend Micro Cloud One™ – Application Security, uma solução de segurança nativa em nuvem para aplicações e APIs modernos. Fornecida como parte de sua plataforma líder do setor, a Cloud One – Application Security fornece visibilidade em nível de código e proteção contra as ameaças cibernéticas mais recentes. 

De acordo com um relatório recente do Gartner, “mais de 50% das empresas globais terão implantado a plataforma de função serverless como serviço (fPaaS) até 2025, em comparação com as menos de 20% hoje”. Antecipando esse crescimento de mercado, a Cloud One – Application Security oferece segurança integrada para proteção de tempo de execução para ajudar as empresas a garantir que seus dados estejam protegidos em ambientes recém-adotados.

“A Application Security é uma parte muito importante da plataforma Cloud One, integrando tecnologia para fornecer proteção potente para clientes que implementam aplicações onde quer que faça mais sentido para eles”, diz Wendy Moore, vice-presidente de marketing de produto da Trend Micro. “Seja criando aplicativos on-premises, como um contêiner na nuvem, ou usando designs serverless, as ferramentas de segurança não devem interferir no pipeline de desenvolvimento. Com a Application Security, as empresas podem implementar proteção avançada em linguagens e estruturas legadas e modernas com facilidade.”

A necessidade crítica de proteger as aplicações em nuvem é destacada em um estudo recente da Trend Micro Research. A pesquisa identificou as principais ameaças voltadas para aplicativos serverless, que incluem roubo de credenciais, dados confidenciais e código. Esses e todos os ataques à camada de aplicativo são comuns, e agora aproveitados contra uma nova superfície de ataque.

A Cloud One – Application Security não apenas interrompe os ataques em tempo de execução antes que eles ocorram, mas também ajuda os desenvolvedores a identificar vulnerabilidades em seus códigos que os atacantes podem explorar. Quer as aplicações sejam desenvolvidas internamente ou por terceiros, a identificação de código ajuda as equipes a priorizar suas respostas e tomar medidas eficazes para resolver problemas de segurança.

Deixe uma resposta