Aumenta índice de emissões de certificados digitais no Brasil, diz instituto

Enquanto a pandemia de Covid-19 atinge negativamente a maioria dos setores da economia brasileira, a utilização de sistemas digitais registra aumento de usuários e a tecnologia da informação incrementa o setor menos atingido. Em junho, o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI registrou cerca de 9,1 milhões de certificados ativos no país.

Para o Diretor-presidente do ITI, Carlos Fortner, os crescentes números revelam a importância da emissão de um novo certificado digital sem a necessidade da ida presencial a uma Autoridade de Registro. “É uma solução tecnológica simples, segura, e que facilita a vida do usuário. Veio para ficar, portanto. E o aumento das emissões é prova disso. É de se esperar, nos próximos meses, que os certificados digitais se tornem ainda mais populares”.

ITI em números mostra que, apesar das paralisações, as emissões de certificados digitais aumentaram nos últimos meses. Somente em junho foram emitidos 516.951 mil certificados, apontando um crescimento de 25,1%, comparado ao ano passado. Nesta divisão, os certificados estão distribuídos entre pessoas físicas e jurídicas, que são a maioria até o momento, com 53,9%, e 0,3% são de equipamentos/aplicação, panorama que a autarquia projeta aumentar no próximo ano. Até o final de 2020, o ITI estima que cerca de 6,3 milhões de certificados sejam emitidos.

Na última semana, o ITI publicou no Diário Oficial da União – DOU, a prorrogação da Normativa nº 2, que regulamenta os procedimentos de confirmação de cadastro de requerente de certificado digital por meio de videoconferência, no âmbito da ICP-Brasil.

ICP – Brasil

A certificação digital garante a segurança das transações que são feitas eletronicamente. Diante dos atuais desafios, o mercado de certificação digital da Infraestrutura de Chaves Pública Brasileiras – ICP Brasil está em processo de evolução e o ITI tem como objetivo oferecer à sociedade brasileira um sistema de certificação digital estável e confiável, com maior segurança às informações que trafegam nas redes de computadores.

Deixe uma resposta