Você sabe o que é cultura digital em empresas?

Artigo de Rafael Maia, diretor de Marketing e Vendas da Nexxys:

A transformação digital avançou a passos largos na última década. E em 2020, a pandemia ainda nos obrigou a pensar em “como fazer as coisas diferentes?”, gerando um salto evolutivo até então inimaginável. As organizações, enfim, reconheceram que o big data se tornou um processo fundamental para orientar a tomada de decisões. Porém, os dados, por si só, não são agentes da transformação. Eles são o meio. Uma organização preparada para o futuro também requer a mudança para uma verdadeira cultura digital. Sua empresa está pronta para essa evolução?
 

O que torna a cultura de uma empresa digital?

Quando falamos em “cultura digital das empresas” logo pensamos em objetos tangíveis: computadores, máquinas e tecnologia por todos os lados. Mas este conceito vai além do que podemos ver externamente. Está relacionado ao não tangível, ou seja, a um mindset que conduz esses modelos de negócios.
 

Muitas empresas ficaram estagnadas em um paradigma onde os dados não tinham tanta influência nos negócios, mas hoje todas precisam se adaptar. O desafio está em construir essa cultura digital de forma rápida e fluída. Algumas etapas características que conduzem essa transformação são:

Conhecimento da realidade: o primeiro passo para essa transformação é compreender o seu negócio, suas necessidades, objetivos, processos. Ter clareza sobre si é o que guiará a cultura digital.

Todos na mesma página: alterar a cultura de uma empresa impacta todos os membros e públicos com os quais ela se relaciona. Por isso, é fundamental que esse processo conte com transparência e compreensão conjunta. Isso também envolve ter pessoas capacitadas para lidar com os novos processos – como os profissionais de dados.

Digitalização além da virtualização: é importante ter claro que a digitalização está relacionada à geração de dados. A questão é pensar como você pode aplicar novas tecnologias em questões analógicas para tirar proveito dos recursos digitais e gerar informações, não apenas tornar os processos eletrônicos. 

Basear ações em dados: essas organizações utilizam analytics não apenas para a direção estratégica principal, mas em decisões diárias, dando acesso a painéis e ferramentas de visualização que auxiliam a gerar insights diários e a tomar decisões mais precisas.

Colocar o cliente no centro: as verdadeiras empresas digitais tendem a compreender os clientes melhor do que eles próprios. Busque elementos para entender comportamentos, o que gostam – e principalmente o que não gostam – quais são as necessidades. E a partir disso, ofereça soluções personalizadas e crie conexões verdadeiras.

Ter sede por inovações: os negócios digitais estão desenvolvendo produtos e serviços que remodelam o mundo. Olhar ao seu redor – empresa, setor, clientes – e pensar o que pode fazer de diferente é o combustível para gerar modelos de negócios disruptivos.

O pensamento que deve permear a cultura digital é a busca por novas maneiras de realizar funções, sempre com base em dados, processos específicos e com pessoas que saibam conduzi-los. O importante é perceber que as características que ascenderam do universo digital não são exclusivas dele. Qualquer empresa pode atuar nessa esfera. Acompanhar e analisar as informações e os resultados de negócios são atividades que fazemos há muito tempo, desde antes da internet. A chave do sucesso está em saber integrar todas as ferramentas que você tem à disposição e produzir dados que façam sentido para otimizar negócios.
 

Uma cultura verdadeiramente digital muda o jogo

O pensamento que deve permear a cultura digital é a busca por novas maneiras de realizar funções. É importante lembrar que a tecnologia, embora seja um meio poderosíssimo nesta jornada, não é o fim. Sozinha, ela não faz a transformação. Para entregar esta mudança na prática, é preciso integrar tecnologia, processos e pessoas. E isso é a base de uma cultura digital potente.

Quais os benefícios na prática são gerados na cultura digital?

1. Maior velocidade e qualidade na tomada de decisão

2. Mais segurança na gestão das informações da empresa

3. Mais agilidade e valor no desenvolvimento de produtos

Baseados nessa crença, desenvolvemos na Nexxys o conceito Data-Driven Management (DDM), que desenvolve soluções para gestão baseada em dados, proporcionando a empresas a capacidade de capturar, analisar e utilizar dados para elevar o seu patamar de performance. Um suporte na construção de cultura genuinamente digital, independente em qual universo as organizações atuem. Não há outro caminho senão entrar no jogo dessa transformação.

Deixe uma resposta