Representante brasileiro do Programa Mundial de Alimentos da ONU participa de live promovida pelo Inec

O economista, chefe do Programa Mundial de Alimentos (PMA) da Organização das Nações Unidas (ONU) no Brasil que venceu o Prêmio Nobel da Paz deste ano, e diretor do Centro de Excelência contra a Fome, Daniel Balaban participa nesta quinta-feira (5.11), às 19h, de live realizada pelo Instituto Nordeste Cidadania (Inec), responsável pela articulação da Campanha Natal Sem Fome em toda a região Nordeste, além do norte de Minas Gerais e Espírito Santo.

O representante da ONU falará sobre a questão da Segurança Alimentar e Nutricional no Brasil e os dados alarmantes da fome no País que, recentemente, acendeu o alerta sobre a volta do Brasil ao Mapa da Fome. Além disso, Daniel comentará sobre o trabalho do PMA, maior agência humanitária da ONU, reconhecida internacionalmente por combater a fome no mundo. A organização atua em situações de emergência e em países afetados por conflitos, onde há mais risco de desnutrição.

O economista defende a importância da agricultura familiar como aliada no combate à fome e destaca o papel do Brasil como um dos maiores produtores e doadores de alimentos. A transmissão será feita pelo Canal do Inec no Youtube (https://www.youtube.com/user/CanalINEC) e contará com a mediação de Malvinier Macedo, presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional  (Consea) no Ceará.

A transmissão é parte da Campanha que, além da arrecadação de alimentos não-perecíveis, tem como objetivo conscientizar a população para o problema da insegurança alimentar no Brasil. No dia 24 de novembro, o Inec promoverá outra live sobre o assunto, com a participação de Daniel Souza, filho do sociólogo Betinho, idealizador do Natal Sem Fome, que falará ainda sobre a atuação da Rede Ação da Cidadania.

Sobre o Programa Mundial de Alimentos

O Programa Mundial de Alimentos é a principal organização que trabalha pela erradicação da fome no mundo, e fornece, em média, a cada ano, alimentos a 90 milhões de pessoas em mais de 80 países, incluindo 58 milhões de crianças. Somente no ano passado, auxiliou 97 milhões de pessoas, o maior número desde 2012. Com a pandemia, o objetivo da agência é alcançar 138 milhões de pessoas em 2020.

Venceu o Prémio Nobel da Paz em 2020, “pela sua contribuição para melhorar as condições de paz em áreas afetadas por conflitos e por atuar como uma força motriz nos esforços para prevenir a utilização da fome como arma de guerra e conflito”.


Campanha Natal sem Fome

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) articula o Natal Sem Fome em toda a região Nordeste, além do norte de Minas Gerais e Espírito Santo. A meta da instituição para este ano é arrecadar 120 toneladas em toda a área de atuação. Para o Ceará, a meta é de 36,7 toneladas. Qualquer pessoa pode participar, individualmente ou com a arrecadação e doação em grupos. Empresas também podem doar. Os interessados devem acessar www.inec.org.br/natalsemfome ou www.natalsemfome.org.br e contribuir com qualquer valor, que será revertido para compra de cestas básicas. Doações de gêneros alimentícios não perecíveis podem ser entregues até o dia 18 de dezembro, na Sede do Inec, localizada na Av. Dr. Silas Munguba, 3500, bairro Itaperi.

Sobre o Inec

Fundado em 1993, o Instituto Nordeste Cidadania (Inec) é uma Organização da Sociedade Civil (OSC) que tem como foco principal o desenvolvimento sustentável de comunidades na região Nordeste do Brasil. Atua por meio de programas de microfinanças e socioambientais nas áreas cultural, de tecnologia e desenvolvimento comunitário, atendendo crianças, jovens e adultos. É parceiro do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo. É a maior operadora de microcrédito da América Latina. Saiba mais em www.inec.org.br.

Deixe uma resposta