Fintech lança conta digital para aumentar autonomia financeira de usuários

Pioneira em micro investimento no Brasil, a Grão anuncia outra novidade que promete revolucionar a maneira como seus usuários lidam com seu dinheiro: a conta digital. “Pensando em criar novas frentes para tudo que passamos e estamos vivendo desde o primeiro semestre de 2020, começamos criando novas possibilidades, como o pagamento de contas, boletos e até recargas de celular no próprio app. E, agora com a conta digital, queremos dar maior liberdade aos clientes, que poderão conduzir outras funcionalidades, como: assim que o dinheiro cair na conta, investir parte do valor, ou até mesmo guardar uma quantia escolhida e sua periodicidade”, explica Monica Saccarelli, fundadora da Grão.

O início da pandemia do novo Coronavírus mudou o cenário econômico brasileiro e mundial e as empresas tiveram que olhar para os seus serviços e se adaptarem à nova realidade. “Sabemos que 2020 foi um ano desafiador e que muitas pessoas perceberam a importância de ter uma reserva financeira. Ela é uma prioridade em momentos mais calmos até para ajudar a passar pelas turbulências”, diz Monica. 

Para usuários desbancarizados, a Grão é o único meio formal de guardar dinheiro. E, agora com a conta digital, os clientes têm autonomia para gerenciar suas finanças com o cartão de débito oferecido pela bandeira Visa.

Vale lembrar que, mesmo diante de uma crise, a dica é: invista. “Sempre orientamos as pessoas a organizarem as contas para entender qual dinheiro podem reservar para investir, não precisa ser muito”, lembra. A Grão foi a primeira fintech a viabilizar o micro investimento no país, por meio dela é possível investir a partir de R$ 1. Parece difícil reservar uma parte do salário para investir e, neste momento, mais ainda. Mas faz toda a diferença ter uma reserva financeira.

Deixe uma resposta