Marketing Digital é apontado como salvação para microempreendedores

Gerenciamento de crise e estratégias abordados em mentoria oferecida pela RP.Com Assessoria de Comunicação, torna-se referência para empresários de todo o Brasil. A empresa, que atua há mais de cinco anos no ramo da comunicação, destaca-se no mercado com seu plano de mentoria focado na inserção de pequenas empresas no universo do Marketing Digital, posicionando marcas em meio a crise econômica gerada pela pandemia de covid-19.

Em meio ao cenário que vivemos, empresas buscam cada vez mais formas de continuar seus serviços e construir estratégias que se adequem à situação, despertando o interesse de um público vulnerabilizado e impulsionando seu alcance. De acordo com relato de Chirley Castelli, fundadora da RP.Com e gerente de Marketing, a empresa reforçou o estudo mercadológico para oferecer estratégias que fossem eficazes para os pequenos negócios se manterem durante a crise, “Era necessário um direcionamento mais objetivo e voltado para o Marketing Digital, assim elaboramos uma mentoria para ajudar esses empreendedores a inserirem-se no mercado digital”, explica Chirley.

Sheila Fontana, estrategista digital e uma das responsáveis pela mentoria feita pela RP.Com, relata que por conta do home investiram em formações complementares para otimizar os resultados, “O objetivo é trazer inovações para nossos parceiros, uma nova perspectiva com estratégias de posicionamento inteligentes e com custos baixos, que potencializam marcas que muitas das vezes não enxergam seu potencial”, afirma Sheila, que elaborou estratégias para clientes, desde moda à gastronomia, em todo o território nacional.

Com o distanciamento social, indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), empresas ao redor do mundo tiveram que adotar diferentes métodos de trabalho e buscar formas de despertar o interesse dos consumidores, que estão sofrendo os impactos financeiros da pandemia e tendem a consumir menos.

Segundo estudo feito pelo Centro de Estudo em Finanças da FGV, realizado no segundo semestre de 2020, cerca de 63,93% dos entrevistados perderam sua renda por conta da crise, uma realidade que se manteve visto que atualmente os números relacionados a infecções e óbitos pelo novo Coronavírus aumentaram, chegando a 83.926 mil casos novos de infecção e 2.841 de óbitos por dia segundo dados disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

Deixe uma resposta