Ipece lança novo Anuário Estatístico do Ceará

Posted on

O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Estado do Ceará, acaba de disponibilizar o Anuário Estatístico do Ceará 2017, que pode ser acessado no site www.ipece.ce.gov.br. Segundo o diretor Geral do Instituto, professor Flávio Ataliba, a publicação contempla dados estatísticos e permite a análise dos aspectos socioeconômicos e geográficos do Ceará e de seus 184 municípios. A nova edição está estruturada em seis seções: as três primeiras compreendem o agrupamento de dados referentes a Território; Aspectos Demográficos e Qualidade de vida. As três seções seguintes abordam informações concernentes aos aspectos da Infraestrutura; Econômicos e Finanças Públicas.

A seção Território apresenta uma descrição sinóptica do Estado do Ceará e está subdividida em cinco subseções: Posição e Extensão do Território, Recursos Naturais e Meio Ambiente, Divisão Político-Administrativa e Regional, Características dos Municípios e os Mapas Temáticos. Já seção Demografia apresenta os mais importantes temas para análise populacional no Estado do Ceará, já que trata das questões ligadas à evolução da População, Famílias, Migração, Fecundidade, Natalidade, Mortalidade e Nupcialidade, além de Indicadores Demográficos.

Os indicadores da seção Qualidade de Vida procuram retratar a realidade social do Estado do Ceará a partir da análise de diversos indicadores, resumidos em oito subseções: Educação, Saúde, Trabalho e Rendimento, Previdência e Assistência Social, Eleições e Representações de classes, Justiça e Segurança Pública, Cultura e Índices de Desenvolvimento. Na seção Infraestrutura são destacadas informações relacionadas aos Recursos Hídricos, tais como: presença de Recursos Hídricos, Energia, Rodovias, Habitação e Saneamento no Estado do Ceará, sendo que esses indicadores estão representados espacialmente na seção Mapas.

Já na seção Aspectos Econômicos são abordadas informações dos setores da economia cearense tais como: Contas Regionais, Agropecuária e Extração Vegetal, Indústria, Comércio, Transportes, Comunicações, Turismo, Intermediários Financeiros, Administração Pública, Prestação de Serviços e Índices, Preços e Custos seguido dos mapas com representação espacial dos indicadores. A sexta e última seção, a de Finanças Públicas está subdividida em Finanças da União, do Estado e dos Municípios, com dados provenientes da Secretaria da Receita Federal (SRF), da Secretaria da Fazenda (SEFAZ) e do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.