Por que investir em loteamentos pode ser um bom negócio?

Alta valorização, segurança e uma forma de guardar dinheiro melhor do que a poupança. Esses são alguns dos motivos que explicam porque investir em lotes é um bom negócio. Com o pagamento do 13º salário até o próximo mês, chega a hora de planejar qual é o melhor investimento para o dinheiro.

Os loteamentos da incorporadora JS Empreendimentos são planejados e construídos em áreas com grande potencial de crescimento, ou seja, locais que com o tempo, vão ser valorizados ainda mais. Recente lançamento da empresa, o Parque da Chaminé tem nos diferenciais a localização no bairro Sangão, em Criciúma, próximo às universidades e de fácil acesso a BR-101, o que fortalece o desenvolvimento da região.

Por conta desses fatores, comprar um lote é um dos investimentos mais seguros que existem. Para entender melhor, a empresa elenca oito motivos do porquê o loteamento é um bom negócio para o 13º salário:

1 – Alta valorização do bem

Esse é um dos principais benefícios de comprar um lote: o investimento só tende a valorizar com o desenvolvimento da região e do próprio loteamento, uma vez que normalmente são construídos em áreas em crescimento. Também é comum a prática da compra de terrenos em valorização para revenda no futuro.

2 – Garantia de investimento

Com a rentabilidade da poupança em baixa, pode valer mais a pena investir o dinheiro em um loteamento. Além disso, ser dono de um imóvel dá mais facilidade para adquirir crédito e investir em novos negócios.

“Tem um velho ditado que diz ‘Quem investe em terra não erra’. Além de ser uma ótima moeda de troca, caso seja necessário compor o lote em uma nova negociação”, explica o gerente comercial da JS Empreendimentos, Everton De Bona.

3 – Maior demanda

Além da valorização com o desenvolvimento, a alta procura por lotes também é um fator que agrega valor ao investimento. “A demanda para este tipo de empreendimento é maior pelo potencial de valorização, consequentemente ao aumentar a demanda, o valor de oferta aumenta também”, afirma o gerente.

4 – Menor custo

Ao contrário de outros imóveis, os loteamentos têm variedade de preços, muitos com valores bem atrativos, e possuem menos despesas. As preocupações de um proprietário de lote é o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e a limpeza do terreno.

5 – Impostos e taxas mais acessíveis

O valor de pagamento dos impostos e taxas costuma ser menor do que de um imóvel construído, reduzindo ainda mais os gastos para quem optar por esse tipo de imóvel. “A diferença que lotes sem edificação possuem taxas e encargos mais baratos pelo fato de não precisar pagar pela construção”, esclarece De Bona.

6 – Condições de pagamento facilitado

Pelo fato de ser mais barato do que uma casa construída, é muito mais fácil conseguir linhas de crédito e financiamento, como o programa do Governo Federal, o Minha Casa, Minha Vida, no qual pode sobrar um valor para a construção da residência, se for o caso. Além disso, existe a possibilidade de financiar diretamente com a incorporadora. “As condições de pagamento são facilitadas direto com a JS, tornando o processo menos burocrático”, destaca.

7 – Segurança

Ser proprietário de um lote é ter um patrimônio que não desvaloriza com o tempo, pelo contrário, tende a crescer e enriquecer. É um investimento mais estável do que aplicação em poupança e uma alternativa mais segura para quem não quer deixar o dinheiro parado no banco.

8 – Customização

Se o plano não é revender o lote no futuro, construir ainda é uma boa opção. Diferente de quando a ideia é comprar uma casa já pronta, um terreno permite que o proprietário crie o projeto da forma que desejar, aproveitando muito melhor o espaço do lote. Com alta customização, o planejamento é feito de acordo com a realidade do comprador.

Deixe uma resposta