Empresas oferecem crédito consignado para ajudar funcionários e facilitar pagamento de clientes

Posted on Updated on

Suspensão de empréstimo consignado

O impacto do coronavírus na economia tem deixado as empresas preocupadas com o futuro de seus negócios, mas também com a sua força de trabalho. Iniciativas como antecipação de 13º salário e redução da jornada de trabalho dos funcionários já estão sendo tomadas por algumas companhias, que buscam equilibrar suas contas com uma possível queda de receita.

A MindBe, empresa de tecnologia especializada em Customer Experience (CX), tem 450 funcionários e para preservar a saúde dos colaboradores, todos estão trabalhando em suas casas. Por enquanto, não foi preciso reduzir a carga de trabalho dos funcionários, e como uma medida de auxílio neste momento, a empresa passou a oferecer crédito com taxas de juros atrativas.

“Claro que analisamos todos os cenários possíveis adiante e, caso tenhamos alguma redução de receita e uma eventual redução da jornada de trabalho, com o consignado, ajudaremos nossos colaboradores a terem acesso a um crédito com taxas de juros justas”, enfatiza Vito Chiarella, CEO da MindBe.

A empresa de tecnologia Intelligenza também seguiu o mesmo caminho e começará a oferecer como benefício opcional o acesso ao crédito consignado privado, aquele em que o valor da prestação é descontado no contracheque dos funcionários CLT.

Queremos ajudar principalmente aqueles colaboradores que tiverem suas rendas familiares reduzidas, afinal, sabemos que muitas empresas podem reduzir as jornadas de trabalho ou mesmo desligar seus funcionários”, diz Ricardo Nobrega, diretor para soluções de gente e inovação da Intelligenza. Ele lembra que um funcionário pode fazer uso desse crédito em uma situação em que um parente tenha perdido o emprego ou que tenha deixado de ter renda devido à quarentena, como é o caso de muitos trabalhadores autônomos e informais.

Um dos benefícios do consignado privado é o seu menor custo, comparando com outras linhas de crédito como empréstimo pessoal e cheque especial.

Qualificação mais acessível

A Let´s Code recorreu ao crédito consignado com um outro propósito. A empresa fechou uma parceria com a Paketá Crédito, que vai beneficiar os funcionários das empresas que são clientes da fintech – a Paketá possui 600 convênios com empresas de diferentes portes, atualmente. Eles poderão usar o crédito consignado para parcelar cursos de programação e tecnologia em até 48 meses. 

Além disso, por conta da quarentena, entre os meses de abril e maio, os treinamentos terão 30% de desconto. A abordagem adotada pela Let’s Code é de cursos ao vivo, com acesso remoto a partir de qualquer lugar. Esse cenário aumenta o engajamento e acelera o aprendizado.

Deixe uma resposta