Atividades turísticas no Ceará registram crescimento

Posted on Updated on

Canoa Quebrada: destaque entre os destinos turísticos do Ceará

O Ceará registrou alta de 20,8% nas atividades turísticas de agosto, em relação ao mesmo mês de 2017. O dado é do Índice de Atividades Turísticas da Pesquisa Mensal dos Serviços PMS/IBGE, um monitor que engloba os serviços de alojamento e alimentação; serviços culturais, desportivos e de lazer; locação de automóveis sem condutor; agências de viagens e operadoras turísticas e transportes turísticos em geral. O resultado superou o do Brasil, na mesma comparação, quando o índice ficou em 7,8%. No acumulado do ano, o Ceará registrou avanço de 2,4% enquanto no Brasil a alta foi de 1%.

Os números foram divulgados pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). O trabalho, que tem como autor Alexsandre Lira Cavalcante, analista de Políticas Públicas, e como colaborador o estagiário Heitor Gabriel Silva Monteiro, mostra que o segmento de turismo apresentou desempenho contrário dos outros setores de Serviços, excetuando também os Prestados às Famílias.

O Ceará registrou recuo de 0,1% nas vendas de serviços em agosto de 2018 em relação ao mês de julho, ajustado sazonalmente, enquanto o Brasil apresentou avanço de 1,2%.

Segundo a Pesquisa Mensal dos Serviços (PMS), realizada pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE), na comparação com agosto de 2017, a queda nas vendas do setor de serviços cearense foi ainda maior: de 4,9%, enquanto que o país avançou 1,6%, apresentando trajetória marginalmente diferente a registrada pelo Estado. O estudo constata que o patamar de volume de serviços comercializados no Ceará diminuiu no começo de 2018 e manteve um nível abaixo da série histórica apresentada, enquanto que o país manteve-se mais próximo do nível de volume de serviços apresentado 2017, com leve queda.

Os Serviços Profissionais, Administrativos e Complementares registrou queda em ambos os níveis geográficos apresentados de 0,3% no país e de 12,6% no Estado. No acumulado do ano para a atividade, o Ceará apresentou queda de 13,3% e o Brasil queda de 2% em relação ao mesmo período do ano anterior. A atividade Outros Serviços engloba serviços de reparação e manutenção em geral; atividade imobiliária; atividades financeiras em geral; coleta, gestão e reciclagem de resíduos, registrando queda expressiva de 47% no mês para o Ceará. Com isso, essa atividade acumula no ano uma queda de 31,4% no Ceará enquanto avançou 2,3% no país, na mesma comparação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.