Classe B chama a atenção de rede de franquias pelo potencial de consumo

No franchising há uma variedade de redes de franquias com serviços e produtos com preço acessível visando atingir todas as classes. Porém é a classe B que vem atraindo olhares das marcas em busca de alcançar esse público.

Essa classe econômica é formada pela população que tem rendimentos entre 10 e 20 salários mínimos, que ganham entre R$10.450 a R$20.900. Trata-se de um grupo de consumidores mais seletivos, que vão em busca de produtos que tenham qualidade, comprometimento e não poupam na hora de gastar por eles.

Pesquisa feita pelo IPC Maps em 2019, mostra que a classe B continua puxando o cenário de consumo no Brasil e representa 20,97% dos domicílios.

“Trata-se de um público que vem destinando parte dos seus rendimentos aos cuidados de limpeza com o veículo e na limpeza da casa”, avalia Henrique Mol, diretor executivo da franquia Acquazero, especializada em lavagem ecológica automotiva com mais de 300 unidades distribuídas pelo Brasil.

Esse perfil vem crescendo nos últimos anos e é a principal classe econômica com participação dos clientes na Acquazero. É focando nesse público que a marca busca expandir os negócios em novas localidades, tendo as capitais e regiões metropolitanas com mais presença nessa classe.

Dentre esse cenário, o executivo avalia algumas cidades que vem apresentando como lugares excelentes para fazer negócios no Brasil. Ele destaca as capitais: São Paulo (SP); Vitória (ES), Porto Alegre (RS); Salvador (BA); Campo Grande (MS), além dos municípios de Barueri (SP); Maringá (PR); Santa Cruz do Sul (RS); Três Lagoas (MS), e Sinop (MT) que estão no radar da rede para expansão de novas unidades, devido ao potencial econômico que esses locais apresentam.

“Há grande potencial de consumo nessas localidades, além de terem com alto índice populacional. Algumas delas já contamos com unidade ativa, porém com potencial de receber novas operações da franquia que é atraente devido os serviços inovadores e sustentáveis”, observa Mol.

Não basta o produto ter menos custos, hoje é crescente a busca das pessoas por produtos e serviços que não agridam o meio ambiente: se tornar sustentável na maneira de consumir já é tendência mundial. Principalmente no atual momento em que vivemos onde várias partes do Brasil foram afetadas historicamente pelas queimadas de grandes proporções.

“Nunca na história a palavra poupar água se fez tão necessária. Com a falta de chuvas, os reservatórios ainda se encontram em estado de alerta. Devemos criar o hábito de pensar que economizar água não deve ser feita apenas em épocas de estiagem, mas sim o ano todo. Somente isso permitirá evitar uma nova crise hídrica”, afirma o diretor executivo da Acquazero.

Há mais de dez anos a Acquazero tem a premissa de levantar essa bandeira sobre evitar o gasto desnecessário com a água. Um bem tão precioso e que vem se tornando preocupante em todo o planeta.

A rede utiliza apenas 300 ml de água na limpeza ecológica, ou seja, um copo de água já é o suficiente para deixar a parte externa do automóvel totalmente limpo. Esse trabalho conta ainda com o auxílio de produtos biodegradáveis, o que assegura ainda mais o comprometimento com o meio ambiente.

“Devemos lembrar que todo esse processo deve ser feito por um profissional capacitado, que tenha não somente os produtos específicos, mas também técnicas capazes de evitar danos ao veículo, como manchas, arranhões na lataria. Parece ser uma lavagem simples, mas que requer cuidados indispensáveis na preparação do automóvel. Nossos franqueados passam com frequência por treinamentos e atualizações para que a execução dos serviços tenha a eficiência exigida pela franquia”, diz Mol.

Ter um negócio próprio sustentável é algo que traz consigo vários benefícios, sendo o maior deles o compromisso com o meio ambiente.

A franquia home office é o modelo mais barato da Acquazero, com investimento de R$18 mil (incluso taxa de franquia, capital de giro e compra de equipamentos). A operação é feita exclusivamente delivery, onde o franqueado vai até o cliente. O faturamento mensal pode chegar a R$12 mil, conforme o desempenho do empreendedor, podendo ter recuperado o dinheiro investido entre 3 a 6 meses.

A rede também oferece modelo loja física que solicita investimento a partir de R$75 mil, onde é possível instalar em locais como universidades, estacionamentos, prédios comerciais e residenciais, supermercados, etc, que há grande passagem de transeuntes.

São mais de 15 serviços oferecidos pela marca destinado aos cuidados com os veículos, entre eles, limpeza ecológica, enceramento profissional, impermeabilização de estofados, oxi-sanitização, entre outros. Além ainda do serviço home care na limpeza e higienização de estofados, e também em aeronaves e embarcações.

Deixe uma resposta