Ibraflor discute quebras de paradigmas na floricultura nacional

O Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor) realiza, na próxima semana, o seu 9º Seminário que terá como tema para as discussões o questionamento “Como Quebrar Paradigmas?”. A proposta é ouvir exemplos e promover a debates sobre padrões que precisam ser repensados para direcionar a floricultura nacional para novo modelos impostos pelo isolamento social provocado pela Covid-19. 

O eventose realiza hoje (11.11, quarta-feira), das 13h30 às 18h, e, amanhã (12.11, quinta-feira), das 8h às 11h30 na Cooperativa Veiling Holambra, com transmissão pela internet para permitir a participação, online, de interessados de todo o Brasil. As vagas presenciais estão esgotadas, considerando a limitação imposta pelas regras sanitárias determinadas na Fase Verde do Plano SP, relacionadas ao distanciamento social e todos os cuidados impostos pela pandemia da Covid-19.

No entanto, as palestras podem ser acompanhas ao vivo, on line, acessando os links https://youtu.be/l9dQ_jPgGNY (palestras do dia 11 de novembro) e https://youtu.be/6E2BgHNf83U (dia 12). Informações pelo WhatsApp (19) 99102-6014 ou pelo e-mail ibraflor@ibraflor.com. “O tema já havia sido decidido antes da pandemia, mas a situação corroborou ainda mais para provocarmos essas discussões. O intuito é traçar estratégias sobre como cada um dos elos da cadeia pode trabalhar no novo normal, como o produtor pode melhor se preparar para atender às novas demandas e aos novos hábitos de consumo”, explica Renato Opitz, diretor do Ibraflor.

Programação

O presidente do Ibraflor, Kees Schoenmaker, fará a abertura do às 14h da quarta-feira, 11 de novembro, seguido, às 14h45 pelo presidente do Instituto Brasileiro de Horticultura (Ibrahort) e sócio proprietário da La Vita Alimentos, Stefan Adriaan Coppelmans.  Ainda na quarta-feira, haverá as participações de Tiago Shima, gerente de produção das Rosas Santa Rita, de Barbacena (MG), às 16h15, e de Walter Luis Winge, presidente da Associação Riograndense de Floricultura (Aflori) e sócio proprietário da Floricultura Winge, de Porto Alegre (RS), às 17h.

Deixe uma resposta