Pointer inaugura CD em Fortaleza

Posted on Updated on

A Pointer, empresa do Portobello Grupo, localizada em Alagoas, inaugura hoje às 17h, o seu primeiro Centro de Distribuição (CD) em Fortaleza, capital do Ceará. O CD, localizado na Rodovia Anel Viário, bairro Pedras, em Fortaleza, tem 5.000 m² de área total e 2.300 m² de área construída, com capacidade de estoque de 90.000 m² por até dez dias, e de faturamento (recebimento e venda) entre 50 e 60 mil metros quadrados a cada mês neste início de operação. Em sua curva de maturidade, esse número pode chegar a 270.000 m² de faturamento e expedição.

O espaço da Pointer em Fortaleza vai conter um showroom, com cerca de 150 produtos expostos de maneira ilustrativa, transportando os visitantes a espaços residenciais que poderiam ser em suas próprias casas. E desses, 30 produtos estarão disponíveis em pronta entrega: “como o espaço físico desses lojistas é menor, a ideia é que o CD funcione também como um estoque para eles, oferecendo-lhes vantagem competitiva”, explica o executivo.

Com carregamentos diários de Alagoas para o Ceará, a promessa é que a empresa consiga entregar, em até 05 dias úteis, quaisquer produtos de seu portfólio além dos que terão estoque constante, diminuindo assim a distância de mais de 1000 quilômetros entre as duas localidades.

A inauguração do Centro de Distribuição é um marco importante para a companhia. Para lançar a coleção ‘Morada Brasileira – Cotidiano’, entre fevereiro e março de 2017, a Pointer organizou um verdadeiro tour por capitais chaves do Nordeste, Fortaleza entre elas, em coletivas de apresentação para jornalistas, formadores de opinião, arquitetos, decoradores, vendedores e representantes comerciais. Desta vez, volta ao Ceará para ficar.

A Portobello, marca líder em revestimentos cerâmicos no Brasil, e a Pointer, nova marca do segmento com unidade fabril em Maceió, AL, voltada ao mercado do Nordeste, fazem parte do Portobello Grupo. As duas marcas juntas empregam mais de 3.000 colaboradores e produzem 50 milhões de metros quadrados ao ano e, mesmo tendo posicionamentos e públicos diferentes, compartilham valores como inovação, sustentabilidade e design. Com proposta de design democrático, a fábrica Pointer é a mais moderna e sustentável do país, projetada para produzir revestimentos diferenciados de forma competitiva. A Portobello Shop, maior rede de lojas do segmento no Brasil, com cerca de 150 lojas, próprias e franqueadas, e posicionamento voltado aos profissionais de arquitetura e decoração, é o principal canal de vendas da marca Portobello, que distribui também através das revendas multimarcas, vendas diretas às grandes obras e construtoras e exportação para os cinco continentes.

Adece comemorar 10 anos de ação pelo desenvolvimento do Ceará

Posted on Updated on

O Governo do Ceará celebrou os 10 anos da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece). “Essa área do desenvolvimento econômico, especialmente, assumiu um protagonismo importante no governo Camilo Santana à medida em que não há geração de riqueza que não passe por um estratégia muito bem definida. Esse governo, desde o primeiro momento, traçou essa estratégia”, destacou Élcio Batista, secretário de Governo, ressaltando o momento favorável em que o Ceará vive. “Somos exemplo em todas as áreas. Somos melhores fiscalmente no país, em educação, o estado que mais investe no Brasil, que cresce acima do país e paga em dia os servidores públicos”.

Abaixo, mais informações da assessoria de Imprensa do Governo do Ceará:

A presidente da Adece, Nicolle Barbosa, fez uma retrospectiva dos principais trabalhos realizados e apresentou números conquistados ao longo da última década. “Mais de 30 indústrias foram implantadas com participações diretas da Adece, sejam elas em obras de infraestrutura, aquisições de imóveis, concessão por regime de comodato e outros incentivos. Mais de 30 mil empregos são gerados somente por essas indústrias que investiram juntas mais de R$ 1,5 bilhão na última década”, disse.

Conforme Nicolle, os resultados foram alcançados graças ao trabalho de prospecção de empresas em missões e participações nos principais eventos em territórios nacional e internacional. “Somamos 164 participações. Além dos estados brasileiros, a Adece passou pela Alemanha, Portugal, Cabo Verde, Coreia do Sul, China, Mongólia, Itália, Líbano, Espanha, Rússia, Canadá e Israel apresentando o Ceará e suas principais potencialidades e vantagens. Mostrando que investir no Ceará é um bom negócio”, ressaltou.

A solenidade contou ainda com o descerramento da Galeria dos Ex-presidentes da Adece formada por Antônio Balhmann, de setembro de 2007 a março de 2010; Francisco Zuza de Oliveira, de abril de 2010 a setembro de 2011; Roberto Smith, de outubro de 2011 a janeiro de 2015; e Ferruccio Petri Feitosa, de fevereiro de 2015 a janeiro de 2017.

Uma década

Instituída pela Lei de número 13.960, de 4 de setembro de 2007 e constituída pela Assembleia Geral de 28 de setembro de 2007, a Adece é uma vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Ceará (SDE) e foi criada com a finalidade de ser o braço operacional da política de desenvolvimento econômico do Estado do Ceará.

A Agência encerra o ano de 2017 com 27 câmaras instituídas e abrigadas em seu âmbito, sendo 11 delas voltadas para o agronegócio, 24 setoriais e 3 temáticas, além do Fórum Jovem Empresário Ceará.

 

Agronegócio tem recorde de exportação em novembro

Posted on

As exportações ligadas ao agronegócio atingiram recorde no mês de novembro. Os dados são do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e revelam que as exportações do setor atingiram uma marca de R$ 7 bilhões, com a soja em grãos, milho, algodão e carne bovina in natura como os principais produtos. No caso da soja, resultado recorde para o mês de outubro, com mais de dois milhões de toneladas exportadas.

 

Ainda de acordo com o levantamento da pasta, de janeiro a novembro as exportações somaram mais de US$ 89 bilhões. A venda de soja em grão aumentou 29%, o milho 21,2% e aumento de 3,2% em celulose. Segundo os dados da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, CNA, no balanço do desempenho do setor durante 2017, as exportações ligadas à agropecuária somaram 45% de todas as exportações do Brasil.

Mesmo com o resultado expressivo, a intenção da CNA é ampliar a rede de mercados internacionais e obter resultados melhores neste quesito. Lígia Dutra é superintendente de Relações Internacionais da CNA e comenta que firmar acordos internacionais com países como Coréia do Sul, Japão e México são uma das prioridades da CNA para o ano que vem. “Apesar de sermos o quarto maior exportador mundial de alimentos, nós ainda temos pouco acesso a mercados estrangeiros. Se tivéssemos melhores condições de acesso, isso significa acordos com redução tarifária ou redução de barreiras sanitárias e outras, nós teríamos um potencial de exportação muito maior”, destacou Lígia.

Ainda de acordo com a avaliação da Confederação, o setor foi um dos principais pilares para a recuperação econômica do país em 2017, responsável por 23,56% do PIB do país. Além disso, de acordo com o levantamento apresentado pela CNA, o agronegócio gerou, no acumulado até outubro, cerca de 93 mil postos de emprego.

Futuro ministro da Secretaria de Governo está confiante para aprovação da reforma da Previdência

Posted on

Próximo de tomar posse como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Federal Carlos Marun (PMDB-MS), prevê uma vitória do governo na votação da reforma da Previdência e afirma que os votos necessários para aprovação do texto estarão garantidos até o dia 18 de dezembro.

 

Para o parlamentar, além do empenho que os defensores da reforma devem ter no Congresso Nacional, setores da sociedade também precisam trabalhar firme para essa discussão não ser mais adiada. “Que exista uma atuação daqueles setores lúcidos da sociedade brasileira que sabem que a reforma da Previdência é necessária e que não é mais o momento de empurrar essa questão com a barriga”, afirmou.

Ainda segundo Marun, os argumentos usados contra a reforma são apresentados por pessoas que têm medo de perder privilégios.

“Eu vejo um segmento da sociedade que ainda teme perder algum privilégio nesse momento se posicionando contra, mas com força. São segmentos organizados, que se manifestam de forma organizada em momentos contundentes”, disse o então vice-líder do governo na Câmara.

Para tentar conquistar o apoio dos parlamentares, o governo elaborou um novo texto que deixou de fora itens como aposentadoria rural e o Benefício da Prestação Continuada. No entanto, o coordenador de Previdência do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Rogério Nagamine, destaca outros pontos mantidos na matéria que são essenciais para a manutenção do sistema previdenciário no país.

“Existem alguns pontos fundamentais que precisam ser preservados. A questão da idade mínima e de combater privilégios pela convergência dos regimes de Previdência dos servidores públicos para as mesmas regras e mesmo teto de benefícios do INSS”, ressaltou Nagamine.

Déficit

Em proporção nacional, a realidade do rombo previdenciário se estende ao Regime Geral da Previdência Social (RGPS). No ano passado, o prejuízo no sistema alcançou o recorde de R$ 149,73 bilhões. O valor é 74,5% maior que o registrado em 2015, quando o rombo somou R$ 85,81 bilhões, o que corresponde a 1,5% do PIB.

De acordo com o Tesouro Nacional, as despesas com Previdência equivalem a 55% dos gastos do governo. Para este ano, a expectativa é que o déficit do RGPS alcance R$ 181,6 bilhões.

Esforço no TJCE para desobstruir trabalhos

Posted on

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) negou liminar para suspender a Semana de Sentenças e Baixas Processuais do Poder Judiciário cearense, que teve início segunda-feira, 11/12. O pedido liminar havia sido impetrado pela Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE).

Segundo o Procedimento de Controle Administrativo, a OAB-CE alegou que o TJCE estabeleceu condições ilegais sob o pretexto de viabilizar a realização da Semana, entre as quais interrupção da prestação jurisdicional, suspensão dos prazos processuais, do atendimento ao público e violação das prerrogativas do advogado. Disse ainda que o ato implicaria restrição do acesso à justiça e inobservância de princípios constitucionais da moralidade pública e eficiência, além de abuso de poder.

A conselheira Daldice Maria Santana de Almeida, que apreciou o pedido, avaliou que a Semana não impede o funcionamento da Justiça. “Verificadas as condições estabelecidas nas Portarias Conjuntas n. 1.863/2017 e 2.074/2017, esta última editada em 11 de dezembro de 2017 e destinada ao restabelecimento da fluência dos prazos processuais durante a Semana Estadual, aferi que a ininterruptividade da prestação jurisdicional está assegurada, ainda que os trabalhos das unidades judiciárias daquele Estado estejam voltados para a prolação de sentenças e efetivação de baixas processuais e a consequente diminuição da Taxa de Congestionamento”, disse.
Ainda segundo a conselheira, “outra não poderia ser a conclusão, uma vez que as audiências e as sessões já agendadas foram integralmente mantidas, bem como foi assegurado o atendimento das demandas em caráter de urgência”.

A conselheira destacou ainda que “compreendi, sem margem de dúvida, que o atendimento em caráter de urgência, conforme previsto, contempla os pedidos formulados por advogados e também diretamente pelas partes, quando se tratar de processos (físicos ou eletrônicos) em relação aos quais estejam fluindo prazos processuais”.
A relatora também ressaltou que “a iniciativa, iluminada pelas metas institucionais do Poder Judiciário, foi desenhada para o atendimento do jurisdicionado e para o incremento da prestação jurisdicional, e não para ser um “recesso branco”, para pouco se dizer sobre o quanto o requerente sugestionou”.

Só no primeiro dia da Semana Estadual de Sentenças e Baixas Processuais, magistrados do Judiciário cearense julgaram 3.991 ações. Somando com as estatísticas da Comarca de Sobral, que realizou o mutirão de 20 a 24 de novembro, o total de julgamentos chega a 4.847.

BNB inaugura coworking gratuita para startups

Posted on Updated on

 

Espaço gratuito, com incentivos para que startups evoluam e gerem capital de conhecimento. Essa é a proposta do Coworking Hubine, inaugurado no Hub Inovação Nordeste – Hubine, no centro administrativo do Banco do Nordeste (BNB), em Fortaleza.

O espaço abrigará oito startups selecionadas e oferecerá, além de estrutura física, ambiente favorável ao compartilhamento de conhecimento técnico e experiências entre as empresas e seus fornecedores, clientes e o próprio Banco.

Os empreendedores selecionados dispõem de modelos de negócios aplicáveis na área de atuação do Banco e apresentam potencial para contribuir com o desenvolvimento do ecossistema local de startups no Nordeste, norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

“A proposta é oferecer um ambiente inspirador, democrático, pensado para o trabalho autônomo e networking com pessoas de diferentes áreas da inovação. Com esta iniciativa o Banco pretende ratificar o modelo de fomento à cultura de empreendedorismo na Região e potencializar a interação, as redes e a transferência de conhecimentos e habilidades entre empreendedores apoiados e o ecossistema local de startups”, explica o inovador-chefe do Banco do Nordeste, Eduardo Gaspar.

O Judiciário que se põe em movimento

Posted on Updated on

Do blog do jornalista Roberto Maciel, do jornal Diário do Nordeste:

E veja só: neste fim de ano, a Justiça do Ceará está pisando pesado no acelerador. É que começa hoje a Semana Estadual de Sentenças e Baixas Processuais – um esforço concentrado para julgar ações, efetivar baixas processuais e, como consequência, diminuir a taxa de congestionamento no Poder Judiciário.

A Semana tem um GPS.

São três das metas definidas para este ano pelo Conselho Nacional de Justiça: 1) julgamento de processos mais antigos; 2) priorização dos julgamentos de processos relativos à corrupção e improbidade administrativa; e 3) priorização do julgamento de ações coletivas.

O esforço concentrado tem também um exemplo. É o de Sobral. A comarca de lá se antecipou e fez força-tarefa em novembro, julgando 856 ações e efetuando 2.182 baixas processuais, reduzindo 6,12% o sufoco local. reduzindo 6,12% o sufoco local.

Parnaíba articula empréstimos com a CEF

Posted on Updated on

Com informações da Prefeitura de Parnaíba, no Piauí:

Técnicos da Caixa Econômica Federal estiveram com o prefeito de Parnaíba (PI), Mão Santa, para tratar da solicitação de dois empréstimos feita pela prefeitura à instituição financeira. São R$ 5 milhões, devidamente aprovados pela Câmara Municipal, para obras de infraestrutura e pagamento de contrapartidas junto ao governo federal; e mais R$ 30 milhões para mobilidade urbana, cujas tratativas foram iniciadas em outubro último, quando esteve em Brasília a Secretária Municipal de Infraestrutura, Gracinha Moraes Souza.

(…)

A prefeitura já protocolou, semana passada, a documentação relativa ao pedido de financiamento dos R$ 5 milhões. (…) Mão Santa falou na ocasião dos vários avanços que o município vem experimentando em diversos aspectos, e de alguns planos que pretende por em execução, como a criação de uma Escola Técnica Municipal, focado também na conclusão da 2ª etapa dos Tabuleiros Litorâneos, e investimentos que pretende fazer no setor turismo, a exemplo do que fez quando governou o Estado, época em que incentivou o surgimento de novos hotéis e pousadas. E pediu pressa na liberação dos R$ 5 milhões, “porque pretendemos continuar embelezando nossa cidade e melhorando a qualidade de vida da população”, ponderou.

Os outros R$ 30 milhões pleiteados são recurso para investimentos em mobilidade urbana, como abertura de novas avenidas, duplicação de outras, recapeamento asfáltico e construção de asfaltos novos, construção de várias pontes, ou seja, uma série de intervenções que a prefeitura pretende elaborar.

Após o encontro com o prefeito, a equipe da Caixa se deslocou para o Centro Administrativo, onde se reuniu com a secretária de infraestrutura, Gracinha Moraes Souza, e equipe de engenheiros e arquitetos, além de outros secretários. Na ocasião, foram discutidos aspectos técnicos e adequações dos projetos apresentados para a execução de obras.

Obtenção de recursos para educação é tema de seminário na Assembleia Legislativa do Ceará

Posted on Updated on

Em momento de crise econômica e cortes no orçamento em áreas essenciais como Educação, potencializar o uso da verba pública tornou-se prioridade de gestores municipais. Por isso, a partir das 9 horas de hoje, no Complexo das Comissões Técnicas da Assembleia Legislativa do Ceará, secretários municipais de educação participam do “Seminário PAR: Plano de Ações Articuladas, obtenção de recursos e ferramentas e novas tecnologias para educação”.

O debate terá a presença da Secretária de Educação do Município de São Felix do Xingu I(PA), consultora e especialista em gestão educacional, Viviane Cunha. Ela fará palestra sobre o Plano de Ações Articuladas (PAR), instituído pelo governo federal em 2007, em todos os municípios brasileiros..

Também participará do evento Denise Maria Telles, que vai apresentar ferramentas inovadoras de aplicação dos recursos no setor, desde a capacitação dos professores, aquisição de material didático de qualidade e investimentos em infraestrutura da rede escolar.

Câmara de Fortaleza avança na pauta legislativa

Posted on Updated on

A Comissão de Constituição, Justiça, e Legislação Participativa da Câmara Municipal de Fortaleza, em reunião ontem, deliberou sobre 50 matérias legislativas. Na pauta, projetos de lei, entre outros textos.

O presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa – CCJ, vereador Gardel Rolim (PPL), destacou o Projeto de Indicação que estabelece o 14º salário para os Agentes Comunitários de Saúde. “É uma forma de incentivo aos profissionais de campo que levam a saúde pública até a casa das pessoas”, disse.

Gardel aproveitou para fazer um balanço das atividades da CCJ ao longo do ano e ressaltar a assiduidade e engajamento dos vereadores membros da Comissão. “Vamos finalizar o ano com praticamente mil projetos analisados pela Comissão e quero destacar a grande participação e compromisso dos membros da CCJ. O saldo é positivo”, explicou.