Sebrae aprimora plataformas online e alcança números recordes de acessos

O anos de 2020 foi um marco no movimento de digitalização da economia. Pesquisas do Sebrae mostram que, impulsionados pela crise causada pela pandemia da covid-19, os pequenos negócios apostaram todas as fichas no desenvolvimento de plataformas digitais de vendas e interação com os clientes. Seguindo o crescimento dessa demanda, a instituição, que é referência no apoio às micro e pequenas empresas no Brasil, não poderia ficar de fora. O Sebrae investiu na ampliação dos serviços online de atendimento aos empreendedores e potenciais empresários e aprimorou suas plataformas online.

O Sebrae encerrou 2020 alcançando resultados recordes de acesso em suas plataformas digitais. O Portal Sebrae, principal canal digital da instituição, alcançou, até o mês de novembro, um total de 54,2 milhões de sessões (crescimento de 46% em comparação com 2019) e 29,1 milhões de usuários únicos (crescimento de 39%). Essa performance é resultado de um conjunto de novidades que foram implementadas com o objetivo de tornar a experiência de navegação mais intuitiva e acessível ao maior universo possível de usuários, em qualquer dispositivo.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, comenta que um dos maiores desafios da instituição nesse ano foi o de atender a uma procura por informação, serviços e orientações, que cresceu consideravelmente desde o início da crise financeira. “Com a impossibilidade do atendimento presencial, devido às medidas de isolamento social, nós tivemos de intensificar a oferta de produtos online e aprimorar nossas plataformas de modo a oferecer uma interface mais amistosa, dentro das melhores práticas, das maiores plataformas de conteúdo existentes no país e no mundo”, ressalta Melles. De acordo com o presidente do Sebrae, o Portal chegou a registrar, em alguns meses de 2020, cerca de 7 milhões de acessos, número três vezes superior à média de 2019. Somente o Ensino à Distância, por meio da oferta de mais de 150 cursos online 100% gratuitos, chegou à marca de 2,4 milhões de matrículas até novembro de 2020.

Dentre as principais mudanças implementadas, destaque para a reformulação de toda a arquitetura do portal, com novo design das interfaces e a criação de novos ambientes de navegação, novos recursos para realização de eventos online com transmissões ao vivo, além da implementação de nova tecnologia de autenticação, que passou a permitir o acesso aos diversos canais por meio de um mesmo login, com mais rapidez, segurança e em conformidade com as novas regras da Lei Geral de Proteção de Dados (LPGD).

Houve também uma preocupação com os recursos de acessibilidade digital, projeto em andamento que já implementou melhorias como contraste, tamanho de fonte, adaptação do código para compatibilidade com ferramentas de leitura para cegos, por exemplo. Melles antecipa que a previsão é implementar ferramenta para leitura na Língua Brasileira de Sinais (Libras), ainda no primeiro semestre de 2021. “Na prática, o Sebrae reformulou em quase 100% o seu principal canal digital de atendimento”, finaliza Melles.

Deixe uma resposta