Varejo alagoano registra avanço

Posted on Updated on

As vendas varejistas em Alagoas avançaram 7,7% em 2017, quando comparadas às do ano anterior. Já o Brasil cresceu 2% em 2017. Os dados são da Federação do Comércio, Bens e Turismo de Alagoas (Fecomércio) e da Confederação Nacional de Bens e Serviços, que prevê aumento nas vendas durante a Páscoa, que deve acompanhar a média nacional, em torno de 3,5%.

“A economia em geral tem tentado repassar produtos com valores mais baixos, o que faz com que naturalmente ocorra a expansão da quantidade consumida”, avaliou o economista e assessor econômico da Fecomércio, Felippe Rocha.

Já os incentivos fiscais oferecidos por meio do Estado ao atacado também vem impulsionado o crescimento do varejo. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) e a Secretaria da Fazenda (Sefaz) apostam na simplificação tributária, disponibilizando regimes especiais voltados para o setor atacadista em geral e para os Centros de Distribuição (CD).

Outra iniciativa que vem atraindo novos investimentos para Alagoas é a execução do Programa de Desenvolvimento Integrado do Estado de Alagoas (Prodesin), que concede benefícios fiscais e locacionais para instalação e manutenção de indústrias. O Programa garante isenção de 92% de ICMS em todo território, na saída de produtos industrializados.

“Quando a indústria cresce e o varejo acompanha, isso quer dizer que houve um aumento da geração de novos postos de trabalho. O fortalecimento das vendas demonstra como os esforços e incentivos têm impulsionado o desenvolvimento da economia local”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito.