Programa que incentiva entrada de jovem na carreira digital ganha título do Guinness Book

O Desafio Tetrix  foi criado com a missão de aproximar o universitário do mundo digital. A edição de 2020 reuniu 74.551 participantes de diversos países da América Latina, como Brasil, Chile e Colômbia, e teve sua final realizada no Rio de Janeiro, segundo auditoria da PWC.

O programa acaba de receber o título do Guinness Book de maior desafio universitário do mundo. O Guinness World Records é uma edição publicada anualmente, que contém uma coleção de recordes e superlativos reconhecidos internacionalmente.

De acordo com informações do Tetrix, 72% dos estudantes inscritos são de universidades públicas. Além disso, a edição deste ano teve como destaque as mulheres. No total de inscrições, cerca de 62% corresponde ao público feminino. Além disso, o Nordeste também ganhou notoriedade nas inscrições, representando 22% dos inscritos.

O Tetrix é uma iniciativa da empresa de tecnologia Vtex, o mais novo unicórnio brasileiro, e foi criado com a missão de inspirar o jovem universitário a desbravar a carreira digital. “O Brasil e a América Latina são uma potência em serviços digitais. O Tetrix vem com a proposta de apresentar a carreira digital pro jovem universitário. Até hoje, os profissionais em início de carreira buscam sua primeira experiência profissional nas indústrias tradicionais como bancos e consultoria, mas o mundo digital tem muito mais a oferecer”, diz Marina Baltz, responsável pelo Desafio Tetrix.

O Desafio é anual e este ano foi composto de 100 perguntas que qualificaram 21 jovens para a fase final no Rio de Janeiro. A ganhadora foi a brasileira Gabriela Dias da Universidade FGV de São Paulo, em segundo ficou a chilena Consuelo Pizarro da PUC do Chile e em terceiro lugar o jovem Lloyd Salazar da Universidade Tecnológica de Pereira, na Colômbia. A ganhadora recebe como prêmio uma viagem ao redor do mundo passando por 5 continentes para conhecer as melhores operações de digital commerce do mundo. E tem a responsabilidade de reportar seus conhecimentos de volta à comunidade criada pelo Tetrix.

Marina complementa: “A América Latina é uma potência de jovens talentos. O mundo digital é a oportunidade de mudarmos o cenário da região que está deixando de exportar somente soja e carne para ser referência em serviços de valor agregado como os digitais. O jovem talentoso não precisa mais ir aos EUA e Europa para estar dentro do que há de mais moderno no digital.”

As pré-inscrições para o TETRIX 2021 já estão abertas e podem ser realizadas em tetrix.education. Na edição de 2021 estudantes da América Latina, EUA e Europa poderão participar.

Sobre o TETRIX 2020
O programa busca jovens talentosos, não limita cursos ou universidades, e é 100% gratuito. O ganhador do desafio recebe uma viagem ao redor do mundo para conhecer as melhores empresas de digital commerce do mundo. O único pré-requisito para participar do desafio é estar matriculado em uma instituição de graduação – independente do curso – ou ter concluído a graduação recentemente.

O projeto conta com outras empresas patrocinadoras e apoiadoras, entre elas: Red Bull, Latam, Driven, ACCT, ComSchool, Hyper English, Gama Academy, Perestroika, Sputnik, Bora Vender, Descomplica, Academia do Universitário, FOM, Ecommerce RJ, Métricas Boss, entre outras, e tem como objetivo criar um ecossistema de talentos preparados para o futuro e conectados com uma rede de empresas interessadas em atrair novos profissionais para seus times.

O Tetrix 2021 sairá da América Latina para o mundo, e já está com pré-inscrição aberta para quem quiser garantir presença no desafio que promete ser ainda mais concorrido na próxima edição!
Acesse tetrix.education e saiba mais.

Deixe uma resposta