Empresa de alimentos doa ovos da páscoa para profissionais de saúde

Posted on Updated on

Páscoa para todos • Linea

A Linea Alimentos vai doar parte de seus ovos de Páscoa para os times que trabalham no Hospital Municipal de Campanha do Pacaembu e no Hospital Israelita Albert Einstein. A empresa diz que é “uma forma de se solidarizar com o esforço dos profissionais de saúde para tratar a população com o Coronavírus (Covid-19) “.

“É uma doação com um sentido maior, pois os ovos são uma forma de presente durante a Páscoa, uma festa que tem o significado do renascimento. Num momento em que lidamos com a morte de tantas pessoas pelo mundo, queremos agradecer a quem cuida de vidas e arrisca a sua própria pelo outro, lembrar que há esperança e que após esses *dias difíceis * , todos nós encontraremos um novo sentido na vida e na humanidade”, comenta o presidente da Linea Alimentos, Marcelo Limírio Filho.

Outra frente social é a doação de cestas com produtos de limpeza para famílias ‘carentes’ de Itapecerica da Serra, região metropolitana de São Paulo.

30 toneladas de alimentos para famílias carentes de Anápolis, GO

A Linea Alimentos também doou 30 toneladas de alimentos básicos para a Prefeitura de Anápolis (GO), que fará a distribuição às famílias carentes do município. A fábrica da empresa está instalada na região há 12 anos e emprega cerca de 200 pessoas.  

“Entendemos a importância de seguir as medidas exigidas pelo Ministério da Saúde. Mas nesse cenário muitas famílias tiveram suas rendas diminuídas ou até mesmo extinguidas. Acreditamos, que como uma indústria temos um papel social importante. Além dos empregos que geramos no município, nos sentimos motivados a ajudar outras tantas famílias que também fazem parte da comunidade na qual estamos. É um momento de aprendizado e solidariedade. Juntos apoiaremos uns aos outros e venceremos esse desafio”, comenta o Presidente da Linea Alimentos, Marcelo Limírio Filho. 

Outra iniciativa na região é a doação de máscaras de acetato para apoiar as equipes de saúde do Centro de internação Norma Piazzari Gonçalves, entre outros hospitais da rede pública de Anápolis. A unidade tem foco no enfrentamento ao coronavírus e capacidade para 52 leitos. 

Produção não para e colaboradores recebem cuidados

Enquanto indústria de alimentos saudáveis, a empresa tem trabalhado para conseguir disponibilizar seus produtos e alimentos para a população durante a pandemia.  

“A empresa continuará a manter sua produção para que seus alimentos estejam nas gôndolas de todo o país. Entendemos a nossa importância social no compromisso de oferecer produtos sem adição de açúcar, principalmente com as pessoas diabéticas e hipertensas, que fazem parte do grupo de risco para a doença”, afirma Limírio. 

Para garantir a saúde e segurança dos colaboradores neste momento a empresa tem seguido todas as normas no Ministério da Saúde e OMS e tem buscado algumas ações adicionais que façam a diferença na rotina dos mesmos, que vão além do home office, incentivo às reuniões com o uso da tecnologia e férias ou banco de horas para os profissionais do grupo risco. Entre as iniciativas estão:

– Doação de kits de limpeza para todos os funcionários de Anápolis e Goiânia, ensinando, inclusive, a fazer a higienização de suas casas de maneira efetiva para a não propagação do vírus; 

– No restaurante interno dentro da unidade fabril foram diminuídas as quantidades de mesas (agora com 50 lugares) para aumentar a distância entre elas e um rodízio entre os funcionários. E intensificaram refeições com alimentos ricos em vitamina C para melhorar a imunidade do time;

– A área de segurança do trabalho realiza o monitoramento dos funcionários na entrada da fábrica, fazendo, por exemplo, a medição de temperatura;

– Transporte privado para os profissionais de Anápolis, GO, que precisam se deslocar até a fábrica. 

Deixe uma resposta