Confira as quatro tendências do marketing digital para 2021

O ano que se passou foi transformador, tanto de forma pessoal quanto profissional para o mundo inteiro. A dinâmica dos negócios tiveram que ser alteradas, a transformação digital foi acelerada e as empresas precisaram se reinventar para sobreviver em um dos anos mais desafiadores da história. Nessa realidade, o mercado digital apareceu para os brasileiros como uma nova estratégia de trabalho e deve crescer ainda mais neste ano. Para se ter uma ideia, a expectativa da Ebit|Nielsen é que o e-commerce cresça 26% em 2021 e atinja um faturamento de R$110 milhões.

Em uma realidade totalmente diferente, as pessoas começaram a buscar alternativas para sobreviverem e se reinventarem. Para Alex Vargas, empreendedor digital com mais de 800 mil inscritos no seu canal do Youtube, não é à toa que o comércio eletrônico deslanchou rapidamente durante 2020. “Nós podemos ver em pesquisas que somente nos oitos primeiros meses de 2020 o e-commerce no Brasil faturou 56% a mais comparado ao mesmo período de 2019. Esses números apenas reafirmam o quanto o e-commerce se tornou uma realidade no país”, explica.

Para o especialista, não é difícil olhar para o ano que se passou e entender que o mercado do marketing digital será a nova tendência de trabalho para este ano. “Durante a pandemia, nós vivemos uma revolução tecnológica sem tamanho. Daqui para frente, acredito que o mercado irá crescer cada vez mais todos os anos. Nessa realidade, o marketing digital será a melhor estratégia para alavancar os negócios tanto para quem já começou a apostar nos negócios online em 2020, quanto para quem deseja iniciar neste mundo agora”, complementa o especialista.

Pensando nisso, Alex Vargas lista algumas tendências do marketing digital em 2021. Confira:

Técnicas de SEO: uma das principais tendências será usar o tráfego orgânico do Google como uma forma de atrair consumidores. Para isso, é necessário que seja feita a implementação de boas estratégias de SEO (Search Engine Optimization). “O “SEO On Page” trabalha de forma em que as técnicas são aplicadas dentro do próprio site para melhorá-lo e atrair mais buscas, fazendo com que os sites comecem a receber mais tráfego e tenham mais chances de aparecer na primeira página do Google. Contudo, para aplicar técnicas como essas da forma correta, é importante buscar entender como o marketing digital realmente funciona”, explica o especialista.

Produção digital: durante a pandemia o home officesurgiu como uma estratégia necessária de trabalho para todos. Pensando nesta realidade, tornar-se um produtor digital deve ser uma das tendências de 2021. “Plataformas como Hotmart e Eduzz oferecem a oportunidade de ser um produtor, ou seja, se o interessado tem algum conhecimento que queira compartilhar, pode criar produtos digitais como e-books, palestras, cursos e vender na plataforma. No mercado de trabalho online, ser um produtor digital é uma ótima alternativa para quem deseja trabalhar com algo que seja na área de interesse pessoal, além de conquistar grandes retornos financeiros”, acredita.

Afiliado de plataformas: a possibilidade de utilizar plataformas como Hotmart e Eduzz para se afiliar a itens que estão disponíveis gratuitamente já tem crescido no meio digital há algum tempo. “Nesse meio, é preciso iniciar a divulgação dos produtos e ganhar uma comissão por cada venda. As comissões variam entre 40% até 70% de cada produto, então são valores bem altos. Na Hotmart, por exemplo, se a pessoa se afilia e começa a vender um produto de R$500 reais, há chances dela ganhar até R$300 reais em cima dele. Principalmente em meio a pandemia, ser um afiliado também é uma das melhores formas de ter uma renda extra”, acredita.

Investir em marketing: dentro do mercado digital, essa será uma das principais tendências para 2021. “Um dos maiores receios das pessoas é investir seu dinheiro em algo que não sabe se irá dar certo. Mas, nessa realidade de pandemia, o investimento torna-se uma das dicas essenciais para conseguir destacar seus produtos. Estamos falando sobre crescer e aumentar o número de clientes e, consequentemente, aumentar o faturamento. Para ter um resultado mais rápido e com mais controle, é importante pensar em investir e reinvestir em marketing. Pode ser um custo, mas vale a pena comparado ao dinheiro que pode começar a entrar”, conclui Alex Vargas.

Deixe uma resposta