Queimadas (PB) cria Circuito de Cicloturismo Cidade das Pedras com 155km

A cidade de Queimadas – a 139 km de João Pessoa e 17 km de Campina Grande – lançou um dos roteiros mais emblemáticos para os praticantes de ciclismo de aventura na Paraíba: o Circuito de Cicloturismo Cidade das Pedras. O novo produto é exclusivo, pois todos os 155 km de extensão estão situados dentro do território do município, representando a maior rota de duas rodas do Nordeste.

No lançamento, no Centro Cultural Philus Haus, a secretária de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Angélica Figueiredo de Souza, informou que o Circuito de Cicloturismo envolve 17 empreendedores diretos dos setores de Alimentação e Hospedagem, que oferecem serviços e dão suporte logístico para os grupos de bike que passam pelo município.

O Circuito de Cicloturismo foi criado pela secretaria por meio de uma consultoria assinada pela empresa Rebelk Consultoria de Turismo. Após meses de formação de traçados, capacitação de empreendedores e, principalmente, a atuação do poder público, o roteiro ficou perfeito para aquelas pessoas que curtem aventura ao ar livre.

“São diversos atrativos em cenários naturais que reúnem o cicloturismo e turismo de experiência dentro do município. O pedal é feito com 98% do percurso em área rural e contempla os principais atrativos turísticos naturais, culturais e gastronômicos de Queimadas, a exemplo da Pedra do Bico, Pedra da Jaca, Itacoatiaras dos Macacos, Centro Cultural Philus Haus, entre outros”, afirmou Angélica Souza.

Os ciclistas, ao chegarem no ponto de partida do circuito, recebem um ‘passaporte’ com 10 etapas. A cada parada de acordo com o quilômetro percorrido, um representante do roteiro carimba informando a distância. Cada ciclista opta pela distância que pretende percorrer no dia, podendo, inclusive, fazer os 155 km de uma vez. Porém, conforme a secretária, a proposta é que ele pedale aos poucos, fazendo com que fique mais tempo na cidade, aproveitando os atrativos turísticos e injetando dinheiro na economia local.

Para atender os ciclistas da melhor forma possível, todo o trajeto está sinalizado conforme as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Também foi criado um aplicativo (https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.pb.queimadas), que permite guiar os ciclistas com diversos recursos entre mapas ilustrados, plano altimétrico, informações técnicas sobre o grau de dificuldade e de esforço físico, além dos pontos de apoio organizados para o seu acolhimento.

O prefeito de Queimadas, Carlinhos de Tião, destacou a vocação do município para a atividade esportiva e o impacto desse novo produto turístico para o desenvolvimento da economia queimadense, especialmente nas localidades que dispõem de pontos de apoio, serviços e produtos para consumo do público cicloturístico.

O pedal de inauguração do Circuito de Cicloturismo Cidade das Pedras acontece no dia 28 de novembro, às 7h, com concentração e saída do ponto inicial do percurso, no novo Mercado Público de Queimadas.

Para curtir
Além de pedalar pelas trilhas criadas para o Circuito de Cicloturismo, os ciclistas podem contemplar verdadeiros tesouros da natureza, que são pontos turísticos encravados no município muito visitados pelos turistas. Queimadas é cercada por pedras, daí ser conhecida como ‘a cidade das Pedras’, permitindo que as pessoas pratiquem diversos esportes de aventura e ao ar livre, como trilhas, rapel, escaladas, entre outros.

Queimadas também tem 12 sítios arqueológicos com pinturas e escrituras rupestres que encantam e tornam a visita um importante momento de contemplação e conhecimento. Entre alguns pontos se destacam as Itacoatiaras dos Macacos, a Caverna da Loca (Cemitério indígena), Pedra do Castanho e a Pedra do Zé Velho, entre outros atrativos. Um ponto de contemplação imperdível é o pôr do sol na Pedra do Touro, que deixa a todos impactados com tamanho beleza natural.

Deixe uma resposta