Cidades em isolamento rígido receberão 85 mil máscaras de proteção do Governo do Ceará


Oitenta e cinco mil máscaras de tecido serão entregues hoje (quinta-feira, 04.03) a famílias nos municípios de Santa Quitéria, Meruoca, Mombaça e Palhano, no Ceará, que tiveram a definição de isolamento rígido em razão da alta de casos de covid-19. A ação será executada pela Secretaria da Proteção Social Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), que fará a entrega das máscaras para as secretarias municipais de assistência social, e integra o Programa Mais Infância Ceará.

Segundo a primeira-dama do Estado, Onélia Santana, o Governo do Ceará vem adotando medidas pensando sempre no suporte aos mais vulneráveis. “Os municípios cearenses estão recebendo as vacinas e essas máscaras que estão sendo enviadas também ajudam na proteção da população. O Estado distribuiu, desde o início da pandemia, máscaras, óculos de proteção, luvas e aventais, além de testes e ampliação dos leitos de enfermaria e de UTIs para garantir o atendimento à população dos 184 municípios”, ressaltou.

Ela ainda citou que as ações do Mais Infância Ceará também contribuíram para minimizar os efeitos da pandemia para a população. “O Governo antecipou, em 2020, o pagamento dos beneficiários do Cartão Mais Infância e esse ano o governador ampliou o número de famílias contempladas para 70 mil e aumentou o valor de R$ 85 para R$100 reais, a partir de março, com o investimento anual de cerca de R$ 84 milhões. Além de distribuir, com o apoio de instituições, mais de 41.164 kits de higiene e 1.090 cestas básicas. As visitas domiciliares continuaram de forma remota para atender as famílias com crianças na primeira infância. O Mais Nutrição, que já doou mais de 710 toneladas de alimentos, continuou atendendo as entidades e ampliou o público contemplado durante a pandemia”, pontuou.

“Cuidar da infância tem sido prioridade do Governo do Ceará. Neste novo cenário da pandemia se agravando nós estamos adotando medidas para proteger as famílias e minimizar os riscos de contaminação pelo coronavírus”, destacou a titular da SPS, Socorro França, pontuando ainda que a distribuição de máscaras tem sido feita de forma constante pelo Governo do Estado. “Desde o início da pandemia, já distribuímos milhões de máscaras aos municípios, sempre destinadas a famílias em situação de extrema pobreza, inscritas no CadUnico ou beneficiárias de ações do Programa Mais Infância”, observa.

O secretário executivo da Proteção Social da SPS, Francisco Ibiapina, ressalta a importância da ação. “Estamos num momento muito delicado e precisamos cuidar ainda mais uns dos outros. Agora mais do que nunca precisamos nos unir para ajudar a população destes municípios a se protegerem e cuidarem de suas crianças”, destaca.

Deixe uma resposta