BNB financia ampliação do aeroporto de Fortaleza

Posted on Updated on

A presidente da Fraport Brasil – Fortaleza, Adreea Pal, e o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim (foto), assinaram hoje, 1º.10, contrato de financiamento com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), somando R$ 692 milhões, para ampliação e reforma do Aeroporto Internacional Pinto Martins.

O valor será investido na expansão do terminal de passageiros para 26 mil metros quadrados, melhorias nos sistemas de pistas de pouso, reforma do pátio de embarque e desembarque das aeronaves, reformulação do sistema rodoviário, implementação de sistema automatizado de controle de bagagem e de segurança, pontes de embarques de aeronaves e pátios, melhorias no terminal de saída dos passageiros, banheiros e fraldários, sinalização de terminais, wi-fi gratuito de alta velocidade, iluminação externa, melhoria no ar-condicionado, escadas rolantes, esteiras, elevadores e correias transportadoras de bagagem e manutenção de superfícies em áreas para passageiros.

Andreea Pal, destacou o empenho da equipe do aeroporto: “Temos um time altamente qualificado para prestar o melhor serviço aos passageiros e fazer esse equipamento ser referência para todo o Brasil”.

O objetivo de tornar o Aeroporto Internacional de Fortaleza em modelo de excelência também foi reforçado pelo presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim. Ele ressaltou o fato dessa ser a maior operação de crédito realizada pelo BNB no Ceará, em 2018, e que trará diversos benefícios não somente para os cearenses, mas para toda a Região. “Esse financiamento importante reforça nosso papel de banco do desenvolvimento. Temos feito todo o esforço para contratar R$ 30 bilhões com recursos do FNE até dezembro, sendo metade para projetos de infraestrutura. Já ultrapassamos R$ 19 bilhões em setembro. Além disso, estamos com mais de R$ 13 bilhões em tramitação. Esse ano bateremos recorde de contratações em toda a nossa área de atuação”, comemorou Romildo.

O contrato firmado compreende 70% do montante total investido no empreendimento, que tem complemento com recursos próprios da empresa alemã. As obras, iniciadas em abril desse ano, têm previsão de conclusão no primeiro semestre de 2020 e estão sendo administradas pelo consórcio construtor Método e Passarelli.

Deixe uma resposta