Teias da Inovação MCTI traz debate online sobre como startups se financiam em meio à pandemia

Em novo formato, agora online, para estar em conformidade com as recomendações de órgãos de saúde em razão da pandemia da Covid-19, o projeto Teias da Inovação MCTI promove mais um evento gratuito na terça-feira (7). Com o tema “Teias para Startups: Financiamento, Investimento e Fomento à Inovação Durante e Pós-Pandemia”, o programa abre espaço para o debate sobre como os ecossistemas brasileiros de startups (nascentes ou já em estágio de crescimento) estão conseguindo se financiar em meio à pandemia. Assim, o objetivo é discutir alternativas, instrumentos e mecanismos para dar sequência ou iniciar projetos de inovação no novo contexto. A ação tem abrangência nacional, ou seja, qualquer pessoa interessada pode se inscrever pelo site www.teiasdainovacao.com.br.

Entre os palestrantes estão Bárbara Alvim Raymundo, sócia executiva da Ória Capital; Amure Pinho, presidente da ABStartups (Associação Brasileira de Startups); Rodrigo Baer, sócio executivo da Redpoint e Ventures; Maria Rita Spina Bueno, diretora executiva da entidade Anjos do Brasil, será a mediadora.

Paulo César Rezende de Carvalho Alvim, Secretário Nacional de Empreendedorismo e Inovação do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações), participa do evento: “O programa promove uma aproximação entre o MCTI e as cidades brasileiras de médio porte, com grande potencial de se tornarem ecossistemas locais de inovação. Vamos aproveitar para divulgar programas e instrumentos de apoio à inovação e ao empreendedorismo inovador. Nosso foco é sempre auxiliar para que esses polos sejam pensados e implementados de forma sustentável”, afirma.

Teias da Inovação é uma iniciativa do MCTI em parceria com o CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico), o CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações) e a ANPEI (Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras). Realizado em diferentes cidades do Brasil e agora também em âmbito nacional, o projeto tem como público-alvo startups, incubadores, empresários, empreendedores, estudantes, pesquisadores, cientistas, educadores e governos locais. Entre os temas abordados estão: transformação digital, empreendedorismo, tendências de futuro, novos modelos de negócios e pesquisa e desenvolvimento.

“A interação entre pessoas e organizações é um fator importante para incentivar inovação e novos negócios. Os debates trazem a experiência de grandes profissionais, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento do ecossistema de inovação”, conta Alberto Paradisi, pesquisador principal e coordenador do projeto.

Edições anteriores

O projeto teve sua segunda versão online em 18 de junho, com foco regional no ecossistema de Caxias do Sul (RS). A primeira versão on-line foi realizada em 4 de junho, com o tema “Os Possíveis Cenários de Inovação Para os Ecossistemas Brasileiros”. Ambos receberam mais de 800 inscrições e chegaram a 107 cidades do Brasil. Antes de ser reconfigurado para o momento da pandemia, o Teias da Inovação MCTI esteve presente nas cidades de Cuiabá (novembro/2019), Aracaju (janeiro/2020) e Vitória (março/2020). Foram debatidos, respectivamente, os temas “Communities Meeting – Conectando Ecossistemas de Inovação”, “Perspectivas e Futuros para a Inovação em Sergipe” e “Make Together – Integrando o Ecossistema Capixaba de Inovação”.

Deixe uma resposta