Cresce para 13,8% número de empresas que investem em inovação de novos produtos

Posted on Updated on

A Sondagem da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) revelou dificuldade das empresas industriais na inovação de produtos, mas uma recuperação nos processos. Houve queda de 1,7 ponto percentual (p.p.) na proporção de empresas que inovaram com produtos novos, mas já existentes no mercado nacional, atingindo 31,5% das empresas entrevistadas no 4º trimestre de 2018. A inovação em produtos novos, mas ainda não existentes no mercado subiu de 12,4% para 13,8% do total de empresas entre o 3º e 4º trimestres de 2018.

Em relação aos processos novos ou substancialmente aperfeiçoados para a empresa, mas já existentes no mercado nacional houve alta de 3,5 pontos em relação ao trimestre anterior. Já a inovação de processos novos para o mercado caiu de 10,3% para 8,2% no período. Os resultados menos favoráveis devem ser vistos no contexto de queda da produção industrial (-1,3%, segundo dados da PIMPF do IBGE) e de baixa variação do PIB, em apenas 0,1%. “Os números revelam perda do dinamismo no setor em 2018. Vários fatores contribuíram para isso, entre eles, a greve dos caminhoneiros, o cenário externo turbulento, e a elevada incerteza gerada pelo período eleitoral”, explica Guto Ferreira, Presidente da ABDI.

Para o Presidente da ABDI os empresários estão cautelosos em inovar no momento. A inovação em produtos ou processos continua em níveis baixos, mas o indicador de Gastos com Inovação voltou a avançar, se mantendo acima da média histórica. “Considerando o ritmo lento de crescimento para este ano, as perspectivas de inovação para os próximos trimestres devem ser avaliadas com cautela”, finaliza Ferreira.

Deixe uma resposta