Para 81% dos empresários, LGPD criará oportunidades de negócios, aponta pesquisa da Boa Vista

Estudo da Boa Vista, empresa de informações para a tomada de decisões em concessão de crédito e negócios em geral, mostra que 81% das empresas brasileiras acreditam que a implementação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) contribuirá com a geração de novas oportunidades de negócios e desenvolvimento, enquanto 19% enxergam a legislação como uma barreira, devido às normas e exigências impostas.

A pesquisa ouviu, entre agosto e setembro de 2020, mais de 500 organizações do setor privado, de diferentes portes e localizadas nas cinco regiões do país. O objetivo foi identificar o comportamento empresarial em relação à proteção de dados dos clientes e o conhecimento em relação à nova Lei, que entrou em vigor em 18 de setembro.

A percepção positiva em relação à LGPD ocorre não apenas quando é avaliado o seu efeito no ambiente de negócio, mas também no relacionamento com clientes. Segundo o levantamento, 51% dos entrevistados afirmaram concordar totalmente com as afirmações de que a Lei irá conferir mais transparência na relação, de que ela contribuirá para a maior segurança dos dados de consumidores (58%), fará com que as empresas solicitem aos clientes apenas os dados estritamente necessários para a finalidade que se propõem (60%) e deixará claro quais são as responsabilidades de pessoas físicas e jurídicas em relação à proteção de dados (57%). 

Mesmo assim, 84% afirmaram ainda não dispor de mecanismos que comprovem a proteção dos dados de seus clientes. Nesse contexto, apenas 25% já iniciaram seus investimentos para se adequarem à nova legislação, 45% ainda irão investir e 30% disseram que não pretendem realizar aportes nesse sentido.

“A LGPD tem potencial para impulsionar a economia e contribuir com o amadurecimento de organizações de diversos segmentos. A empresa que estiver em acordo com a Lei se tornará mais competitiva”, afirma Paulo Watanabe, Data Protection Officer da Boa Vista. 

Especializada em inteligência de dados, para ajudar os clientes a tomar decisões com menor risco, a Boa Vista vem investindo em diversas frentes para se adequar à nova legislação, como a contratação direta de colaboradores especializados, em consultorias relacionadas às áreas de privacidade e segurança cibernética e em auditorias técnicas e mecanismos tecnológicos que garantem o cumprimento da Lei. 

Deixe uma resposta