Laboratório brasileiro de cannabis recebe investimento de multinacional

O que muda com aprovação de medicamentos à base de Cannabis?

O laboratório farmacêutico Ease Labs, especializado em produtos de cannabis fitoterápicos full-spectrum (compostos naturais, como óleos essenciais e canabinoides, incluindo THC) e broad-spectrum (full-spectrum, exceto THC), acaba de ganhar um novo investidor: a multinacional especializada em gestão e reestruturação de empresas Alvarez & Marsal (A&M).

Com expertise em melhoramento de performance de grandes empresas nos EUA e em outros países, por meio do seu fundo de Venture Capital brasileiro Next A&M Ventures a empresa irá, além de investir na Ease Labs, contribuir com a expansão dos negócios da farmacêutica e na geração de receita.

“A estimativa é que com a sociedade, o faturamento aumente no mínimo R$47 milhões nos próximos dois anos”, comenta Gustavo de Lima Palhares, CEO da Ease Labs. Ele acrescenta que a entrada da Next A&M Ventures como o principal investidor da atual rodada de investimento que totaliza R$ 3 milhões é importante estrategicamente para empresa atingir seus objetivos de curto prazo e se preparar para a próxima rodada de Serie A, com captação de R$ 25 milhões (onde a empresa atingirá um valor de R$ 300 milhões) para lançar seu portifólio, colocando nas farmácias de todo o País produtos de qualidade à base de CBD para os brasileiros com preços realmente acessíveis. Gustavo, ainda, sinaliza que o próximo passo será preparar para o IPO da empresa em 2022 ou 2023 na B3 aqui no Brasil ou em bolsas internacionais.

Para o sócio-diretor e líder da área de Inovação da A&M Ventures, Luis Camisasca, a demanda por produtos à base de CBD é crescente em todo o mundo, com expectativa de atingir mais de US$ 100 bilhões até 2024. “A Ease Labs se preparou estrategicamente para o mercado e hoje tem um laboratório farmacêutico especializado para produção de CBD no Brasil, além de duas empresas no Uruguai, uma direcionada para o cultivo indoor de Cannabis e outra responsável pela logística internacional dos insumos farmacêuticos e produtos à base da planta para exportação. É uma parceria que pode render bons frutos”, destaca.

Deixe uma resposta