Demanda por crédito do consumidor avança 6,8% em junho

A Demanda por Crédito do Consumidor avançou 6,8% em junho na comparação com maio, já descontadas as influências sazonais, de acordo com dados nacionais da Boa Vista. No acumulado do ano o indicador caiu 15,4% contra o mesmo período do ano passado. Já no acumulado em 12 meses, a demanda por crédito se aprofundou ainda mais no campo negativo e registrou queda de 6,3%. 

Considerando os segmentos que compõem o indicador, o Financeiro ainda segue no campo negativo com retração de 0,7% em 12 meses, enquanto o segmento Não Financeiro registrou queda de 10,2% mantida a base de comparação.

Apesar do bom desempenho em junho, o indicador ainda segue bastante fragilizado e sem uma tendência clara sobre seu ritmo de recuperação. O resultado do mês foi influenciado pelos dois segmentos, com destaque para o avanço no setor Financeiro após apontar três quedas mensais consecutivas. Ademais, dado que a pior fase das adversidades provocadas pela pandemia do novo coronavírus foi entre março e maio, espera-se uma melhora nas perspectivas sobre o consumo e o mercado de trabalho nos próximos meses, fatores que podem afetar positivamente a demanda por crédito nesse período.

Segue abaixo a tabela contendo o resumo dos dados apresentados.

Metodologia
O indicador de Demanda do Consumidor por Crédito é elaborado a partir da quantidade de consultas de CPF à base de dados da Boa Vista por empresas. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100 e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. A partir de janeiro de 2014, houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.

A série histórica deste indicador inicia em 2020 e está disponível em:
https://www.boavistaservicos.com.br/economia/demanda-por-credito/

Deixe uma resposta