Aumenta o número de pessoas que se declaram de cor preta, enquanto brancos e pardos diminuem no Ceará em relação a 2013

No Ceará, em 2019, a população declarada de cor branca representava 27,2% dos residentes, enquanto de cor preta era de 5,9% e a declarada de cor parda correspondia a 66,2%, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD C). Em 2013, essas estimativas eram, respectivamente, 29,4% (branca), 3,6 % (preta) e 66,9% (parda). Juntos, os grupos somavam cerca de 99% dos cearenses. Enquanto a participação das pessoas declaradas de cor preta cresceu 2,3 pontos percentuais, as brancas e pardas decresceram em 2019 em relação a 2013. Com relação ao ano anterior (2018), tanto a população declarada como de cor parda (0,4 p.p), como de cor preta cresceram sua participação no Estado (0,6 p.p), já a branca diminuiu 1 ponto percentual no Ceará.

O Ceará foi o 12º Estado (72%) com maior percentual de pessoas que se declararam negras (pretas ou pardas) do país. Os dez estados com maior proporção de pessoas que declararam cor ou raça preta foram Bahia (22,5%), Rio de janeiro (13,9%), Maranhão (12,8%), Tocantins (12,3%), Mato Grosso (11,7%), Minas Gerais (11,3%), Espírito Santo (10,6%), Distrito Federal (10,6%), Piauí (10,4%) e Sergipe (9,9%). O Ceará (5,9%) ficou entre os dez estados com menor proporção de pessoas que se declararam de cor ou raça preta em 2019, ocupando a 22ª posição no Brasil e a oitava da região nordeste.

Os dados estão no Ipece Informe (nº187 – Dezembro/2020) – Uma análise dos indicadores sociais do Ceará por cor e raça declarada, trabalho publicado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). O estudo revela, ainda, que as desigualdades na educação e na renda foram verificadas em todos os Estados Brasileiros. Essa população alcançou uma escolaridade média de estudos 1,6 ano menor que a registrada por aqueles que se declararam brancos e seu rendimento médio domiciliar per capita foi quase a metade destes últimos. Mais da metade da população que se declarou preta ou parda no estado estava em ocupações informais em 2019.

Acesse o Informe 187.

Deixe uma resposta