Os impactos da visão computacional na transformação digital

 Presente em muitos lugares e dificilmente notada, a visão computacional é uma tecnologia disruptiva que vem trazendo grandes impactos para a transformação digital e beneficiando diretamente a indústria 4.0. José Larrucea, Sênior Vice-Presidente Internacional de Vendas da RealNetworks, empresa que integra a Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII), concedeu uma entrevista e contou em detalhes qual é o real impacto dessa tecnologia tão inovadora. A RealNetworks, gigante global de tecnologia e pioneira em soluções de vídeo, é uma companhia com sede em Seattle (EUA) e presença em 14 países. Fundada em 1994, vem trabalhando nos últimos cinco anos com machine learning e inteligência artificial, criando, em 2015, a solução líder de reconhecimento facial, SAFR™. Na entrevista, Larrucea fala sobre os benefícios, as potencialidades e as possibilidades de aplicações do uso da tecnologia de visão computacional para as indústrias. A entrevista foi pautada em 7 questionamentos. Confira os principais tópicos: 

O que é a Visão Computacional

Para iniciar, Larrucea foi questionado a respeito do conceito técnico da visão computacional, para que pudesse descrever de fato o que ela é. O executivo resume que “é uma vertical dentro da ciência da computação por meio do qual você atribui qualidades humanas às máquinas, em especial a visão”. A vantagem da visão computacional está em entregar às máquinas características humanas, complementando-a com tecnologias avançadas que permitem superar as limitações de qualquer ser humano.  A tecnologia que possuir a visão computacional integrada em seu sistema poderá realizar múltiplas tarefas em simultâneo. Podem ser citadas: a identificação de rostos em multidões e as placas de veículos em estradas, por exemplo. 

RealNetworks e a inovação

Globalmente, a principal oferta de negócios da RealNetworks é a solução líder global de mercado SAFR™ (Secure Accurate Facial Recognition), considerada a principal plataforma de reconhecimento facial e visão computacional do mundo para vídeo ao vivo. A solução foi projetada para detectar, comparar e identificar milhões de rostos em tempo real, com alta precisão e desempenho, mesmo sob condições desafiadoras. O SAFR™ tem sido aplicado em projetos de smart cities, transportes, saúde, indústria, educação, aeroportos, contribuindo no aumento da segurança, eficiência de processos e na criação de indicadores para a rápida tomada de decisão.  Segundo o NIST (National Institute of Standards and Technology), o desempenho da plataforma da RealNetworks atinge 99,87% de precisão. Adicionalmente, as aferições do NIST revelam que a plataforma é o modelo mais leve da categoria, o que propicia ganhos significativos em termos de investimento em infraestrutura de hardware para projetos de grande escala. Com relação à privacidade, o SAFR usa criptografia AES-256 e HTTPS e está em conformidade com a GDPR (General Data Protection Regulation), que é a base para a lei de proteção de dados no Brasil, LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Larrucea ressalta 3 pontos importantes que diferenciam o SAFR™ no mercado da visão computacional: 

  • É diferente das outras visões computacionais pois ela foi concebida em mobile first (foco nas plataformas de dispositivos móveis); 
  • Por se tratar de uma plataforma leve, desenvolvida para o mobile, ela tem um processamento extremamente ágil, que é de menos de 50 milissegundos;
  • Possui altíssima acuracidade o que significa que o nível de precisão na identificação é muito alto.

Deixe uma resposta