Sesc apoia o Dia Internacional da Síndrome de Down com ações educativas e projetos sociais

Posted on Updated on

A data de 21 de março, Dia Internacional da Síndrome de Down, é dedicada à visibilidade e inclusão das pessoas com a trissomia do cromossomo 21, condição genética que atribui características congênitas de desenvolvimento físico e intelectual. O Serviço Social do Comércio, braço social do Sistema Fecomércio, realiza ações educativas na manhã e tarde desta quinta-feira (21.3) para exercer a responsabilidade social, disseminar informações sobre os direitos sociais destas pessoas e combater o preconceito. 

Nesta quinta-feira, às 10h, o Sesc promove palestra e debate sobre inclusão das pessoas com Síndrome de Down. Na Unidade Fortaleza do Sesc (Rua Clarindo de Queiroz, 1740) o consultor de inclusão social, João Hass, conversa com a equipe dos projetos sociais do Sesc, educadores físicos que atendem pessoas com síndrome de Down por meio do Núcleo Sesc Pessoa com Deficiência, assim como visitantes da Unidade. 

De acordo com o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), o Brasil possui 300 mil pessoas com Síndrome de Down. Na palestra, o advogado, consultor de inclusão social e militante pelas Pessoas com Deficiência do Ceará, João Eduardo Brasil Hass Gonçalves, apresenta informações sobre as alternativas para integrar as pessoas com Down à sociedade. 

Integração

O Projeto Sesc Ativo – Núcleo Pessoa com Deficiência surgiu em 2006 na Unidade Fortaleza do Sesc para promover a inclusão social para crianças, jovens e adultos com limitações motora, intelectual, visual  e de demais tipos. Com aulas de natação, musculação, aerobike e treinamento funcional, os profissionais de educação física estimulam o aluno a desenvolver suas capacidades motoras e cognitivas através de atividade física e de formação esportiva, assim como desenvolver a interação social.

“Hoje atendemos pessoas com Síndrome de Down em qualquer modalidade, no entanto é preciso que o aluno passe pela avaliação do professor de educação física do projeto”, explica a Supervisora do Desenvolvimento Físico Esportivo da Unidade Sesc Fortaleza, Michelle Teixeira.

Todos os meses são abertas novas vagas gratuitas para atividade física no Sesc Ativo – Núcleo Pessoa com Deficiência, os candidatos passam por avaliação física e são encaminhados para uma das atividades físicas.

Algumas das exigências para ser contemplado pelo Programa Comprometimento e Gratuidade do Sesc são: ter renda familiar de até três salários mínimos, ser estudante de escola pública ou receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC), além de apresentar laudo médico.

Deixe uma resposta