José Sarto (PDT) e Élcio Batista (PSB) formam chapa para concorrer à Prefeitura de Fortaleza

O deputado José Sarto (PDT), presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, será o candidato do partido, apoiado pelo prefeito Roberto Cláudio, à Prefeitura de Fortaleza. A definição foi anunciada hoje (quinta-feira, 10.09). Sarto, irmão do vereador Elpídio Nogueira, também pedetista, representa ainda o grupo dos irmãos Ciro, Cid e Ivo Gomes.

O sociólogo e professor universitário Élcio Batista, ex-secretário da Casa Civil do Governo do Estado, já na gestão de Camilo Santana (PT), será o vice. Élcio é filiado ao PSB – sigla que já contou com o próprio Sarto, o Roberto Cláudio e a ala inteira dos Ferreira Gomes.

A convenção conjunta que formalizará as candidaturas de Sarto e Élcio está agendada para o próximo sábado, das 9 horas ao meio-dia, em caráter virtual.

Abaixo, informações do jornal O Povo:

O anúncio oficial da chapa governista foi feito em transmissão ao vivo pelo prefeito Roberto Cláudio. Ele fez elogio a todos os pré-candidatos, disse que a dupla tem “espírito de modernidade” e afirmou que nenhuma das alternativas conhece tanto Fortaleza quanto Sarto. “Estou alegre, animado e motivado”, disse o prefeito Roberto Cláudio. Roberto Cláudio se referiu a Sarto como conselheiro e o anunciou assim: “Vocês vão aprender a se apaixonar por ele”.

“É um desafio gigante entregar Fortaleza melhor do que o prefeito Roberto Cláudio hoje nos entrega”, disse Sarto. Ele afirmou que é um antigo sonho liderar Fortaleza. Sarto repetiu algumas vezes que irá liderar o processo.

Estavam no páreo o ex-secretário Ferruccio Feitosa, o deputado federal Idilvan Alencar, o deputado estadual Salmito Filho e o ex-secretário Samuel Dias.

Samuel será o coordenador do plano de governo.

A definição do candidato do bloco governista era a principal interrogação sobre as eleições de Fortaleza. A convenção que o oficializará será neste sábado, de 9 horas ao meio-dia.

Pela oposição, desponta como nome dos mais fortes Capitão Wagner (Pros).

Falta definição ainda no PT, que em princípio tem Luizianne Lins como pré-candidata, mas adiou a oficialização e mantém conversas sobre uma frente anti-bolsonarista.

Deixe uma resposta