Como a tecnologia melhora a rotina de uma das profissões mais importantes na área de Comex

Muitos passos precisam ser realizados para que exista uma exportação ou importação completa e sem problemas. O Comex, que antes era conhecido como um dos setores mais burocráticos e com processos antigos, hoje, vem sendo revolucionado com o uso de inovação e tecnologia. Dessa forma, muitas transformações estão favorecendo e simplificando a rotina de quem precisa importar e exportar. 

O dia a dia de quem trabalha com comércio exterior ganhou agilidade e eficiência com a ajuda de startups, como a Mainô (https://www.maino.com.br/) – plataforma de gestão para COMEX e também de profissionais que atuam para aprimorar demandas inseridas nos diversos processos da área, como os despachantes aduaneiros. O despachante aduaneiro faz a função de intermediar as principais questões legais com documentos em órgãos federais e muitos outros procedimentos para que as importações possam ser realizadas pelas empresas.

“O despachante aduaneiro é parte fundamental para que todo o processo seja finalizado com sucesso. É de extrema importância contar com a ajuda deste profissional, por isso, na Mainô nós temos o programa de parcerias para que os despachantes possam ter ferramentas tecnológicas como diferencial no seu trabalho”, comenta Eduardo Ferreira – CEO da Mainô. 

Apesar de muitas pessoas não saberem quais as principais funções e a importância de contar com este profissional para que tudo aconteça dentro da legislação, o especialista em gestão de comércio, separou abaixo alguns dados importantes sobre o trabalho de um despachante aduaneiro: 

Especialista no setor 

Todo o processo aduaneiro necessita de habilidade e atenção, por ser um serviço internacional muitas regras estão inseridas nos passos. Muitas são as mudanças na legislação aduaneira, por isso, contar com um especialista no setor é de extrema importância, pois só assim, você conseguirá ter a tranquilidade de entregar algum problema para uma pessoa que já está adaptado com diversas situações. 

Economia 

O despachante aduaneiro, consegue envolver diversas funções dentro do seu processo de trabalho. Com isso, ele acaba agregando valor ao cliente, gerando a redução de custos. 

Relação com o cliente 

Os processos de COMEX são de extrema importância, por isso, é preciso confiar extremamente no profissional que está prestando serviço. Afinal, se as mercadorias não forem entregues de forma correta, o transtorno é muito maior. O uso de um serviço aduaneiro, permite ao cliente evitar um custo mais alto. Dessa forma, o relacionamento entre cliente e profissional precisa ser construído na base da confiança e transparência. 

Inovação 

Apesar de toda a revolução no COMEX, o despachante aduaneiro conseguiu se digitalizar facilmente, tornando-se próximo das tecnologias que podem ser usadas a seu favor. Assim, aplicativos, sites, softwares e sistemas de gestão são ferramentas fundamentais para que o despachante seja assertivo e rápido em suas entregas. 

Na Mainô, por exemplo, é oferecido um sistema rápido, simples e fácil para que este profissional ofereça vantagens competitivas ao seu cliente. Além disso, o programa de parceiros é feito para que os despachantes possam utilizar uma plataforma exclusiva e gratuita para espelhos de DI, facilitando a tarefa do importador de emissão da nota fiscal de entrada de importação.

Deixe uma resposta