Masculinidade consciente é pauta para igualdade de gênero em ambientes corporativos não só no mês da mulher

Alcançar a igualdade de gênero e o empoderamento feminino agora é um propósito mundial, uma vez que a ONU pautou o tema nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS’s 2021. Para atingir essa intenção, muitos passos são necessários; entre eles, a conscientização de uma masculinidade positiva dentro das empresas. 

Cainã Rangel , facilitador da Tribo Global, explica que, “notavelmente, o termo de masculinidade tóxica está presente nas realidades das empresas, e com isso, existe um movimento ativo de homens e mulheres olhando para essa realidade e propondo uma transição, inclusive dentro das organizações: da masculinidade tóxica para a masculinidade consciente”.

A Tribo Global tem a oportunidade de abordar a temática da masculinidade consciente dentro de empresas, na direção de criar soluções conjuntas. O tema de “masculinidade tóxica” está em alta desde 2018, quando foi conhecido pela Oxford como um dos “termos do ano”, presente no cotidiano de diversos grupos sociais, sendo o ambiente de negócios um dos principais. 

“Para analisarmos essa referência dentro das empresas, questionamos se os homens possuem dificuldade de expressar seus sentimentos, se já se sentiram forçados a demonstrar confiança e firmeza no trabalho, intimados por lideranças que estimulavam suas equipes com competitividade, e claro, se as mulheres percebem isso acontecendo e os efeitos dessas situações”, ressalta Rangel.

:: MASCULINIDADE CONSCIENTE = LIDERANÇAS ASSERTIVAS

De acordo com o profissional, a masculinidade pode ser considerada negativa no ambiente de trabalho quando expressa competências tidas como “femininas”, porém naturais a todos os seres humanos, são vistas como uma atitude ruim. Por exemplo: revelar sentimentos, demonstrar vulnerabilidade e oferecer cuidados.

O primeiro passo da Tribo Global é fazer com que a equipe tenha consciência de suas ações para o progresso da empresa. “Na verdade, homens, conscientes de suas polaridades e de suas imperfeições estão mais próximos de cultivar melhores relacionamentos com as pessoas e de exercer uma liderança mais assertiva diante das necessidades de sua equipe e organização”, explica o facilitador.

Ainda, o profissional ressalta que é importante avaliar as lideranças além dos gêneros, porque “Conforme homens expressam suas competências femininas, ressignificam os padrões da masculinidade, sendo agora expressados de uma forma saudável; com homens sendo vulneráveis, sensíveis e cuidadosos”. 

:: IMPACTOS DA MASCULINIDADE NA PRÁTICA

Com o case da Sidicredi Valor Sustentável, cooperativa financeira com atuação no Paraná e em São Paulo, a temática veio à tona para as principais lideranças da organização. Durante a consultoria, além da criação de soluções padrões, a necessidade de criar espaços de reflexão e reconhecimento foi tida como urgente. “Colocamos o debate em ação para responderem perguntas como: ‘de que forma eu, como líder, reproduzo comportamentos inconscientes tanto das polaridades masculinas como femininas?’. Esse questionamento levou a empresa aos pilares de como engajar homens como influenciadores, que tomam consciência sobre o seu machismo, praticam comportamentos saudáveis junto à equipe e se posicionam a favor da diversidade de maneira prática”, conta Rangel. 

Vale ressaltar que, para a prática da masculinidade consciente acontecer, é necessário trabalhar a consciência sobre comportamentos inconscientes, tanto masculinos quanto femininos. Uma vez reconhecidos, esses comportamentos são cuidados justamente através do seu oposto complementar: feminino ou masculino consciente. 

Com estes propósitos, a temática dos direitos da mulher não é debatida apenas no mês delas, mas avaliada durante cada ação do ano, na rotina de trabalho. Gerando crescimento para toda a equipe e respeito mútuo aos ambientes de negócios. 

SOBRE A TRIBO GLOBAL

A Tribo Global é uma empresa de consultoria com foco na cultura organizacional, gestão consciente e desenvolvimento humano em busca de engajar e gerar valor de impacto.

Deixe uma resposta