Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino: momento de destacar empoderamento, ousadia e criatividade

Quase 52% da população brasileira são mulheres e, mesmo assim, ainda não é proporcional o número de empreendoras no cenário corporativo. Nos últimos anos o assunto tem ganhado mais destaque e elas seguem empenhadas em conquistar seus espaços de direito, criando marcas, liderando equipes, abrindo empresas.

E para celebrar essa caminhada feminina no mercado de trabalho, hoje, 19 de novembro, é comemorado o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino. Lançada pela ONU (organização das Nações Unidas), a data tem o objetivo de incentivar, valorizar e orientar as mulheres que desejam montar seu próprio negócio.

Na Jacarandá Comunicação temos o privilégio de trabalhar com mulheres criativas e de destaque no mercado nacional e até internacional. São arquitetas e designers que desenvolvem seus trabalhos com muita excelência e seriedade. Conheça um pouco sobre cada uma delas:

Cris Bertolucci

Com 35 anos de experiência em pesquisa, design e desenvolvimento de luminárias, Cris Bertolucci mostrou interesse pela área de arte, design e arquitetura, pintura e desenho desde jovem. Em suas coleções encontra-se facilmente peças com as inconfundíveis marcas dela: leveza, graça, poesia e humor.

A designer se formou em desenho industrial na Universidade Mackenzie em 1981. Já em Firenze fez curso de especialização na área na Università Internazionale dell’Arte. De volta ao Brasil, ingressou na Bertolucci, empresa especializada em iluminação decorativa fundada por seu pai, Walter Bertolucci. Lá trabalhou por 25 anos como diretora de arte e em 2010 montou seu estúdio próprio, onde vem desenvolvendo aquilo que sabe fazer: produtos para iluminação.

Renata Selmi Hermann

Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Renata Selmi Herrmann tem como característica de seus projetos, espaços atemporais, com a fusão de estilos e de diferentes épocas. Com mais de 20 anos de experiência, atua nos segmentos de Arquitetura, Interiores e Decoração, apresentando espaços integrados e design contemporâneo. Além disso,  por muitos anos esteve à frente da Casa Cor Campinas – é reconhecida como a maior e mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas, reunindo anualmente renomados arquitetos, designers de interiores e paisagistas em 21 praças nacionais e mais seis internacionais- , atuando como diretora de planejamento.

Seus espaços são conhecidos por refletirem referências modernas: amplos, regados à luz natural, peças originais assinadas pela arquiteta, onde cada detalhe é desenvolvido para proporcionar conforto, bem-estar e o sentimento de realização.

Carolina Ferraz

Carolina Ferraz é uma ex-bagunceira convicta e consultora Marie Kondo, à frente da empresa de organização @ondeeudeixei. É pós-graduada em Semiótica e Psicanálise e acredita que a organização é menos sobre organizadores plásticos e mais sobre escolhas com amor. Treinada pela própria Marie Kondo, hoje é a única consultora Master do método no Brasil e recentemente se tornou instrutora do método KonMari. Também é formada em organização tradicional pela A Casa Com Vida, e já foi assistente do Santa Ajuda, no GNT. Seus projetos de organização são baseados em 3 pilares: praticidade, saúde mental e sustentabilidade.

Além de conduzir projetos de organização presencial do método Marie Kondo em Curitiba e São Paulo, Carol presta consultoria online e atende clientes de todo o mundo. Também dá palestras e workshops sobre o método Marie Kondo.

Maria Fernanda Paes de Barros

Designer e pesquisadora, Maria Fernanda Paes de Barros mergulha em suas pesquisas na ancestralidade de cada povoado, comunidade ou grupo em que trabalha. Nestas imersões, a artista troca experiências, aprende sobre costumes, crenças e artes que passam de geração a geração, buscando incorporar cada descoberta em suas obras, criando assim, peças que valorizam a arte, a delicadeza, a inspiração e memórias de cada um destes artistas. É isto que torna sua marca Yankatu, um refúgio de conhecimento e um abrigo para uma arte tão genuína e bela, que ultrapassa o óbvio, nos transportando para vivências, em sua maioria, nunca antes vividas.

Criada por Maria Fernanda há cinco anos, a Yankatu tem a premissa de resgatar no artesão, no consumidor e nos próprios agentes do design, a importância e o valor das tradições artesanais do Brasil, dos saberes únicos e riquíssimos dos quais o artesão é o guardião. “São projetos a longo prazo, que respeitam o tempo de cada um e do entorno, que colocam em primeiro lugar o indivíduo no processo, o artesão principalmente”, explica Maria Fernanda.

A Yankatu propõe uma ponte entre esses artistas, com foco na valorização e preservação das práticas tradicionais, sua memória e peculiaridades. “A Yankatu aprofunda os conceitos da relação com os artesãos, promovendo ações que extrapolam o fazer do design, estabelecendo uma troca de conhecimentos e ampliando os horizontes  das pessoas que cruzam o seu caminho”, comenta Maria Fernanda, que também tem como propósito transmitir esse conhecimento adquirido em sua jornada ao público que se interessa pelo assunto e conectar os agentes desse universo a outros polos do mercado. Por meio de palestras, bate-papos, imersões e feiras, além de exposições internacionais, a Yankatu tem o intuito de gerar impacto social e econômico em todas as frentes de cada projeto. “A minha paixão pelo artesanato brasileiro me possibilita conectar pessoas e trabalhos, facilitar esta conexão e a comunicação entre os artesãos e aqueles que, como eu, se encantam com eles, suas histórias de vida e seus trabalhos artesanais, tudo isso sempre pautado por uma relação de respeito e admiração mútuos”.

Claudia Issa

Formada em artes plásticas pela FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado, Claudia Issa trabalhou nas maiores agências de publicidade do país, como DPZ e DM9, coordenando trabalhos gráficos, fotográficos e cinematográficos. Também trabalhou como assistente do designer Fúlvio Nanni. Após inúmeras conquistas em sua vida profissional, Claudia deu espaço para novos desafios, onde toda sua experiência foi combinada à sua paixão pela arte que promoveu o novo, desta vez, no mundo da arquitetura e design. “Eu sempre flertei com esse universo, mas foi durante a reforma da minha casa que tive uma vontade genuína de criar algo palpável”, relembra Claudia. A ideia foi reutilizar as sobras de material de sua obra para dar vida às peças, surgindo assim as “Tábuas Sharp-Shape” e os “Top Table Versailles”, que tinham um estilo bidimensional, resultado de sua experiência como designer gráfica.

Trabalhar com cerâmica e vidro, com técnicas pouco utilizadas atualmente, foi consequência da vontade de aprofundar-se em um novo campo, recusando-se a seguir um caminho já percorrido e somando sua carreira em publicidade. “A Konsepta é singular na linguagem única e criativa das peças e plural nas possibilidades de uso e décor”, define. Atemporal e conceitual, a marca busca realizar obras com significado, de apelo artístico e artesanal. 

Claudia já participou de diversos eventos importantes no cenário do design mundial: ICFF 2019 (NY), Fuori Salone 2019 (Milão), CASACOR SP 2029 e SP-Arte 2019. Este ano, participará da expo 1000 Vases 2020, em setembro, em Paris. 

Simone Weber

A paixão pelo fazer manual e a liberdade para a criatividade sempre foram uma constante na vida de Simone Weber. Arquiteta por formação, sempre se interessou por criar, tanto na vida profissional como no dia a dia: essa sintonia no criar deu espaço para que ela, junto ao marido Matthias Ambros Von Holleben, começasse a traçar uma trajetória conjunta em suas carreiras. Foi assim, dessa forma intuitiva, quase natural, que surgiu a Mezas Design Co, uma marca gaúcha de mobiliário contemporâneo, criada com o intuito de trazer peças que somam design, flexibilidade e que se adequam ao novo morar.

“A Mezas nasceu quando eu e Matthias nos mudamos para um apartamento novo, depois do nascimento do nosso segundo filho. Este apartamento dos anos 50 tinha o piso todo em granilite, o que nos inspirou a criar uma mesa com tampo no mesmo material. Nesse momento, estava surgindo um fortalecimento da cultura maker e industrial, o que era a nossa cara. A receptividade da mesa que criamos foi grande, nossos amigos arquitetos começaram a pedir a peça para seus projetos, por conta de seu desenho arrojado.”, explica.

Móveis de alto padrão, com personalidade forte, adaptáveis à modernidade que a vida exige e traçados com a união harmoniosa da estética e da funcionalidade, fazem parte do catálogo da Mezas, que tem a arquitetura como DNA e o bom design como propósito. “Somos uma empresa que desenvolve e executa as peças, com valor agregado de uma empresa independente e autônoma. Não temos amarras em criar algo em que não acreditamos e não precisamos passar pela aprovação burocrática de outra fábrica. Pensamos, criamos e executamos o projeto. Essa liberdade nos faz mais confiantes no nosso trabalho e nos dá tempo de planejar um produto com mais tempo para que seja um item desejável no mercado e que tenha uma conexão real com o usuário”.

Vanessa Larré

A ousadia e exclusividade encontradas nos projetos assinados por @vanessalarrearq são reflexo da personalidade de sua criadora. Sem medo de inovar, Vanessa Larré é um nome reconhecido como um dos talentos da arquitetura brasileira.

Com mais de 300 projetos executados pelo país e pelo mundo, premiações nacionais e internacionais, além de mostras de prestígio mundial em sua trajetória, a arquiteta, com escritório em Balneário Camboriú, Santa Catarina, irradia inventividade, inteligência e um cuidado primordial com as pessoas que vão morar, trabalhar ou frequentar uma de suas criações.

Um de seus últimos projetos é o empreendimento Tonino Lamborghini, em Balneário Camboriú.

Nara Ota

Nascida em São Paulo em 1985, Nara Ota é formada em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Mackenzie. Antes mesmo de sua formação universitária, fez um curso de joalheria com a professora Nao Yuasa e se encantou pelos metais e suas possibilidades.

Começou a trabalhar com design de objetos e encontrou sua verdadeira paixão, criando a marca Nara Ota Design. Ganhou destaque no design por produzir peças carregadas de sensibilidade. A delicada menina de latão banhada a ouro, sempre presente em suas criações, traduz os sentimentos e a dedicação de Nara pelos detalhes. Outro destaque é a escolha dos diferentes materiais que se complementam de forma muito sutil, dando vida aos diversos tipos de objetos de decoração.

Ingrid Peixoto

Inquieta e dinâmica, Ingrid Peixoto sempre gostou de aprender coisas novas e tem prazer de encarar novos desafios. Encontrou no design industrial a paixão por criar peças em que possa estimular sensações que melhoram a vida das pessoas. Ingrid acredita que pode ajudar a tornar os lugares mais acolhedores com suas peças. “Seja com o conforto e aconchego proporcionado pelas luminárias, com a versatilidade na utilização das peças decorativas e até mesmo para levar um pouco de beleza para a casa delas”.

A Coleção Sólidos, recém criada por Ingrid, foi alimentada com esse sentimento. A coleção é composta por centros de mesas que podem ser usados como itens decorativos em diferentes posições, como uma fruteira e até mesmo como vaso para composição de arranjos florais. A versatilidade também está presente em um vaso de flores que se desmembra em um castiçal, além de decorar lindamente os ambientes.

Designer autoral há 15 anos e incentivadora do empoderamento financeiro que o empreendedorismo oferece, Ingrid desejou trabalhar de forma independente para se tornar cada vez mais reconhecida por seu design artístico e carregado de essências e desejos, mas sempre estando livre para criar novas peças com novas utilidades e objetivos. “O fato de empreender abre meu leque de oportunidades em criar diversos tipos de produtos, utilizando os mais variados materiais e processos de produção. Outro motivo é a consequente possibilidade de ganhos financeiros maiores do que o estabelecido por um profissional com salário fixo”.

Deixe uma resposta