Estudo do Ipece aponta para recuperação da economia cearense no segundo semestre deste ano

“Com a implementação exitosa do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais, os resultados demonstram uma melhora nos dados econômicos a partir do segundo semestre e denotam uma perspectiva de recuperação da economia cearense.” Essa é uma das principais estimativas para o Estado que estão na nova edição (nº04/2020) do Farol da Economia Cearense que acaba de ser publicada pela Diretoria de Estudos de Gestão Pública (Digep) do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). Para chegar a tal conclusão, o trabalho analisou o desempenho de vários setores econômicos durante os meses mais críticos da pandemia do coronavírus e os sinais de recuperação com a retomada gradual das atividades no segundo semestre de 2020.

O trabalho está dividido em cinco partes e a primeira apresenta as expectativas para o cenário mundial, enquanto a segunda mostra as perspectivas para o cenário macroeconômico brasileiro, observando aspectos como PIB, produção industrial, inflação, juros, câmbio, balança comercial e investimento. A terceira seção traz as expectativas para a economia cearense e na quarta seção são apresentadas análises quanto a incerteza da economia e confiança de consumidores e empresários. E, por fim, na quinta e última parte é feita uma síntese das análises e perspectivas econômicas.

A nova edição do Farol da Economia Cearense foi elaborada pela titular da Digep, Marília Rodrigues Firmiano, e contou com a colaboração de Aprígio Botelho Lócio e Tiago Emanuel Gomes dos Santos, assessores Técnicos da Digep/Ipece; do estagiário da mesma Diretoria Pedro Thiago Moreira Cabral, de Ana Cristina Lima Maia, assessora Técnica da Diretoria de Estudos Econômicos (Diec/Ipece) e de Bruno Maia Cavalcante, economista da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag).

A série Farol da Economia Cearense surgiu concomitante com a nova Diretoria de Estudos de Gestão Pública (DIGEP) a partir das apresentações feitas ao Conselho de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal (COGERF) sobre indicadores econômicos e sociais do Ceará, bem como acerca do cenário macroeconômico nacional e internacional. O objetivo do documento é disponibilizar dados, informações e análises sucintas para que os tomadores de decisão, bem como as demais partes interessadas, tenham elementos para avaliar prospectivamente os rumos das economias brasileira e cearense.

Acesse aqui o novo Farol da Economia Cearense

Deixe uma resposta