Startup brasileira projeta revolucionar a forma como as empresas se comunicam com colaboradores

O isolamento social e o crescimento do trabalho remoto estão mudando a forma como as empresas se comunicam com seus colaboradores. Tendo em vista esse cenário, a startup Dialog.ci enxergou uma oportunidade e adaptou sua estratégia para atender às necessidades do futuro.

“Evoluímos de uma rede social corporativa para um hub de soluções de RH capaz de aproximar empresas e seus colaboradores. Somos o superapp do colaborador, agregando funcionalidades de engajamento de colaboradores a  sistemas externos de RH úteis ao colaborador, como folha de pagamento, ponto digital, benefícios e treinamentos. Além disso, funciona como um canal interativo de comunicação entre empresa e colaboradores, por meio de um mural participativo, com conteúdos segmentados por público, quizzes, pesquisas de opinião e depoimentos entre colaboradores”, explica André Franco, CEO da startup.

O superapp brasileiro quer tomar espaço de soluções de outras grandes empresas do mercado: “Nossos principais concorrentes são indiretos: o Facebook Workplace e Microsoft Yammer. Nosso foco é na comunicação empresa-colaborador, cultura e propósito. Para reforçar esse conceito, possuímos um setup que customiza o app com a marca do cliente, e focado exclusivamente no engajamento de colaboradores, não em produtividade. Somos complementares a soluções como o Slack, o Microsoft Teams, o SharePoint e o G-Suite. O Dialog traz 4 canais de comunicação interna integrados: app mobile, web mobile, desktop e TV corporativa. Os clientes podem contratar um ou mais formatos” revela o CEO.

Além do foco em uma comunicação de duas vias entre empresas e colaboradores, que não sobrecarrega os times com distrações e excesso de informação, o app é o mais leve do mercado, ocupa apenas 1MB (5 vezes mais leve que uma foto). Do ponto de vista de flexibilidade, o app oferece diversas integrações com os mais variados sistemas de RH e também fornece relatórios detalhados com insights importantes para melhorar o relacionamento e o fluxo de informações dentro de uma corporação. 

Com uma previsão de faturamento para 2020 de R$ 3 milhões e de um crescimento anual de 75%, a startup visa se tornar, em cinco anos, o principal superapp de RH em escala global. “O mercado é muito carente de soluções para as empresas trabalharem cultura e propósito internamente. A maioria dos apps disponíveis atualmente tem outro foco: produtividade. Mas a tendência é que as corporações olhem cada vez mais para a importância da comunicação interna e para o engajamento de colaboradores. Há atualmente um mercado global de mais de US$ 8 bilhões a ser explorado”, alerta André Franco.

Em 2019  a Dialog figurou nas Top 100 dentre mais de 9.000 startups no ranking da 100 Open Startups e, no primeiro semestre de 2020, entrou para o Cubo (o maior e mais relevante centro de empreendedorismo da América Latina) e foi destaque em RH pela aceleradora InovAtiva Brasil

Entenda como tudo começou 

A ideia de um app de comunicação interna surgiu pela necessidade de uma grande multinacional. “Em 2016, o time da PepsiCo estava dividido em três escritórios e todos iriam se mudar para um mesmo prédio. Após descobrirem, por meio de um diagnóstico interno, que boa parte dos colaboradores de diferentes prédios sentiam como se pertencessem a diferentes empresas, fomos procurados para criar nos colaboradores o desejo pela mudança e o senso de pertencimento. Ferramentas como e-mail, intranet e memorandos não eram envolventes, e a resposta estava em nossos bolsos: o smartphone. A partir disso, implementamos a rede social interna da PepsiCo como uma ferramenta de interação, no primeiro momento,  sobre a mudança”, conta Franco. 

Ainda de acordo com André, os usuários se cadastraram para saber mais sobre a mudança e começaram a explorar a timeline interativa e, assim, não só os gestores de comunicação mantinham a conversa fluindo com postagens frequentes, mas todos interagiram e passaram a conhecer melhor uns aos outros, independente de escritório, departamento ou hierarquia. “Por meio dessa experiência e de um dashboard equipado com inteligência artificial, os gestores eram capazes de monitorar toda a atividade no app. Em dois dias mais de 50% dos funcionários estavam usando o Dialog.  Na hora da mudança de prédio, já haviam surgido novos laços de amizades e a ferramenta se tornou perene dentre os canais de comunicação da PepsiCo”, conta. 

Após o sucesso com a PepsiCo, o Dialog também fechou contrato com outras grandes organizações, como  Via Varejo, Carrefour, BRF, SBT, Klabin, Unimed e Saint-Gobain entre outras grandes empresas. André acredita que “o sucesso da ferramenta acontece por ser um plataforma inclusiva, que quebra os silos e tem o colaborador no centro da comunicação interna, criando um senso de pertencimento”. 

Deixe uma resposta