Como garantir a rentabilidade do seu negócio reduzindo o consumo de combustível

Posted on Updated on

Grande obstáculo para os gestores de frota em tempos de crise, o valor do combustível não precisa necessariamente ser um peso. Embora seja difícil arcar com a subida do preço (que elevou a média do litro da gasolina para R$ 4,33), algumas empresas que trabalham com veículos já encontram meios de lidar com esse entrave. Novos sistemas de monitoramento informatizado se apresentam como uma solução assertiva e inovadora, ajudando a economizar a partir de processos que parecem simples como escolher rotas melhores e dirigir da melhor forma.

A Cobli oferece esse tipo de monitoramento informatizado e inteligente por meio de um serviço em IoT (internet das coisas), aplicado em negócios de logística e mobilidade. Usando uma plataforma intuitiva, o gestor pode obter diversas informações a respeito de seus veículos na rua. Além do modo de dirigir do motorista, da prevenção de manutenção e do tempo de percurso realizado pelos veículos, é possível observar também o consumo de combustível e entender o que causa os maiores gastos

“Observando melhores rotas e como cada veículo gasta com gasolina, ele pode organizar a melhor forma de economizar seu combustível através de dados de fácil compreensão e utilidade prática. Dessa forma, ele consegue se esquivar da alta dos preços, garantindo a rentabilidade do seu negócio mesmo em tempos difíceis”, afirma Parker Treacy, fundador da Cobli.

Clientes da Cobli conseguem economizar em combustível aproveitando-se de uma nova forma de gerenciar seus dados. Um exemplo é a HVAC, empresa de instalação e manutenção de ar-condicionados. Eles reduziram em R$ 130 mil por ano os gastos com combustível. Em casos de urgência, a HVAC levava até 90 minutos para identificar o carro que estava mais próximo do chamado e deslocá-lo para o novo cliente. “Tínhamos de ligar para todos carros e ver quem estava mais perto”, diz Felipe Orlando, responsável pela equipe de técnicos da empresa. E, muitas vezes, o veículo escolhido não era o mais próximo, fazendo com que fosse gasto mais combustível do que o necessário. Desde que passaram a usar o monitoramento, a tarefa ficou mais certeira e fácil. O tempo levado para deslocar um técnico caiu para 35 minutos.

“O custo com combustível subiu, então as empresas precisam gastar menos combustível para serem mais lucrativas. As inovações trazidas pela Cobli ajudam a fazer rotas mais curtas e melhorar o modo de condução dos veículos. Isso impacta diretamente no consumo e permite com que nossos clientes gastem menos”, explica Rodrigo Mourad, COO da Cobli.

Deixe uma resposta